domingo, 29 de novembro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
Perguntou a adolescente para sua amiga, também adolescente:
-“O que você fala com a tua psicóloga ?”
-“Geralmente sobre os meus pais. E você ?”
-“Eu não. Eu falo sobre eu mesma. Acho bem mais interessante”.

Constatação II (De ditados adaptados).
Nem só de ego massageado vive o homem.

Constatação III
Se o fenômeno El Niño ou El Niña não der logo às de vila-diogo, não só muita água passará debaixo da ponte, como também por cima. Lamentavelmente.

Constatação IV (Passível de mal entendido).
-“Aquelas águas termais eram tão afrodisíacas que eu até consegui fazer amor com a minha mulher”.

Constatação V (Via pseudohaicai).
A éguinha relincha
Pra saudar o cavalinho
Seu cupincha.

Constatação VI (Aparentemente paradoxal).
Apalavrou que não cumpriria sua palavra.

Constatação VII (De conselhos úteis, via pseudo-haicai).
Em época de inflação,
Não adianta juntar
Tostão por tostão.

Constatação VIII (De ditados adaptados).
Em terra de idiotas, quem é meio idiota é rei, presidente, ministro, senador, deputado, etc.

Constatação IX (Via pseudo-haicai eufemística).
Levou uma tunda,
Ali, onde as costas
Mudam de nome...

Constatação X
Em terra de vaidoso, quanto mais caro forem os preços dos ingressos dos espetáculos mais sucesso de vendas terá.

Constatação XI (Via pseudo-haicai).
Aquele exame
Quando fiquei
Pra 2ª época: infame!

Constatação XII
Quando você cumprimentar um cara chato: “como é que vai ?”, não tenha dúvida que ele vai se pôr a explicar, interpretando o teu cumprimento como uma pergunta.

Constatação XIII (Via pseudo-haicai).
O ditador se compraz
Com gente do tipo
Leva-e-traz.

Constatação XIV
As empresas que criam sua publicidade na base do antes e depois, como por exemplo, produtos que ajudam a emagrecer, eliminação de rugas, queda de cabelos, ou ainda eliminar os cabelos brancos deveriam, a fim de evitar mal entendidos, colocar o imprescindível aviso: “Não leia da direita para a esquerda, ou de baixo para cima”...

Constatação XV (Via pseudo-haicai).
O equilibrista, no arame,
Parece ter com ele
Um elo, um liame.

Constatação XVI (De conselhos úteis).
Se você só pensa em coisa ruim, pare de acompanhar o noticiário em geral e o policial em particular. De nada !

Constatação XVII (De diálogo via pseudo-haicai).
-“Bradaram aos céus !”
-“Quem ? Os religiosos ?”
-“Ora veja, os incréus”.

Constatação XVIII
A tesão obnubila.

Constatação XIX (Via pseudohaicai).
Foi com um pouco de nojo
Que comeu o pastel da esquina.
Mas, com arrojo !

Constatação XX
E como dizia aquele torcedor fanático: -“A bandeira, a camisa, o distintivo dos outros times, para mim, é poluição visual”.

Constatação XXI (De diálogos meio tangenciais).
-“Eu te adoro. Você para mim é como uma filha”.
-“Só como filha ? Como mulher, não ?”
-“Não. Só como filha. Mas sabe, não é por nada não, mas, em alguns casos, acho o incesto perfeitamente justificável”...

Constatação XXII (De conselhos úteis, óbvios).
As qualidades da erva mate já foram, várias vezes, enaltecidas por Rumorejando. No entanto, há uma única restrição, ou melhor, uma recomendação: é que ele não deve ser ingerido em grande quantidade pouco antes de você ir a um espetáculo público (teatro, concerto, balê, cinema, circo, etc.), com risco de você, além de cada vez ter que pedir licença pro seus vizinhos de poltrona para passar, perder grande parte da apresentação. De nada !

Constatação XXIII
E quando o ator estava sendo entrevistado, a uma determinada pergunta, respondeu: -“Sabendo-se como é a humanidade, é muito mais fácil, mais natural, interpretar o papel de bandido do que o de mocinho”...

Constatação XXIV
E como ameaçou, pseudohaicaimente, aquele pai ao filho que havia acabado de tirar o seu título de eleitor:
“Leva um peteleco
Se não votar
No cacareco*”.
*Cacareco era o nome de um rinoceronte que fazia parte do zoológico da cidade de São Paulo e que, na década de 50 ou 60, recebeu a maior votação para a Câmara de Vereadores daquela cidade, numa das maiores manifestações de protesto contra os políticos já efetuada em nosso país e que, face o que vem ocorrendo, não surpreenderia a ninguém a repetição de algo similar...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I (Via duplo pseudo-haicai).
Foi o marreco
Que irritou o galinheiro
Tocando reco-reco ?
E foi o Maneco
Que tomou umas e outras
Num baita caneco ?

Dúvida II (Ah, esse nosso vernáculo).
Foi o Cláudio que claudicou com a Cláudia, clamorosamente ?

Dúvida III
Tá certo! Eu sou um sujeito com o pé na terra. Mas, como é que fica ? O planeta Terra, como os demais, não está solto no espaço ?

Dúvida IV
Quando o teu interlocutor te conta uma mentira, daquelas bem escabrosas, é você que fica envergonhado ?

Dúvida V
É somente quando todos tiverem uma cidadania digna é que ninguém precisará cuidar do nosso carro ? Mas, quando todos tiverem uma cidadania digna, será que ainda existirá esse meio de transporte ?

Dúvida VI
Se o feminino de maestro
É maestrina,
O feminino de canhestro
Não deveria ser canhestrina ?
E o de destro
Destrina ?

Dúvida VII
Foi o médico, especialista em alergia, que não parava de espirrar ?

Dúvida VIII
Foi o caíque,
Do cacique,
Que bateu no dique
E foi a pique ?
(Por favor,
Caro leitor,
Não se vá, fique.
Eu prometo, ao senhor
Que não haverá repique).

Juca

Nenhum comentário: