domingo, 11 de janeiro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
Nos Estados Unidos ele era conservador. Não que pertencesse ou fosse simpático ao partido republicano. É que trabalhava numa fábrica de conservas. Apenas isso.

Constatação II
O grande Amigo Roberto Muggiati lançou cá na terra seu último livro Improvisando Soluções – o jazz como exemplo para alcançar sucesso. O Muggiati foi colega desde os tempos do ginásio e, na época, já fazia editorial para a Gazeta do Povo, suscitando a admiração dos colegas e professores.

Constatação III
Rico é cremnófobo*; pobre vive apoiado no vazio.
*Cremnofobia = “medo mórbido de precipícios, em geral seguido de vertigem”. (Houaiss).

Constatação IV
Rico tem medo de ser assaltado e se assusta com a própria sombra; pobre sofre de fofobia*.
*Fofobia = “medo dos próprios medos”. (Houaiss).

Constatação V
Rico é aerófobo*; pobre vive na corrente de ar.
*Aerofobia = “horror mórbido ao ar livre e às correntes de ar”. (Houaiss).

Constatação VI
E já que falamos no assunto, prezado leitor, nunca esqueça e/ou vale lembrar que corrente de ar pelas costas e sogra pela frente faz muito mal à saúde. De nada!

Constatação VII
E como se vangloriava para a amiga aquela amazona que já havia ganhado vários prêmios com seu cavalo:
Que destreza!
Domei o meu marido.
Rédea curta.
Na verdade,
Com um pouco de açoite,
Porém com piedade
Mas sem dar moleza.
Ficou uma beleza!
Dócil e querido
Ele não se furta
Em me obedecer
E cumpre toda noite
Com o seu dever*...
*Não ficou muito claro qual o dever do coitado do marido. Segundo fontes não reveladas, parece que se trata de lavar a louça do jantar. Rumorejando está providenciando a imprescindível averiguação. Tão logo tenha a efetiva resposta, dará a conhecer aos seus prezados leitores. Aguardem, pois...

Constatação VIII
Rico tem agorafobia*; pobre, tem como único lazer passear na praça (e normalmente começa a chover quando está passeando).
*Agorafobia = “medo mórbido de se achar sozinho em grandes espaços abertos ou de atravessar lugares públicos; cenofobia”. (Houaiss).

Constatação IX
Rico é algófobo*; pobre aceita até injeção na testa se for grátis.
*Algofobia = “medo mórbido das dores físicas ou morais”. (Houaiss).

Constatação X
Rico é batófobo*; pobre quando vai ao parque quer andar de roda-gigante.
* Batofobia = “temor mórbido das profundezas (submarinas ou dos espaços aéreos)”. (Houaiss).

Constatação XI (Dúvida crucial via pseudo-haicai).
O basofo*
Tem m. na cabeça
Como estofo?
*Basofo = “Regionalismo: Guiné-Bissau, Cabo Verde”. “Que se preocupa com sua apresentação, com seu trajar; vaidoso e também fanfarrão”. (Houaiss).

Constatação XII
Rico vaticina; pobre, roga praga.

Constatação XIII (Tempos de crise).
Deu a maior barafunda
Quando o marido passou-lhe a mão,
Como costumava fazer amiúde,
Alegando simples questão de saúde
Ela, a mulher, ficou meditabunda
Ele estranhou
E perguntou:
“Ao invés de estar se alegrando
Você deve estar pensando
Como vamos pagar a prestação?”

Constatação XIV (Diálogos conjugais meio repetitivos).
-“Eu trouxe uma broa fresca pra você”.
-“Você sabe que eu gosto de broa dormida”.
-“Não seja fresca e coma a broa fresca. Broa dormida pode estar com pesadelo na hora e pode afetar a tua digestão”.

Constatação XV (Diálogo entre sogra e genro).
-“Você poderia agora me levar no supermercado?
-“Agora eu não posso porque estou ocupado. Mais tarde, eu lhe levo”.
-“Mas eu quero ir agora”.
-“Agora eu já lhe disse que não posso”.
-“Poder, você pode. Mas você não quer porque você me odeia”.
-“Por favor, pare com esse papo. Na verdade, não morro de amores pela senhora, mas não a odeio. Agora, se ficar insistindo, acabo odiando”.
-“Tá bom, então, quer dizer, tá ruim, quer dizer...”

Constatação XVI
Rumorejando lamenta profundamente a morte do amigo Claudio Seto. Foi ele quem ilustrou o livro escrito por este assim chamado escriba Rimas Primas & Outras Constatações e já havíamos conversado sobre a possibilidade dele vir a ilustrar um eventual novo livro. Se este for efetivamente publicado, será minha homenagem também a este grande artista.

Juca

Nenhum comentário: