sábado, 28 de junho de 2008

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
Rico é tolerante; pobre, é obrigado a aturar.

Constatação II (Via pseudo-haicai).
O deputado fuleiro*
Só legisla pra faturar
Mais dinheiro.
*Fuleiro = (Dicionário Houaisss) “Adjetivo e substantivo masculino.
1. que ou aquele que age irresponsavelmente, sem seriedade; que ou quem não se mostra confiável
2. que ou o que não tem valor, que ou o que é medíocre, reles
3. que ou o que denota falta de gosto, falta de refinamento, que ou o que é simplório; cafona”.

Constatação III
Deu na mídia: “Brasil é campeão em horas gastas para pagar impostos. Estudo mostra que empresas brasileiras precisam funcionar 2.600 horas por ano para cumprir obrigação fiscal”. Não só as empresas demandam tempo. O governo também. Basta ver quanto ele demora para devolução do imposto de renda para quem de direito...

Constatação IV
Não se pode confundir zaga com saga, muito embora quem joga na zaga, muitas vezes passa por uma terrível saga, principalmente quando pega um atacante de primeira linha, driblador e chutador como o jogador Pelé, por exemplo, como Zico ou este assim chamado escriba que foi considerado o melhor na sua posição de eterno reserva na ponta esquerda. A recíproca não é necessariamente verdadeira. Há muita saga sem ser na zaga como ver como se locupleteia no nosso país com mensalões da vida, licitações frias, desvios de merenda escolar por prefeituras e assim por diante, ou melhor, por atrás...

Constatação V
Este assim chamado escriba lembra, com saudades, do tempo em que Curitiba tinha as quatro estações bem delineadas e uma eventual tempestade era, digamos, usando uma expressão da moda, bem light (Perdão leitores). Hoje em dia, passamos a ter danos irreparáveis, inclusive com perdas humanas. Aquecimento global, evidentemente, com prejuízos à natureza. A Humanidade é insolúvel; a filhadapu...ce, também. Pena...

Constatação VI
Tá certo que os jovens, hoje em dia, não querem ler, mas não é preciso apregoar isso aos quatro ventos e, ainda, com um ar empertigado, altivo, estufando o peito, cheios de vaidade e orgulho...

Constatação VII
Se a violência continuar nesse diapasão em que hoje se encontra não seria o caso de nos colocar, a todos, por uns tempos, na cadeia, mais protegidos, e deixar que os marginais se digladiassem entre eles até que sobrassem apenas dois líderes que se defrontariam como nos filmes de faroeste para ver quem atira primeiro, quem é mais rápido no gatilho e coisas desse jaez?

Constatação VIII
Depois do Abominável Homem das Neves, do monstro do Lago Ness foi detectado o Abominável Homem das Trevas. Não se trata de alguém que não cuida para se evitar algum novo Apagão, mas se sabe que é um político. E, pelo que consta, tudo leva a crer que se trata de um brasileiro. Aguardem, pois.

Constatação IX
Efetivamente era um marido apaixonado. Até ela de bobes ele não se cansava de olhar amorosamente pra mulher.

Constatação X
Foram para um motel
A cama era com dossel
Ela vestiu um baby-doll.
Ele ficou vendo futebol.
A televisão tava ligada.
Coitada!
O time dele foi rebaixado.
Coitado!
Coitado?

Constatação XI
Não se pode confundir nalga com alga, até porque nunca alguém viu uma alga sentada. Tampouco um jacaré. Até existe uma música que dizia algo parecido com: “Jacaré comprou cadeira e não tem nalga pra sentar”. Será que foi nalga, mesmo?

Constatação XII (“Poesia”, resvalando para mercosulense, com fins de boa vontade).
A gente pode ter muita rivalidade,
No futebol, com “los” hermanos
Mas um tango bem executado
Por uma típica com acuidade
E, se por uma dupla, bem dançado
Deixa o cara bem aproximado
De todos “los” hispano-americanos.

Constatação XIII
Seiúda,
A boazuda,
Claro, ciente disso,
Sem pedir permisso,
E no esquema do atiço
Veste curta bermuda,
Deixando a raia-miúda
Pasma, atônita, muda
Com olhos arregalados,
Precisando de ajuda,
Na base do: Me acuda!
Coitados!

Constatação XIV
Se a violência continuar como está, o sujeito quando sair de casa vai ter que deixar pronto o seu testamento, a fim de evitar mais violência entre os herdeiros...

Constatação XV
Rico, com elogio, incha; pobre, não precisa. (E tampouco recebe elogio. Só reprimenda...)

Constatação XVI
Rico faz proposta; pobre, ameaça.


Juca

Um comentário:

BLOGUEIRO disse...

RIMAS PRIMAS DE JUCA (JOSÉ ZOKNER)

LI E3 GOSTEI DE MUITAS DAS CONSTATAÇÕES, MAS, A QUE ACHEI MAIS INTERESSANTE, POR SE APROXIMAR DA REALIDADE, FOI A MAIS CURTINHA: A XIV.
DEVO DIZER QUE FIQUEI DEVERAS MARAVILHADO COM CURITIBA, QUANDO AÍ ESTIVE A PASSEIO, 10 DIAS NO HOTEL GUAIRA(BA), PÇA RUI BARBOSA.