quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I (De diálogos desencontrados).
Exclamou a mulher que estava ao telefone: -“Caiu a ligação”.
Quis saber o marido que estava lendo o jornal: -“E ela se machucou ?”

Constatação II (De diálogos esclarecedores).
-“Afinal, aquele esquema de reencontros, de aproximações sucessivas para reatar com a tua ex-mulher acabou ocorrendo ?”
-“Que nada. Arrumei uma outra, muito melhor”...

Constatação III (De elucubrações, com conselhos úteis).
A palavra caduca pode ser escrita também da seguinte maneira 2k+du, senão vejamos:
Caduca, colocando em evidência “ca”, segue-se: ca(1+1)+du = 2ca+du; ca = a constante k, donde caduca = 2k+du, c.q.d.*
*Se você ainda não aprendeu c.q.d. quer dizer como queríamos demonstrar, conforme
Rumorejando já andou divulgando em tempos imemoriais.

Constatação IV (De resposta “bazofiamente” “gabola”).
“Você conseguiu resolver aquele problema que eu depois de mil e uma tentativas não consegui ?”
“Claro! Não só resolvi como achei a solução muito fácil, muito elementar”...

Constatação V (Via pseudo-haicai).
Procurou, com acuidade,
Uma rua, sem buraco, lá,
Na sua “desadministrada” cidade.

Constatação VI
Quando a gente estudava no ginásio, a Cadeira de História do Brasil, os livros e os professores, da época, enalteciam os Bandeirantes, sob a alegação que eles desbravaram o interior, abrindo novos caminhos, quando, na verdade, iam em busca de riquezas, como qualquer povo colonialista fez em todos os tempos, seja na América, Ásia, África, nesses continentes todos, enfim. O que os Bandeirantes escravizaram, torturaram e mataram índios, dificilmente é abordado, como a História Oficial deveria. Tá na hora, pois, de revisá-la. Mormente, levando-se em conta que já comemoramos os 500 anos do descobrimento que só foi na base de oba-oba.

Constatação VII (De respeitosa mensagem aos senhores filólogos).
Assim como existe a figura do livreiro – não me refiro somente ao vendedor de livro, mas aquele que te orienta, uma vez que também costuma ler as obras do seu estoque –, existe, também, o “videolocadeiro”. A sugestão, do neologismo, fica aqui consignada para a sua respectiva adoção. De nada!

Constatação VIII
Não se deve confundir faturamento com futuramente, muito embora todo e qualquer faturamento que seja contra a nossa douta e ilustre pessoa poderia e deveria ser feito futuramente, isto é, adiadas sine die e sem juros. No caso do faturamento ser feito por nós, seria de bom, muito bom, de ótimo alvitre que fosse para pagamento a vista, sem desconto. Aliás, foi agindo dessa maneira que um comerciante descobriu como “tirar proveito em tudo”, tão em voga hoje em dia em vários setores...

Constatação IX (Via pseudo-haicai).
O gerente ficou tiririca:
Ao invés de assinatura
Uma ilegível rubrica...

Constatação X (Ah, esse nosso vernáculo).
Eles foram educados, para serem educados. Qual o quê !...

Constatação XI (Via pseudo-haicai).
Esgueirou-se do hospital.
Assim, sobreviveu
A mais de um carnaval...

Constatação XII
As estações do ano estão se antecipando em um mês. Talvez pelo fato da Terra estar se inclinando. Mas, com toda a segurança, não deve ser pelo peso da consciência da Humanidade. Principalmente daquela que se considera civilizada. Muito menos, da dita que se arvora a civilizar os outros...

Constatação XIII
A fim de, em tempo algum, não ser acusado de machismo, Rumorejando sugere que nas conjugações dos verbos também sejam incluídos os pronomes femininos “ela” e “elas”. Exemplo:
Eu rabisco
Tu digitas
Ele escreve
Ela datilografa
Nós garatujamos
Vós “vernaculais”
Eles redigem
Elas transcrevem.
Outro exemplo:
Eu digo
Tu sussuras
Ele declara
Ela resmunga
Nós falamos
Vós exclamais
Eles balbuciam
Elas fofocam.

Constatação XIV
A amiga da japonesa grávida, que há muito tempo não a via, perguntou simpaticamente:
-“É um japonesinho que vem vindo aí ?”
-“O Kenitiro, meu marido, que você ainda não conhece e que também é japonês, espera que sim”...

Constatação XV (Teoria da relatividade para principiantes, não necessariamente apenas pros vetustos, óbvia).
É muito melhor sofrer de priapismo – excitação sexual excessiva – do que de impotência – “desexcitação” sexual excessiva.

Constatação XVI
Efetivamente, num aspecto, as mulheres já se igualaram aos homens: as mesmas barbaridades que eles cometem no trânsito, elas também estão cometendo...

Constatação XVII
Sob condições normais
De pressão e temperatura,
Ela, sem seus percais,
Mereceria uma moldura...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I
Foi o fabricante de parafusos, aquele que tinha um parafuso a menos, que, com as medidas governamentais, entrou em parafuso ?

Dúvida II
Se, eventualmente, o psicanalista conhece e não gosta da pessoa de quem a gente, na sessão, está se queixando e/ou falando mal, não é ele que nos deveria pagar a consulta ou, pelo menos, fazer um razoável desconto ?

Dúvida III
“Me diga, prima: Prima pela ausência a prima do teu primo ?”

Dúvida IV
É mentira, ou verdade, que é mentira ?

Dúvida V
Se os franceses fossem tão apaixonados por futebol como nós, brasileiros, e se não existisse no seu hino nacional o “le jour de gloire est arrivé”, o dia de glória chegou, será que, depois de haverem levantado a Copa do Mundo – vencendo na final, estrondosamente, o Brasil –, será que eles acrescentariam esse tão patriótico trecho ?

Dúvida VI
A alternativa para fugir dos remédios com efeito colateral é recorrer à medicina alternativa ou existe alguma outra alternativa ?

Dúvida VII (De um diálogo com a famosa rima em “ão”, tão raramente usada...)
-“Não é a televisão
Que deixa teu patrão
Mais bobão ?”
-“Meu caro irmão,
Se isso não,
O que, então ?”

Dúvida VIII
Sabendo-se que as ostras somente elaboram uma pérola quando doentes, se alguma espirasse perto de você, você exclamaria “saúde!”, com sinceridade ?

Dúvida IX (Via pseudo-haicai).
Uma derrota do Brasil
Ou do teu time, também te deixa
Uma sensação de vazio ?

Dúvida X (Via pseudo-haicai).
À perspectiva de eleição,
Você também considera
Uma encheção ?

Dúvida XI
Era a atriz que, esperando sua vez de entrar no palco, ficava, no bastidor, bordando com bastidor?

Juca

Nenhum comentário: