domingo, 21 de dezembro de 2008

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
Foi falta de percepção
Quando ela acedeu
Com a cabeça
Que topava ir
Com ele pro motel,
De tanto que bateu
Seu coração.
“Mas não se esqueça
Em engolir
O comprimido
Para não dormir”,
Ela discorreu,
Ressaltando
Que debaixo do dossel
Não dá pra ir ficando
Deprimido,
Obnubilado,
Como já aconteceu
Com o seu ex-marido
Na lua-de-mel.
Coitado!*
*Não ficou muito claro se o “coitado” referido era em relação ao ex-marido ou a ele mesmo. Quem souber, por favor, comunicar a este assim chamado escriba. Obrigado.

Constatação II
Deu na mídia: “Ex-primeiro-ministro tailandês se divorcia de sua mulher”. Taí mais uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.

Constatação III
Não se pode confundir cúpula com cópula, muito embora e até porque esta cúpula dos países mais ricos, do tipo G7, sempre não deixa de ser uma cópula nos países pobres e/ou nos países ditos emergentes.

Constatação IV (De diálogos meio confusos).
-“Oi querida!”
-“Oi querido!”
-“Como vai a vida?”
-“Casei. Mas esqueci da cara do meu marido”.
-“Você tá com problema na vista?”
-“Não. É que sou péssima fisionomista”.
-“Ah, bom, quer dizer, ah, ruim, quer dizer...”

Constatação V (Via pseudo haicai).
A personalidade dela
Lembra um sanduíche misto
Daquele que leva mortadela?

Constatação VI
Jogador de time rico dá um drible; jogador de time pobre leva um come.

Constatação VII
Dois pensamentos de gente famosa nessa época lamentável de enchentes:
De Bertold Brecht: “Do rio que tudo arrasta se diz que é violento, mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem”.
De Lao-Tsé: “O rio atinge seus objetivos porque aprendeu a contornar obstáculos”.

Constatação VIII
Pensamento não tão famoso como os citados na “constatação” anterior:
De um carioca: “O Rio tá cada vez mais violento”.

Constatação IX
As esperanças mundiais
No presidente eleito, Obama,
São tais, como jamais houve iguais.

Constatação X
E já que estamos citando famosos a de Charles Dickens: “Uma vaga noção de tudo, e um conhecimento de nada”. Ela me faz lembrar os meus 27 anos de empregado no Banco de Desenvolvimento do Paraná S.A. – BADEP, onde, dentre outras funções, a gente analisava pedido de financiamento dos mais diversos ramos industriais e. por isso, procurava ter uma “noção de tudo”...

Constatação XI
Dica para quem quiser escutar boa música através da Internet: Winamp e depois clicar em Shoutcast Radio. De nada!

Constatação XII
“Foi uma bagatela”,
Ela falou
Pro marido
Quando chegou
No doce lar.
Mostrou
O vestido
E, claro, o sapato
Pra combinar.
“Olhe só a entretela”.
Ele ficou
Estupefato,
Olhou
Abobado,
Naquele momento:
O preço que ela
Pagou
Dava pra comprar
Um apartamento.
Coitado!

Constatação XIII
O genro,
Biógrafo,
Também estenógrafo,
De modo tenro,
Fez a biografia
Da sogra,
Com diplomacia
E bem condescendente.
Quando ela leu
Rilhou o dente:
“Você não me logra,
Com o que discorreu.
Você e o teu concunhado
Querem o meu dinheiro.
O que você escreveu,
Seu escrevinhadeiro,
Seu galhofeiro,
Seu co-herdeiro
Interesseiro
Não é verdadeiro”.
Coitado!

Constatação XIV
Rico dá emprego; pobre faz greve.

Constatação XV
Rico, a esposa tem genitora; pobre, tem sogra.

Constatação XVI
Rumorejando está instituindo o Prêmio Nacional da Inocuidade. O maior prêmio vai para o Senado que aprovou o aumento do número de vereadores no país, ao invés de diminuir, com um acréscimo de despesas de cerca de 5 bilhões de reais por ano. E, claro, fatalmente aumentará o número de ectoplasmas e fraudes em alguns casos nos municípios onde atuarão. E viva “nóis”!

Constatação XVII
Se o jogador de futebol Ronaldo Fenômeno não se recuperar fisicamente, como, ao contrário, quase todo mundo torce, o Corinthians também poderá concorrer ao Prêmio Particular da Inocuidade. No entanto, poderá recuperar o capital empatado com o “marketing”, através de venda de camisetas à torcida e coisas afins. Já a dos vereadores...

Constatação XVIII
Rumorejando deseja aos seus pacientes e generosos leitores o que se costuma desejar às vésperas do Natal: Um muito feliz, na companhia dos seus familiares. E nos demais dias do ano também.

Juca

Nenhum comentário: