quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I (Via pseudo-haicai).
No meio da multidão
A costureira, absorta,
Costurava um simples botão.

Constatação II
Pobre, quando consegue se candidatar, obtém um ou outro votinho; rico é sufragado.

Constatação III
E como dizia, pseudo-haicaimente, o obcecado, aquele nosso velho conhecido:
“Quem nunca cometeu traição,
Pelo menos em pensamento,
Não tem imaginação”.

Constatação IV
Se não fosse essa sucessão de pindaíbas,
Que me deixaram num miserê danado,
Eu, agora, poderia estar bem bronzeado
Me banhando no mar das Caraíbas.

Constatação V
Não se deve confundir grosa – a ferramenta de desbastar madeira – com glosa – “cancelamento ou recusa, parcial ou total, dum orçamento, conta, verba, por ilegais ou indevidos” –, muito embora a Receita Federal, na maioria das vezes, faz uma glosa tão profunda em nossa declaração de imposto de renda que até parece que foi utilizada para tal uma grosa. (Em algumas regiões do país, as duas palavras significam a mesma coisa, no sentido de glosa. Aí, não só se pode confundir, como é permitido...).

Constatação VI (Alerta quanto aos banqueiros e os políticos).
Atacaram com frotas,
Os banqueiros poliglotas,
Vestidos como janotas,
Pilotando luxuosos Toyotas,
Contando muitas lorotas,
Intercaladas com anedotas;
De juros, levaram muitas notas.
Será que engabelaram os idiotas,
Com suas tradicionais marmotas ?
Pro nosso sofrido país, novas derrotas.
Tá na hora de vir novas patotas,
Absolutamente sem botas,
Pelo menos, um poucochinho patriotas,
Traçando novas rotas.
Portanto, vê lá em quem, na próxima, tu votas...

Constatação VII
Tá certo que o voto é o ato representativo da democracia, só que, para ser candidato, a fim de poder receber os tais votos democráticos, não sai por menos do que vários milhões... Democraticamente, tenho dito!

Constatação VIII
Disse a moça na promoção do novo comestível, no supermercado: -“A senhora não quer provar o nosso produto? Ele dura até 2 anos!”
Disse a freguesa: -“Fico imaginando, então, quanto produto químico que ele não deve ter...”

Constatação IX (De conselhos úteis).
Cuidado com o pastel da esquina, em geral, e com um daqueles 40 que a pastelaria apregoa produzir, em particular, já que guardar e conservar fresco o recheio desse elevado número, principalmente daqueles que têm menos saída, deve ser meio difícil. De nada!

Constatação X (Via pseudo-haicai).
O candidato tão absurdo, tão grotesco,
Tão indigno, digno de figurar numa peça
Do autor teatral romeno Eugène Ionesco.

Constatação XI
A mãe natureza não distingue os bons dos maus; a justiça dos homens, às vezes, tampouco.

Constatação XII (Via pseudo-haicai).
Pelo Poder ficou obsedado
O candidato sem escrúpulos;
Eleito, claro, ficou deslumbrado...

Constatação XIII
Perguntou, fazendo charme, o pai pro namorado bocó da sua filha: -“E como é que vai o namorado da minha filha ?”
Respondeu, já brabo, o namorado bocó pro pai da sua namorada: -“E eu que achava que era o único namorado da sua filha”.

Constatação XIV
Diz o otimista: -“Quando eu nasci, eu comecei a viver”; diz o pessimista: -“Quando eu nasci, eu comecei a sobreviver; diz o fatalista: -“Quando eu nasci, eu comecei a morrer; diz o realista: -“Quando eu nasci, eu tratei de sobreviver para poder viver e, daí, morrer. Diante de todos esses disse-que-disse ou diz-que-diz-que, eu não digo mais nada...

Constatação XV
Aquela piada, tão conhecida, cujo desfecho é: “mas, você vai ver a gente que eu vou pôr lá” perdeu completamente a sua atualidade. Não que a gente tenha melhorado. É que, de uns tempos para cá, passou a ocorrer, com muita freqüência, tempestades, furacões e até terremotos no Brasil...

Constatação XVI (De conselhos úteis).
Se nos próximos anos, os feriados não forem tão benevolentes como no ano de 2009 que, em sua maioria, caíram numa sexta ou segunda-feira, não se vexe. Se, por exemplo, caírem numa quarta-feira faça a ponte na segunda e terça ou na quinta e sexta, já que, como é sobejamente sabido, você absolutamente não é de ferro. De nada! A propósito, por não ser de ferro, você, se quiser também, poderá fazer a ponte em todos aqueles quatro dias anteriormente citados. De nada!

Constatação XVII
Do jeito como, hoje em dia, os jovens, no seu conceito de liberdade, estão se comportando, aguardem para muito breve o professor chamando a atenção dos alunos de que o “walk men” está com o volume muito alto e, consequentemente, atrapalhando a aula e daqueles que querem prestar atenção, ouvir a seguinte resposta: “Os incomodados que se mudem”...

Constatação XVIII
Aos prezados leitores Rumorejando augura Feliz Ano de 2010, 2011, 2012, dois mil+n, dois mil + n+1, dois + mil n+2...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I
Pernóstico
Era somente
Quem
Utilizava,
Essencialmente,
Na rima, também
O acróstico* ?
*Acróstico = “Composição poética na qual o conjunto das letras iniciais (e às vezes as mediais ou finais) dos versos compõe verticalmente uma palavra ou frase”.

Dúvida II
Será que o sol deixou de brigar definitivamente com Curitiba ?

Dúvida III
Será que, no campeonato brasileiro, o time que estava indo mal bastava jogar com o meu Paraná para levantar a moral à custa desse meu tão sofrido time ?

Dúvida IV
Querer abrir o portão de casa com a chave do carro ou querer abrir o carro com o chave do portão é um ato falho ou é estar ficando gagá mesmo ?

Dúvida V
Será que a turma, que enche a boca e a nossa paciência quando fala em países do 1o Mundo, se dá conta que não existe país do assim chamado 1o Mundo que, para chegar lá, não deixou de explorar, de alguma forma e algum longo tempo, outros países ? E que a tão decantada globalização enseja, de alguma forma, que isso continue a ocorrer ?

Dúvida VI
Será que remédio falsificado tem o atenuante de não dar efeito colateral ?

Dúvida VII (Via pseudo-haicai).
A cada ano
O assunto eleição
Fica mais profano ?

Dúvida VIII
Quem ri por último ri melhor, ou quer dizer que levou mais tempo para entender a piada ?

Dúvida IX
Com essa chuvarada toda, assim como eu, você, prezado leitor, também chegou a criar bolor até na alma ?

Dúvida X
Você, prezado leitor, acredita que, depois de eleito, algum candidato, em sã consciência, poderá pôr a saúde e a educação da população em nosso país no mesmo nível dos seus interesses pessoais e políticos ? Acredita ?

Juca

Nenhum comentário: