sexta-feira, 2 de abril de 2010

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (Passível de mal entendido).

Ela voltou a pintar e bordar.

Constatação II (De expressões, adaptadas aos tempos, lamentavelmente, globalizantes).

Aquele cara tá mais perdido do que recém formado em busca de emprego.

Constatação III

Tem gente que meneia os ombros,

Dizendo que está tudo muito bom,

Diante de todos esses escombros

Que estão deixando a nossa nação.

Constatação IV (Passível de mal entendido).

Ele canta já na segunda-feira para poder comer.

Constatação V (Com rima em “inho”, mas sem apelar ao diminutivo).

O teu sobrinho,

Aquele que toca um pinho

E só anda com roupa de linho,

Acabou, sozinho,

Com todo o meu vinho.

Depois, quis fazer carinho

No nosso vizinho.

Constatação VI

Tornou-se muito comum, nos dias de hoje, relacionamentos amorosos entre casais com diferença de idade muito acentuada. Tanto que isso é verdade que me contaram que ouviram por aí a garota contando para as amiguinhas: “O bisneto da minha vizinha tá de olho na minha bisavó”. Si non é vero...

Constatação VII

Rico faz manha; pobre c.... doce

Constatação VIII (De uma dúvida crucial)

De onde será que sai essa dinheirama toda que os ditadores, ex-presidentes, etc. costumam demonstrar que possuem, quando viajam por esses países todos, ou por lá se estabelecem, cujas diárias de hotel, restaurantes, passeios, operações cirúrgicas e por aí afora, custam fortunas que não é de qualquer salário mínimo da vida que se pode sacar ? (Cartas ao correio eltrônico. Obrigado).

Constatação IX (De conselhos úteis).

Tendo em vista o mundo que hoje em dia nós estamos vivendo, em que as pessoas querem tirar proveito em tudo, consequentemente nos passando para trás, você deve dar uma de escoteiro, não no sentido apenas de fazer boas ações, mas também ficando sempre alerta para que tal não venha a ocorrer. De nada!

Constatação X

Rico franze o sobrolho; pobre, é mal encarado.

Constatação XI (De conselhos úteis, via pseudo-haicai).

Seja de briga,

Só quando a pressão

Te obriga.

Constatação XII

Ela pediu desquite

Do pobre marido

Que se sentiu ferido,

Magoado,

Preterido,

Compungido.

Por causa da artrite,

No lugar errado,

Coitado!

Constatação XIII

Cúmulo da desconfiança e da confiança, respectivamente, é a mulher contratar um detetive particular, para seguir os passos do marido, só porque a cartomante falou: “Vejo uma loira ao lado do seu marido”.

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I

Depois de fazer amor a grande altura, conforme as companhias aéreas andaram se queixando dos passageiros, será que o próximo passo da turma, em busca de novas emoções, será nos submarinos em profundidade ? Ou com escafandro ? E será que a Marinha dos países vão estar de acordo ? (Tomara!)

Dúvida II

Era o plantador de abóbora que só falava abobrinha ?

Dúvida III

Foi o comedor de vidro que reclamou que o licor foi servido em copinho de chocolate ?

Dúvida IV

Se você não sabe resolver uma equação do 3o grau, de cabeça, não fique triste. Você, por um acaso, já ouviu falar ou conhece alguém que sabe ?

Dúvida V

Foi a Glória que percorreu gloriosamente o caminho da glória ?

Dúvida VI-

“Por que a mata é virgem ?”

-“Porque o vento é fresco”.

-“E como é que você explica quando ele dá uma de machão, destelhando e até derrubando casas, hein, hein, hein ?”

Dúvida VII

Eu não sei por que que a turma fica dizendo que os tucanos costumam ficar em cima do muro. Será que a turma não conhece a palavra “neutro” ?

Dúvida VIII

Será que, em Curitiba,

Neres de pitibiriba

O saudoso sol,

Com seu arrebol ?

Dúvida IX

Já imaginaram a aporrinhação se, nas eleições, houvesse um terceiro, quarto, etc. turnos ?

Dúvida X

Os candidatos mantiveram a disputa em termos altos. Em qual país, mesmo ?

Dúvida XI

A atual política econômica a quem mesmo ela favorece ?

Dúvida XII

Será que os candidatos, vitoriosos ou não, nessa última eleição, se deram conta de que o eleitorado lhes outorgou mais crédito de desconfiança do que de confiança ?

Dúvida XIII (Via pseudo-haicai).

Para a torcida,

A decisão do juiz

Sempre será distorcida ?

Dúvida XIV

Será que não está na hora de, junto com a declaração de bens dos políticos, quando assumem um cargo na função pública, também a outorga, por eles, duma autorização, duma procuração, a quem de direito, para que seja possível, em qualquer época, se ter acesso, no caso de suspeita, a seus depósitos em bancos também no exterior ?

Dúvida XV

Foi o lençol elétrico que deixou ela tão elétrica ?

Dúvida XVI

Tem gente

Por aí

Que só tem querer,

Achando não ter

Algum dever.

A ti

Não parece

Pessoal doente

Que sempre esquece

Da gente ?

Dúvida XVII

Será que a dúvida mais crucial de todas as dúvidas cruciais é a da convicta: “Será que é bom ?”

Dúvida XVIII (Via pseudo-haicai).

Gente por aí campeia

Que fatura

Com a vaidade alheia ?

Dúvida XIX

Quem não pratica* fica sem prática ?

*Natação, basquete, tenis, polo aquático, etc.

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: