sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I
Não se deve confundir corada com carrada, muito embora, um conquistador, daqueles baratos, poderá vir a cumprimentar, poetando, alguma eventual gatona, utilizando, com muita ou pouca propriedade, as duas quase idênticas expressões:
“Uma carrada
De prazer
De te ver
Tão corada”.

Constatação II
Efetivamente o curitibano é um forte. Ele resiste à mudança das quatro estações do ano que ocorrem, várias vezes, na mesma hora.

Constatação III
No dia 17 de outubro de 1998, as agencias noticiosas deram: “O ex-ditador Pinochet se recuperava de uma cirurgia de hérnia de disco quando foi detido”. Provavelmente a cirurgia foi na quinta coluna, digo, na quinta vértebra.

Constatação IV
Durante a conversa com a gatona, a quem o ancião estava fazendo a corte, ela, numa certa altura, falou:
-“O senhor é muito simpático”.
-“Simpático é estimulante; o senhor, é brox, digo, desestimulante.

Constatação V
(Via pseudo-haicai).
Só porque eu apronto
Ela marcou comigo
Um novo desencontro.

Constatação VI
Gato, onça, leopardo, tigre, os felinos de modo geral, têm olhos mefistofélicos. Algumas mulheres, não necessariamente gatonas, também.

Constatação VII (Via pseudo-haicai).
Estou com os nervos em frangalhos:
A turma não aceitou jogar truco
Com os meus inocentes baralhos.

Constatação VIII (Teoria da relatividade para principiantes).
Se, no trânsito, o cara, que te dá uma fechada, traz no pára-choque, ou no vidro, a decalcomania com a propaganda do teu candidato ou do teu partido, você pensa: -“Não tem importância”; se for de um candidato ou partido, de oposição ao teu, você pensa: -“Só podia ser”. Tais pensamentos, naturalmente,/ desde que você seja um cidadão/ que, educadamente,/ não utiliza o palavrão...

Constatação IX (Ah, esse nosso vernáculo).
O veneziano, que casou com uma sua compatriota, uma veneziana, mandou instalar na janela do seu dormitório uma veneziana para que os venezianos não espiassem pra dentro.

Constatação X (De conselhos úteis).
Dependendo do país em que você vive, não fique doente em hipótese alguma. Se você precisar de uma transfusão, arrisca o sangue estar contaminado; se você precisar de um remédio, arrisca ele ser falsificado; se você precisar se operar, com a terrível infecção hospitalar, tome cuidado. De nada!

Constatação XI
E como dizia, pseudohaicaimente, fazendo publicidade, também do medicamento, o ancião:
“Aos olhos, salta:
Com viagra, até sobra.
Absolutamente, não falta”.

Constatação XII
E como deixava recado para a mulher o glutão: -“ Meu bem! Embora eu não seja um vencedor, comi todas as batatas que estavam na geladeira. Me perdoa, sim ? Beijos.

Constatação XIII
Crianças, eu não vi, mas juro que ouvi: O professor Roberto Figurelli, particularmente meu amigo e leitor destas mal traçadas (também por isso amigo...), contou que, “em Florianópolis, o motorista de um ônibus somente arrancou o veículo depois que uma senhora, que estava com uma criança nos braços, passou a roleta e, em seguida se sentou”. O fato, tanto inusitado quanto surpreendente, ensejou que o Professor Figurelli cumprimentasse o motorista. Sem dúvida alguma, atitude de pessoa do tão decantado 1º Mundo. Me refiro a atitude do motorista. Aliás, em Florianópolis – e isso eu vi – os carros dão prioridade aos pedestres. Cá em Curitiba, não é assim. Pena! Um dia, quem sabe, a gente chega lá naquele tal de 1º Mundo. Quem sobreviver, verá...

Constatação XIV
E já que falamos no assunto, o filho do general Augusto Pinochet comparou o seu pai a Jesus Cristo, dizendo que ambos foram traídos. Quanto ao fato de seu pai ter sido torturador e Jesus Cristo torturado, não houve nenhum comentário, nenhuma comparação...

Constatação XV
Não se deve confundir jerico com Jericó, até porque se têm que levar em conta que as trombetas, aquelas que derrubaram os muros de Jericó, conforme conta a Bíblia Sagrada, fazem muito mais ruído do que o zurro de um simples jerico ou de um coletivo de jericos que, somos obrigados humildemente a confessar, não sabermos como se diz. O que confessamos, também humildemente, ser uma “jeriquice”, uma burrada.

Constatação XVI
O João Pereira,
Apelidado de “Soneira”,
Dormiu na palestra.
Pudera, a mestra,
Aquela que é canhestra,
Deu uma canseira
Pois só falou besteira.

Constatação XVII
Há gente trucando com alarde:
Gritos, cerveja e muita blefada.
E a mulher: -“Por que chegou tão tarde ?”
-“Reuniões até de madrugada”.
Ela sabe que tenho sempre todo mês.
E me espera na frente da tv
Só por ter chegado às cinco, dessa vez,
Ela fez um baita fuzuê.

Constatação XVIII (De diálogos pouco, para não dizer nada, esclarecedores).
-“Afinal, aquele escritor escreve bem ou mal ?”
-“Não sei te dizer. Eu nunca entendi os escritos dele”.

Constatação XIX
E como esnobava aquele conquistador barato: -“Até agora, foi mais difícil me desvencilhar delas do que ceder aos insistentes assédios de todas elas”.

Constatação XX
Esperando que todos tenham passado um excelente Natal, Rumorejando augura aos seus leitores um Feliz Ano Novo e os subseqüentes também.

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I
O moço, sem caráter, estava vestido a caráter ?

Dúvida II
Depois de tanta tunda,
O pobre do meu Paraná
Ficou na Segunda.
E será que só vai ficar por lá ?

Dúvida III É em Carrasco* que morava o carrasco ?
*Carrasco = Bairro de Montevideo.

Dúvida IV (Catártica, via pseudo-haicai).
Foi aquele cara grosso
Que, depois de tanta grossura,
Ficou com a corda no pescoço ?

Dúvida V (Via pseudo-haicai).
Alcoólatra
É quem faz da bebida
O seu idólatra ?

Dúvida VI
Telepata é a pata que grasna ao telefone ?

Dúvida VII (De parentesco, via duplo pseudo-haicai).
A maluquice
É prima irmã
Da doidice
Ou é só
Disse-que-disse ?

Dúvida IX
Na sua opinião sincera, prezado leitor, qual é a efetiva razão que tantos querem ser eleitos ? (Cartas à redação para que também possamos saber, já que, mais uma vez, somos obrigados a confessar, humildemente, a nossa ignorância que, como alguns poderão maldosamente pensar, em nenhuma hipótese é crônica. Obrigado).

Juca

Nenhum comentário: