sábado, 28 de fevereiro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
Experimentou
Tudo que é fonte da juventude
De repente,
Não mais que de repente
Uma, tiro e queda, localizou.
A mulher estranhou
Sua alvissareira,
Almejada,
Inteira
Mudança de atitude.
Tão premente,
Tão “caliente”,
Tão-somente.
“Descoitada”!

Constatação II
Rico participa de pesquisa; pobre, como cobaia.

Constatação III
Deu na mídia: “O príncipe Harry e a namorada Chelsy Davy terminaram o namoro depois de cinco anos, informou uma fonte real em Londres”. Taí mais uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.

Constatação IV
Mal começou o campeonato
O meu Paraná perdeu.
Com este trágico terrível fato
A sofrida torcida já esmoreceu.

Constatação V (Pra determinados vereadores, deputados e senadores).
A intensa
Cobiça
Desbarata
A imensa
Preguiça
Inata.

Constatação VI (Dúvida crucial).
O olho nu é um despudorado?

Constatação VII
E como se queixava, poetando, aquele herdeiro milionário viciado:
“Meu triste destino
É deixar muitos milhões
No cassino.
Cambada de ladrões!”

Constatação VIII (Dúvida crucial).
Discutir com um sadista
Sobre sadismo
É puro continuismo?
É ser masoquista?

Constatação IX (Oração para os nossos tempos, digamos, modernos).
Valha-me meu anjo da guarda
Que eu nunca me defronte
Com um revolver ou espingarda
Na mão de um brutamonte.

Constatação X
“Você é meu tesouro”,
Disse a besoura,
Metida a trovadoura,
Pro donjuanesco besouro.

Constatação XI
Quem torce pro Atlético
Fica cético
E tem um choque anafilático,
Achando problemático
Quando o time é derrotado.
Coitado!

Constatação XII (Ah, esse nosso vernáculo ou como ensinar o a, e, i, o, u versejando, preferencialmente, para adultos).
Na ilha,
A filha
Do pentelho,
Sem seguir um conselho
E fazendo bulha,
Acendeu uma hulha,
Pra fritar um alho
O que achou muito trabalho
Aí, um cisco entrou no seu olho.
Que trambolho!

Constatação XIII (Dúvida crucial via pseudo haicai).
A velhice inexorável
É em quase tudo
Palpável?

Constatação XIV
Descontraída
Ela se retirou
Da casa com bagagem
E, antes, pra ele falou:
“Vou comprar uma passagem,
Pra algum outro Estado,
Mas só de ida”.
Coitado!

Constatação XV
Rico ganha ouro; pobre, leva ferro.

Constatação XVI (De conselhos úteis. De nada!).
Se você tem cachorro em casa você pode ter certeza de que quando você lá chegar, não importa a qual hora, nem com qual alento, com vapores etílicos ou não, você será recebido diferentemente do que pela tua onça, digo pela tua sogra e/ou mulher. Logo trate de ter um e trate o dito cujo bem. Se você adotar, verá.

Constatação XVII
Patofobia é quem tem medo às enfermidades. Rumorejando achava que é quem tem medo de marcar o Alexandre Pato, oriundo da cidade paranaense de Pato Branco, que atualmente joga no Milan da Italia.

Constatação XVIII (Dúvida não necessariamente crucial via pseudo haicai).
Quando o presidente Bush
Saiu há pouco da presidência
Na porta tava escrito push?

Constatação XIX
E como poetava o obcecado mau-caráter:
“O meu destino
É pegar,
Pecar
E sair de fino”.

Constatação XX
Ela contestou
Com veemência
A alegação
Que ele havia feito
Serão.
“Você não tem mais jeito
Isso é uma indecência”.
Ele se desculpou:
“Você se enganou.
O cristão,
Trabalha como um mouro
Pra cobrir o cheque-ouro
Que já tá estourado.
E foi você que estourou”.
Coitado!

Constatação XXI
Naquele momento
Quando ouviu
O chorinho
Carinhoso,
Do Pixinguinha,
Em solo de flautinha
Da vizinha
Buliu
Com o seu sentimento
E o chorão
Abriu
Os tarros
Sem se importar
Com os sarros
Dos preclaros,
Cognominados
“Amigos”,
Sempre ciosos,
E nada preguiçosos
Em se preocupar,
De antemão,
Antes de mais nada,
Com os seus umbigos.
Patuscada
De pobre coitados!

Constatação XXII
E como se queixava aquele comerciante que vendia no crediário (comerciante rico vende no crediário; comerciante pobre, à prestação).
“Eu nunca sinto
Toda vez que eu entro
Numa fria, num labirinto”.

Constatação XXIII
Quando ela se aproximou
Toda langorosa
Numa camisola vaporosa,
Transparente,
Ele constatou
O quanto estava doente,
Depauperado.
Coitado!

Constatação XXIV
Rico sempre compra na rebaixa; pobre é sempre rebaixado.


Juca

domingo, 22 de fevereiro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
O cicio,
Dos comentários
No cinema,
Ou teatro
Na hora
Do espetáculo
Eu não idolatro.
Outrora,
Era um problema
Agora
É um suplicio.

Constatação II
E como se queixava para os amigos aquele português que havia vivido muito tempo no Brasil: “Aquela rapariga, de quem vocês estão a falar, nunca me deu o mínimo esférico.

Constatação III (Lembrando o controverso filme A comilança, de Marco Ferreri, interpretado por Marcello Mastoianni, Ugo Tognazzi, Philppe Noiret, Michel Piccoli, Andrea Ferreol.).
O banquete
Pantagruélico,
Próprio pra famélico,
Consistia
De gordurosa feijoada
E de cacharolete. *
Parecendo batalhas,


Havia
Os devoradores
Muito dos mal-educados,
Da comida, captores,
Pareciam não ter gasganete**.
Ele se regalaram
Até não mais poder.
Não sobraram
Nem migalhas
Nem, pasmem, um alfinete
Enfim nada
Para que os mais recatados
Algo pudessem comer
Ou, pelo menos, beber.
Coitados!
*Cacharolete = “bebida que se prepara misturando diversas bebidas alcoólicas” (Houaiss).
** Gasganete = “garganta, goela (Houaiss).

Constatação IV (Nada a ver com o rum creosotado do bonde).
Quando
O dorminhoco
Sonhou
Com a gatona,
Grandalhona,
Acabou
Entornando,
O copo da mão
Com água-de-coco
No ilustre passageiro,
Sobranceiro,
Sentado
Ao seu lado
No avião
Coitado!

Constatação V
Pepino que se engole sem mastigar é tudo aquilo que um técnico, um profissional, um especialista não consegue ou se bate para fazer.

Constatação VI
No caminho da roça
Tropeçou
Numa jararacuçu
A mulher fez muita troça
Do susto que ele levou
E do aperto do nariz**Perdão leitores, o sacrifício da rima.

Constatação VII (Reminiscências de outros carnavais).
Quando viu a mulher
Sem uma tanga sequer
Como destaque
Da Escola de Samba
Quase teve um ataque.
Caramba!

Constatação VIII (Ah, esse nosso vernáculo).
Aquele jogador, muito bom de bola e que só estava matando o tempo, matou a bola e matou o jogo. O que suscitou na torcida comentários passíveis de mal-entendidos: “Ele matou a cobra e mostrou o pau”.

Constatação IX
E já que falamos no assunto, a mulher do jogador matou o bordado e o filho matava a aula para tentar seguir os passos do pai.

Constatação X
Não se pode confundir comestível com combustível, muito embora muito do que é comestível, por via oral, não deixa de ser um excelente combustível. Aliás, uma gata também pode ser comestível. Refiro-me com os olhos, é claro.

Constatação XI (Ah, esse nosso vernáculo).
Ela deu tratos da bola como dizer ao noivo para um distrato das bodas. Ora bolas! Ora bodas!

Constatação XII
Quando o obcecado leu na mídia que “Uma pesquisa afirma que homens mais ricos dão mais prazer às mulheres”, comentou: “Papo furado. Eu sempre fui pé de chinelo e se eu e as minhas mulheres, ricas e/ou pobres, fossemos pesquisados não sei se a pesquisa não daria ao contrário”.

Constatação XIII
O relacionamento
De um casal
Tá ficando anormal
Quando num certo momento,
Na hora sublime do bembom
Alguém resolve dar o tom,
Dizendo de modo natural,
Sem um piscar, ou um esgar,
Que toda a roupa não é preciso tirar.

Constatação XIV (Para o Amigo Marcelino Melhoreto. Para Nireu Teixeira. In memoriam).
Foi o doutor Carvalho,
Que se considerava
O maior truqueiro
Quem pôs o gato
No baralho
E deixou o parceiro
Estupefato
E que não deixou barato:
Deu-lhe um baita achincalho,
Uma bronca, um malho
Chamou-o de boçal,
De babaquara,*
De zangalho,**
De quadrado
E o mandou ao caral,
Digo, ao Nhundiaquara
Catar cascalho.
Coitado!
*Babaquara = “Regionalismo: Brasil. Que ou o que se revela bobo; parvo, pateta, babaca”. (Houaiss).
Nhundiaquara = rio no estado do Paraná.
**Zangalho = “individuo muito alto e desajeitado”. (Houaiss).

Constatação XV
E como dizia aquele preservacionista da natureza: “Tem gente que polui a terra somente com a sua presença”.

Constatação XVI (Historieta).
Corria o ano de dois mil e picos. Os outros anos corriam para alcançá-lo. Quem o alcançou primeiro foi o ano seguinte. Depois, este, foi sobrepujado pelo que vinha imediatamente após. E assim sucessivamente, até que certo dia um imbecil apertou por engano um botão que detonou foguetes com ogivas nucleares. Aí, os anos pararam de correr.


Juca

domingo, 15 de fevereiro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I (Dúvida crucial via pseudo-haicai).
Foi o pirilampo
Que piscou
Para o jasmim-do-campo?

Constatação II
Não se pode confundir burla com bula, até porque tem muita bula que, para isentar o laboratório de responsabilidade, coloca tantos são os riscos inerentes ao remédio em questão que não deixa de ser uma burla. (Rico se exime de responsabilidade; pobre sempre tem que correr risco).

Constatação III
Rumorejando não consegue compreender essa pressão em cima do deputado Edmar Moreiras só porque ele não declarou à Justiça Eleitoral a posse de um castelo em Minas Gerais, avaliado pelo valor, irrisório, de R$ 25 milhões. Data vênia como diria nossos juristas, mas foi apenas, tão somente, não mais de que um lapsus memoriae, como também se expressariam nossos retromencionados juristas. Gente maldosa, sô.

Constatação IV
Não se pode confundir com pressa com compressa, muito embora, mesmo soando foneticamente idêntico, dependendo do caso, do lugar, dos excessos há que se pôr uma compressa, quente ou fria, em locais que perturbam o bom andamento do relacionamento das pessoas, fatos e coisas com pressa e até, em alguns casos, com a máxima urgência.

Constatação V
Por que será que a gente tem tantas possibilidades de consultar várias listas telefônicas diferentes entre si, mas com algo em comum: não resolvem o teu problema de procura de um assinante, obrigando a pessoa ligar, pagando, para certo número para obter a informação almejada? Quem souber a resposta, por favor, informar este assim chamado escriba pelo e-mail. Obrigado!

Constatação VI
Não é recomendável escutar Tristesse, de Frederic François Chopin, quando se está na fossa. O ideal seria escutar músicas alegres, do tipo klezmer “um genero de música não litúrgica judaica” (Wilkipédia) que eram tocadas principalmente em casamentos. Quem optar por leitura, Rumorejando sugere Luiz Fernando Verissimo, Jô Soares e Millôr Fernandes.

Constatação VII
Felipão foi demitido. Taí uma notícia de transcendental importância para quem ganha até um dólar por dia... Felipão, como todos, não é infalível. Ele mostrou que entende de futebol e/ou teve muita sorte quando colocou no time o jogador paranaense Cleverson, hoje no Flamengo, quando a seleção brasileira de futebol foi penta campeã. Aí aconteceu antes e depois do Cleverson. Tenho sem patriotada dito!

Constatação VIII
E já que falamos no assunto, se em 2006 o goleiro Rogério Ceni tivesse sido escalado talvez tivessemos alguém que sabe bater falta e teríamos sido campeões. Tenho, como torcedor do Corinthians, consequentemente não do SãoPaulo e brasileiro frustrado, dito!

Constatação IX (Ah, esse nosso vernáculo).
Por acaso, o caçula descobriu um casulo e correu para a casa do cosa nostra e contou o caso pro caseiro que, casulmente, estava cosendo um faltante botão numa casa do seu casaco.

Constatação X (Ah, esse nosso vernáculo).
O pernóstico despótico, agnóstico, no fundo, no fundo era um rústico cáustico.

Constatação XI (Dúvida crucial).
Qual será o montante dos prejuizos financeiro, moral e ético que os políticos dão aos seus respetivos países? Quem souber, por favor, cartas ao e-mail deste assim chamado escriba. Obrigado.

Constatação XII
Na vida se ganha ou se perde. Com o meu Paraná parece que isso não funciona muito bem. Só dá um dos casos...

Constatação XIII (Pretenciosa parceria com o poeta português Fernando Pessoa).
Tudo vale a pena
Quando a alma,
Grande ou pequena,
Não é penada,
Nem desalmada.
É assaz calma.

Constatação XIV (Dúvida crucial).
Será que a afirmação de Abraham Lincoln de que “pode-se enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas não enganar todas as pessoas o tempo todo” foi uma resposta, dirigida aos políticos?

Constatação XV (Dúvida crucial via pseudo-haicai).
Será que no Jardim do Éden,
Os seus moradores ou habitues
Comer maçã ainda não podem?

Constatação XVI
Foi o oriental,
Aquele pentelho,
Num carro muito belo,
Usando anel com um escaravelho
Levou um susto tal
Ao passar no sinal vermelho
Que até ficou amarelo?

Constatação XVII
Eis que o cara grosso, repentino,
Convidou-a pro motel.
Naquele momento virou fino
Tão fino, mas tão fino
Como um papel.


Juca

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I (Auto-elogio).
“Um portento”,
Disse o centro-avante,
“Esse meu tento
Aí, no fundo do barbante”.

Constatação II
Este assim chamado escriba, chimarrólatra, desde os tempos imemoriais, está se dando conta que até a erva-mate está sendo manipulada com produtos, digamos, alienigenas, estranhos, fora do contexto. E viva “nóis”.

Constatação III
Rico utiliza oxímoros*; pobre, frases incoerentes.
*Oxímoros = “figura em que se combinam palavras de sentido oposto que parecem excluir-se mutuamente, mas que, no contexto, reforçam a expressão (p.ex.: obscura claridade, música silenciosa); paradoxismo” [Houaiss].

Constatação IV (Ah, esse nosso vernáculo).
Onde anda indo?

Constatação V
Rico é assaz silencioso; pobre é extremamente ruidoso.

Constatação VI
Deu na mídia: “O banco Bradesco teve um lucro líquido de 7,620 bilhões em 2008. O diretor-presidente do banco, Sr. Márcio Cypriano, disse que o spread – diferença entre a taxa de captação e os juros cobrados nos empréstimos – não é absurdo nem exagero”. Data vênia, como diria nossos juristas, mas Rumorejando acha que banqueiro não pensa como nós, simples mortais. O pensamento de um banqueiro é bem mais elevado...

Constatação VII
Rico faz altos negócios; pobre, escusos trambiques.

Constatação VIII
“Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade”. Existe?

Constatação IX
Quando iam pro motel,
Levando um baita farnel,
Constituído por empada,
Coxinha e pastel,
O carro atolou
Num banhado.
Ele empurrou
Ficou
Todo molhado,
Todo sujo
E enlameado
Pra tentar
Desencalhar
O dito cujo.
E ela, ainda,
Muito linda,
Toda assanhada,
Tirou
Um sarro
O que o deixou
Amuado,
Emburrado,
Contrariado.
Coitado!
Coitada!

Constatação X (Ah, esse nosso vernáculo).
A rapariga, muito da pândega, saiu, trêfega, na hora da bátega* e de uma forte refega**. Molhou uma nádega. Coitada!
*Bátega = ”pancada de chuva; aguaceiro” (Houaiss).
Refega = “pé-de-vento tormentoso e veloz” (Houaiss).

Constatação XI (De uma dúvida crucial).
Caminhos cruzados é o título de um livro do escritor Érico Veríssimo ou é quando te aborda um cara mal-encarado com uma arma na mão tão logo você sai do banco, ou, talvez, os dois?

Constatação XII
E já que falamos no assunto, a expressão bala perdida, sob a ótica de um malfeitor, é indevida já que acertou em alguém?

Constatação XIII
Quando o obcecado
Descobriu
Que o seu amigo
Havia abjurado
Do sexo
Ficou
Perplexo
Induziu
Que o infeliz
Era um perigo
E o considerou,
Como nunca quis,
Proscrito
E um apóstata.
E refletiu,
Com um esgar:
“Deve estar
Num dilema
Ou desviado
Ou com um problema
Na próstata”.

Constatação XIV (Ah, esse nosso vernáculo).
O Supremo Tribunal Eleitoral opô-se a posse. O candidato ficou possesso e ainda responde a um processo.

Constatação XV
Foi o pão dormido que teve um sonho que havia virado um croissant?

Constatação XVI
Deu na mídia: “Depois do recesso parlamentar os congressistas e os vereadores voltarão ao trabalho”. Não ficou claro em benefício de quem e do quê.

Constatação XVII
Botou uma pitada de sal,
Ao invés de algo mais suave
No relacionamento amoroso
Isso ocasionou um grande mal:
A bola não entrou. Bateu na trave.
E ela: “seu pseudoparenquimatoso”.*
*Pseudoparenquima = “massa de hifas densamente entrelaçadas, própria dos fungos, e que, em corte transversal, apresenta aspecto semelhante ao dos tecidos das plantas superiores” (Houiass). [Elementar, prezados leitores!]

Constatação XVIII
E como altercava com o namorado aquela torcedora de Flamengo:Você ë um carrasco,
Só me dá asco,
Deve ter casco.
Com você só me lasco
E ainda é torcedor do Vasco.

Constatação XIX
Não se pode confundir impelir com impedir, até porque cada uma destas palavras também pode ter o mesmo sentido que a outra. Basta ver no Houaiss, uma das ferramentas de trabalho deste assim chamado escriba.

Constatação XX
Foi a lua cheia que cruzou com a nova no quarto crescente e a chamou de minguante*? Ou foi o sol a pino que na alvorada marcou novo encontro com a noite no crepúsculo?
*Minguante = “perda da antiga prosperidade, poder, beleza, saúde etc.; decadência, declínio” (Houaiss).


Juca

domingo, 1 de fevereiro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES


Constatação I (Diálogo entre dois obcecados).
-“Ele deu vazão
Ao seu amor represado.
Aí, passou a mão”...
-“Aonde?! Aonde?!
-“Calma! No violão
E tocou um xaxado.
Foi um achado.
Ela abriu”...
-“O que?! O que?!
-“Peraí. A tampa do piano
E o acompanhou no teclado.
O sarau acabou na grama
E continuou na cama
Como era o seu* plano.
Ele sorriu,
Como um aristocrata conde;
Ela riu,
Não um riso amargo,
Mas um riso mais largo
Do que um bonde.
-“Do quê? Do quê?”
-“Calma, já disse. Do rangido musical,
Semitonal
Das molas.
Ora bolas!”
-“Como é bom,
Puxa! Como é super legal
Quando a gente ama!”
*Não ficou claro se o plano de acabar na cama era dele, dela, ou, coincidentemente, dos dois. Quem souber, por favor, informações para o e-mail deste assim chamado escriba para podermos dar ciência aos nossos prezados leitores. Obrigado.

Constatação II
Foi a pernilonga
Que disse pro pernilongo:
“Antes, vamos dançar uma conga”?

Constatação III
E foi o pudico
Que fez xixi
Fora do pinico?

Constatação IV (Dedicado ao professor Paulo Roxo Barja).
O capitalismo não evita o capitalismo selvagem e o comunismo não evita a utopia. Daí pode-se inferir que o capitalismo está para o selvagem, assim como o comunismo para a utopia. Donde se conclui que o capitalismo é igual ao comunismo multiplicado pelo selvagem e dividido pela utopia e o comunismo é igual ao capitalismo multiplicado pela utopia e dividido pelo selvagem. Elementar, minha gente!

Constatação V (Dedicado aos meus amigos Luiz Gonzaga Paul, Milton Cavalcanti, Oscar Milton Volpini, Omar Sabbag Filho, Helio Rodriguez e João Manoel Simões).
E já que estamos no terreno da matemática, o sinônimo é o inverso do antônimo e vice-versa. Logo se pode escrever que sinônimo = 1/antônimo ou antônimo = 1/sinônimo. Donde se infere que sinônimo multiplicado por antônimo = 1. Por outro lado (qual lado?), sabe-se, pela trigonometria, que sen²x + cos²x = 1. Portanto sen²x + cos²x = sinônimo.antônimo. Também elementar minha gente.

Constatação VI
O magriço
Engordou,
Depois que passou
A comer chouriço
E de tanto comer
Ficou doente
E voltou a emagrecer,
Ficou depauperado,
Abatido,
Esgotado,
Enfraquecido.
Definhou
Combalido..
Coitado!

Constatação VII
Amor que começa
Em idade prematura
E depois atravessa
A idade madura
E ainda sem usura
Tanto perdura
Que até parece loucura.
Mas não. Não é. É candura.

Constatação VIII
Foi o pulgo que disse pra pulga: “Vamos dar uma plugada?”

Constatação IX
Deu na mídia: Depois do recesso parlamentar os congressistas e os vereadores voltarão para trabalhar. Não ficou claro em benefício de quem...

Constatação X (Diálogo inverossímil, mas um tanto quanto catártico).
-“V. Excia. me permite um aparte?”
-“Como não. V. Excia. é amigo. E não urso”.
-“Antes que, com sua ladainha, eu me farte,
V. Excia. não quer encerrar o seu discurso?”

Constatação XI
Quem joga paciência,
Na hora do expediente,
Não precisa mais ciência
Pra chegar à presidente?

Constatação XII
O giro financeiro
Deixou-a meio tonta.
Mas que azar!
No mês de janeiro
Só apareceu conta
Pra pagar.

Constatação XIII
Pais liberais,
Filhos bestiais;
Pais intransigentes,
Filhos gentes.

Constatação XIV (para o Amigo Nestor Frantzezos).
Foi a tabua de logaritmo
Que perdeu
Status e ritmo
Quando apareceu
A máquina de calcular
Científica no seu lugar?

Constatação XV
E como apregoava, poetando, o obcecado:
“É preciso ter um desempenho
Impecável, pecável e exemplar
Com muito empenho
Na hora de amar”.

Constatação XVI
Na garrafa, o conteúdo
Era tão pouco
Que era só de pagar miúdo
E ainda pedir o troco.

Constatação XVII (Quadrinha mediática, quer dizer para fazer média).
Das loiras, fala-se mal,
Maldosamente, é claro.
Mas dos homens, em geral,
Falar bem é muito raro.

Constatação XVIII
Hélio Leites, quem não o conhece não aquilata o que está deixando de curtir da inteligência deste artista. Tenho dito!

Constatação XIX
Engendrou
Um golpe de mestre.
Se ferrou.
Ela o chamou de cafajeste.

Constatação XX
Rico abusa do poder; pobre, da sorte.

Constatação XXI (Ah esse nosso vernáculo).
Gazeou a aula para gazetear, isto é ler a Gazeta dos Esportes.

Constatação XXII
Rico é indulgente; pobre, intransigente.

Juca

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES


Constatação I (Diálogo entre dois obcecados).

-“Ele deu vazão

Ao seu amor represado.

Aí, passou a mão”...

-“Aonde?! Aonde?!

-“Calma! No violão

E tocou um xaxado.

Foi um achado.

Ela abriu”...

-“O que?! O que?!

-“Peraí. A tampa do piano

E o acompanhou no teclado.

O sarau acabou na grama

E continuou na cama

Como era o seu* plano.

Ele sorriu,

Como um aristocrata conde;

Ela riu,

Não um riso amargo,

Mas um riso mais largo

Do que um bonde.

-“Do quê? Do quê?”

-“Calma, já disse. Do rangido musical,

Semitonal

Das molas.

Ora bolas!”

-“Como é bom,

Puxa! Como é super legal

Quando a gente ama!”

*Não ficou claro se o plano de acabar na cama era dele, dela, ou, coincidentemente, dos dois. Quem souber, por favor, informações para o e-mail deste assim chamado escriba para podermos dar ciência aos nossos prezados leitores. Obrigado.


Constatação II

Foi a pernilonga

Que disse pro pernilongo:

“Antes, vamos dançar uma conga”?


Constatação III

E foi o pudico

Que fez xixi

Fora do pinico?


Constatação IV (Dedicado ao professor Paulo Roxo Barja).

O capitalismo não evita o capitalismo selvagem e o comunismo não evita a utopia. Daí pode-se inferir que o capitalismo está para o selvagem, assim como o comunismo para a utopia. Donde se conclui que o capitalismo é igual ao comunismo multiplicado pelo selvagem e dividido pela utopia e o comunismo é igual ao capitalismo multiplicado pela utopia e dividido pelo selvagem. Elementar, minha gente!


Constatação V (Dedicado aos meus amigos Luiz Gonzaga Paul, Milton Cavalcanti, Oscar Milton Volpini, Omar Sabbag Filho, Helio Rodriguez e João Manoel Simões).

E já que estamos no terreno da matemática, o sinônimo é o inverso do antônimo e vice-versa. Logo se pode escrever que sinônimo = 1/antônimo ou antônimo = 1/sinônimo. Donde se infere que sinônimo multiplicado por antônimo = 1. Por outro lado (qual lado?), sabe-se, pela trigonometria, que sen²x + cos²x = 1. Portanto sen²x + cos²x = sinônimo.antônimo. Também elementar minha gente.


Constatação VI

O magriço

Engordou,

Depois que passou

A comer chouriço

E de tanto comer

Ficou doente

E voltou a emagrecer,

Ficou depauperado,

Abatido,

Esgotado,

Enfraquecido.

Definhou

Combalido..

Coitado!


Constatação VII

Amor que começa

Em idade prematura

E depois atravessa

A idade madura

E ainda sem usura

Tanto perdura

Que até parece loucura.

Mas não. Não é. É candura.


Constatação VIII

Foi o pulgo que disse pra pulga: “Vamos dar uma plugada?”


Constatação IX

Deu na mídia: Depois do recesso parlamentar os congressistas e os vereadores voltarão para trabalhar. Não ficou claro em benefício de quem...


Constatação X (Diálogo inverossímil, mas um tanto quanto catártico).

-“V. Excia. me permite um aparte?”

-“Como não. V. Excia. é amigo. E não urso”.

-“Antes que, com sua ladainha, eu me farte,

V. Excia. não quer encerrar o seu discurso?”


Constatação XI

Quem joga paciência,

Na hora do expediente,

Não precisa mais ciência

Pra chegar à presidente?


Constatação XII

O giro financeiro

Deixou-a meio tonta.

Mas que azar!

No mês de janeiro

Só apareceu conta

Pra pagar.


Constatação XIII

Pais liberais,

Filhos bestiais;

Pais intransigentes,

Filhos gentes.


Constatação XIV (para o Amigo Nestor Frantzezos).

Foi a tabua de logaritmo

Que perdeu

Status e ritmo

Quando apareceu

A máquina de calcular

Científica no seu lugar?


Constatação XV

E como apregoava, poetando, o obcecado:

“É preciso ter um desempenho

Impecável, pecável e exemplar

Com muito empenho

Na hora de amar”.


Constatação XVI

Na garrafa, o conteúdo

Era tão pouco

Que era só de pagar miúdo

E ainda pedir o troco.


Constatação XVII (Quadrinha mediática, quer dizer para fazer média).

Das loiras, fala-se mal,

Maldosamente, é claro.

Mas dos homens, em geral,

Falar bem é muito raro.


Constatação XVIII

Hélio Leites, quem não o conhece não aquilata o que está deixando de curtir da inteligência deste artista. Tenho dito!


Constatação XIX

Engendrou

Um golpe de mestre.

Se ferrou.

Ela o chamou de cafajeste.


Constatação XX

Rico abusa do poder; pobre, da sorte.


Constatação XXI
(Ah esse nosso vernáculo).

Gazeou a aula para gazetear, isto é ler a Gazeta dos Esportes.


Constatação XXII

Rico é indulgente; pobre, intransigente.


Juca