quinta-feira, 18 de março de 2010

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I

Não se deve confundir enche com preenche, muito embora quem vai e preenche um formulário, como, por exemplo, o de declaração de bagagem, normalmente, se vê obrigado a responder muitas perguntas do dito cujo e não pode deixar de se permitir de fazer o seguinte comentário: “como enche cada vez que a gente preenche esse tipo de coisa”.


Constatação II

E como dizia aquele sujeito muito educado: “Eu gostaria de lhe pedir a gentileza do senhor me passar o seu relógio e o seu dinheiro, tendo em vista que esta arma está carregada e ela é, como eu, muito sensível”.


Constatação III (Via pseudohaicai).

A petulância

É íntima

Da abundância.


Constatação IV

E como explicava o mercosulense: “Bostejar, em espanhol, quer dizer bocejar, muito embora, para nós, brasileiros, não pareça”...


Constatação V(Deu nos jornais: “Fila para prevenir câncer de próstata”).

Rico, quando faz exame da próstata, o faz através do psa e da ecografia; pobre, leva dedo.


Constatação VI

Na década de 90, mais precisamente no fim de 1998, os jornais publicaram: “Exportação perde US$10 bilhões com barreiras dos EUA”. Naquele tempo a gente pensava "Que diabo de globalização é essa que só eles é que podem proteger a sua – deles – economia ? Pelo jeito, barreira na economia dos outros países não arde". Agora o Brasil, depois de tanto levar fumo, retaliou os nossos irmãos do norte em represália as nossas exportações de algodão. Bem feito...


Constatação VII (De conselho úteis).

Se você já não agüenta

A tua sogra rabugenta

Que só te apoquenta,

Que só te atormenta,

Não esquenta:

Diga a ela que após os quarenta

A gente fica sedenta

Da paz, que nos alenta.

Se mesmo assim ela não se ausenta

Ameace contratar o João Pimenta,

Mais conhecido por João Arrebenta,

Aquele de pele bexiguenta,

E de cara sardenta

E que transforma gente em polenta...

Você vai ver como teu cartaz aumenta

Com essa tua assim chamada “parenta”.

Aliás, é uma idéia que sempre me tenta

E que muitos anos me acalenta...


Constatação VIII (E assim nós vamos. Viva “nóis”).

“Operários aceitam redução de salário”. Esta nefasta notícia lembra a história do cidadão que, cada vez, diminuía a ração do seu cavalo para ver se ele se desacostumava a comer. Quando o cavalo já estava se desacostumando, aí ele morreu...


Constatação IX

Tomei

Um diclofenaco

Dietilamônio

Porque a sogra,

Aquela ogra,

Me encheu o saco

De olho

No restolho

Do meu escasso patrimônio.

Quase finei.


Constatação X (De conselhos úteis dados por um expert recentemente. De nada!).

Se foi extremamente mal

O teu time favorito

No campeonato nacional

Não fique aflito,

Muito menos constrito,

Pegue um apito

E vá pular o carnaval

No maior agito,

No Rio, Bahia ou Blumenau.

Mas não esqueça do dito:

Quando se vai a um comensal

Não se leva sanduíche, no caso, a “frau”...


DÚVIDAS CRUCIAIS


Dúvida I

Hoje em dia, não é normal nascer com parto normal ?


Dúvida II (Dos tempos modernos do Rambo & Cia, via pseudohaicai).

Do brinquedo

Do teu filho

Você fica com medo ?


Dúvida III

Se existir vida em outros mundos, à semelhança do planeta Terra, será que vai ser preciso tirar passaporte para visitá-los ?


Dúvida IV

Será que mamãe joão-de-barro (sinônimos: joão-barreiro, barreiro, amassa-barro, maria-de-barro, oleiro, forneiro, pedreiro) trata o seu filhinho de joãzinho-de-barro, joão-de-barrinho ou joãozinho-de-barrinho ?


Dúvida V

Tem certeza que o bode estava com cheiro de jasmim ?


Dúvida VI

Quando alguém te aponta, ameaçadoramente, um 38 é porque o teu anjo da guarda anda meio desleixado ?


Dúvida VII

Será que está havendo algum concurso entre as emissoras de televisão para ver qual é a que mais apela ?


Dúvida VIII

É a rosa dos ventos que vive resfriada ?


Dúvida IX (Via pseudohaicai).

O dentista

Que não usa a broca

É um saudosista ?


Dúvida X

Já raiou a liberdade ? Em qual horizonte mesmo ?


Dúvida XI

Será que o Baby Doc, que vive em Paris, vai colaborar com os recursos para as vitimas do Haiti com o dinheiro que ele e o pai surrupiaram do governo haitiano quando estavam no Poder? Quem souber, por favor cartas pelo correio eletrônico.
Obrigado.


Dúvida XII

De repente, não mais que de repente, foi o repentista que, num repente, comeu o pente e tomou um repelente ? (Perdão, leitores).


Dúvida XIII

Será que para ser ministro em geral e da Educação em particular, o candidato não deveria se submeter a um vestibular ?


Dúvida XIV

Será que o governo,

Sempiterno,

Que inferno!

Assaz

Incapaz,

Se compraz

Em deixar

Se acabar,

Finar

Os aposentados,

Tão achincalhados,

Tão desesperados ?


Dúvida XV

Se a situação continuar desse jeito, você não acha que o réquiem deverá ser entoado também para os sobreviventes ?


Dúvida XVI

Será que o proxeneta

Dá comissão, sem fazer careta,

De seus altos negócios ao capeta ?

Ou ele faz alguma motreta ?


Dúvida XVII

A “Dúvida XVI” é de quem é xereta ?

Ou de quem é marreta ?


Dúvida XVIII

Você, prezado leitor, acha que o projeto que trata da corrupção ser considerado crime hediondo será algum dia aprovado? E você acha que alguém é louco de aprovar o inverso de legislar em causa própria?


Juca

2 comentários:

Marina da Silva disse...

Juca,
sem querer, mas já me intrometendo,respond´-me uma dúvida crucial: você faz PSA ou leva dedada?kkkk
Parabéns! suas rimas me fazem rir! abraço.Marina.

Juca disse...

Nem uma coisa, nem outra, muito antes pelo contrário. [ ]'s Juca