quinta-feira, 22 de julho de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I

Não se deve confundir depor com repor, até porque, quem ler o livro do jornalista Milton Ivan Heller, Resistência Democrática, que trata sobre a repressão no Paraná, vai se dar conta que na época da ditadura militar, muita gente foi convocada a depor e, como ainda não haviam inventado o clone, não foi possível dar um jeito para repor nem parte desse pessoal todo, pois nunca mais se soube mais do paradeiro deles... Maus tempos.

Constatação II

E, também, não se deve confundir murista*, aquele que vive em cima do muro, com humorista, muito embora, na maioria das vezes, o murista, pelas posições que toma, inerentes a sua condição, possa ser confundido com um humorista. A recíproca, nesses casos, jamais, em tempo algum, foi, é ou será verdadeira.
*Sugestão de Rumorejando aos filólogos.

Constatação III

O septuagenário estava se sentindo tão velho, tão velho, mas tão velho que já não se considerava mais testemunha ocular da História, mas da Pré-História.

Constatação IV

Rico é empírico e se equivoca; pobre, improvisa e dá com os burros n’água.

Constatação V (Ah, esse nosso vernáculo).

Ela estava com uma pesada lide, com uma odisséia, para dar uma mera lida na Ilíada e na Odisséia de Homero.

Constatação VI

Era um cara tão sujo, tão sujo, mas tão sujo que, ao morrer, a seu pedido, incineraram o seu corpo, mas não atiraram as cinzas ao mar, como também tinha sido sua vontade, para não poluí-lo ainda mais.

Constatação VII (Tão de acordo, amigos Marcos Antônio Giacomazzi, de Getulio Vargas – Rio Grande do Sul e Rui Afonso Tomé, de Pato Branco - Paraná ?).

Na hora de sorver
O chimarrão,
Errada atitude
É não
Pôr a bomba –
Seja curva, reta
Ou em forma de tromba –
Como meta
De modo a conter
O talude.

Constatação VIII (De diálogos meio dicotômicos).

-“E a vida como é que vai ?”
-“Não posso me queixar. Deus sempre foi generoso comigo”.
-“Mas você também deu duro na vida”.
-“É verdade. Realmente, não foi fácil. Porém tem gente que deu duro na vida e Deus não foi generoso”.
-“Isso também é verdade. Só que tem quem não fez nada na vida e, assim mesmo, Deus foi generoso com essa gente”.
-“Também não deixa de ser verdade”.

Constatação IX

Não se deve confundir adoção com adição, até porque com a adoção de certas medidas, tomadas pelo governo, resulta numa adição no déficit do nosso já tão escasso e minguado orçamento.

Constatação X

Pobre, quando se dá conta que cometeu uma gafe, diz: “passe uma borracha”; rico, manda “deletar”.

Constatação XI

Resiste,
A tremer,
O aposentado
E persiste
Em sobreviver,
Com um trocado.
Coitado!

Constatação XII (Rememorando, entre outros, a nossa história).

Logo depois que o presidente Janio Quadros, para alguns poucos de saudosa memória, renunciou à presidência da República do Brasil, ele tentou correr atrás do prejuízo e recomeçar tudo de novo, candidatando-se ao governo do estado de São Paulo. Seus principais adversários foram: Carvalho Pinto, ou o seu candidato, já não me lembro mais, e Ademar de Barros. Carvalho Pinto havia sucedido Janio Quadros no governo de São Paulo e tudo levava a crer que a sua intenção era de suceder Janio Quadros na Presidência. A decepção de Carvalho Pinto foi tão grande que, quando Janio, já demissionário, parou em São Paulo, vindo de avião de Brasília para, digamos, parlamentar com ele, no decorrer da conversa, as coisas foram azedando de maneira tal que dizem que até pontapé ocorreu. Mas, isto, já é outra história.
Ademar de Barros, que acabou vencendo as eleições – os votos de Janio Quadros e de Carvalho Pinto, ou do seu candidato, se dividiram –, não governou por muito tempo porque teve o seu mandato cassado pelo poder militar que se apossou do país. O Dr. Ademar de Barros, que ficou conhecido por “rouba, mas faz”, que, recentemente, foi usado pelos adversários do Sr. Paulo Salim Maluf, em várias eleições, era formado em medicina. Ele começou sua campanha contra seu grande rival Janio Quadros, que o havia derrotado nas eleições para presidente, contando a seguinte história aos eleitores: “No meu tempo de atendimento aos pacientes, um dia eu fui atender um chamado numa casa em determinado bairro e eis que, em chegando lá, me deparei com o marido, visivelmente bêbado, surrando a sua mulher. Aí, eu falei para o sujeito que não batesse na mulher; que em mulher não se batia nem com uma flor; que aquilo que ele estava fazendo era muito feio e coisas assim. A mulher, que até àquela hora não havia aberto a boca a não ser para gritar enquanto apanhava, se dirigiu para mim, dizendo que eu não tinha nada a ver com isso e que ele batia no que era dele. Se você eleitor paulista quer agir como aquela mulher que gosta de apanhar, então vote em Janio Quadros”. E lá seguia o Dr. Ademar de Barros apregoando suas virtudes enquanto falava mal de seu maior inimigo político...
Contei toda essa história, também para dizer que na vida há gosto para tudo. E tanto há que, nesses dias, numa repartição pública, foi ouvido a maviosa voz daquela super gata, dizendo: “Paulinho! Se até daqui duas horas, você não tirar a mão da minha bunda, eu te denuncio por assédio sexual”...

Constatação XIII (Elementar).

A globalização,
Meu patrão,
Seria muito bom
Não fosse a exclusão.

Constatação XIV

O fofoqueiro,
Atrevido,
Faz intriga,
Provoca briga,
O dia inteiro
Para se sentir inserido,
Concernido,
Em qualquer tema.
Até bola teorema
Para provar
Que é um luminar.
Nem um segundo
Dá pra agüentar
Esse imundo,
Vagabundo.
Esse... e mais não cito.
Tenho dito!

Constatação XV

“Não faça filigrana”,
Disse o assaltante,
“Me passe logo a grana
Que dentro de um instante
Tenho reunião importante
Com gente bacana
E não tenho sonante
Nem pra comprar uma banana”.

Constatação XVI

Rico é um sutil comerciante; pobre é um venal trambiqueiro (Será que venal trambiqueiro é pleonasmo?).

Constatação XVII

Este assim chamado escriba torceu para a Argentina contra a Alemanha, pois era um time sul americano contra um time europeu. Analogamente, em favor dos uruguaios contra os holandeses, ainda que o maracanazo, desde 1950 até hoje, está atravessado na minha garganta. O que não me agrada nos argentinos é o nariz empinado e as botinadas nos jogos contra o Brasil. Isso, claro, não tira minha paixão pelo tango e pelo atual cinema argentino. Quanto a rivalidade futebolística, essa é tão grande quanto o Grêmio x Internacional, em Porto Alegre, o Avaí x Figueirense, em Florianópolis o Coritiba x Atlético, em Curitiba e assim por diante. São casos insolúveis.

Constatação XVIII (Teoria da Relatividade para principiantes).

É muito melhor ser assaltado por dúvidas cruciais do que por um cara que te aponta um 38 na direção do teu indefeso e inocente nariz.

Constatação XIX

Deu na mídia: “Apenas das 20 melhores escolas no Enem são públicas”. “Melhor do Enem 2009 tem mensalidade de R$ 2.700,00”. Quem não tem dinheiro para pagar uma escola particular ta ferrado. Os ministros da Educação e da Saúde no Brasil são dois parlapatões. Este assim chamado escriba não precisa mais votar porque já passou dos setenta anos, mas vai votar na Marina Silva porque ela sabe o que é pobreza e seus problemas. Tenho, ao declarar desde já o meu voto, dito!

Constatação XX

No necrológio,
Do cara raquítico,
O político,
Tentando dar
A impressão
De altamente ético
Em sua oração,
Ou melhor,
Na sua peroração
Laudatória,
No seu falar
Apologético,
Enaltecedor,
Elogioso,
Martirológio,
Mostrando falsa dor,
Mas assaz mentiroso
Deixou escapar
Uma história
De que o finado
Havia surrupiado
Seu relógio
Quando tava numa pior.
Coitado*.
*Não ficou muito claro quem é o “coitado”. Se o político ou o finado. Quem souber, por favor, comentários no blog. Obrigado.

Constatação XXI

O prezado leitor já assinalou que, quando o seu cérebro decodifica e assinala os acordes dos Noturnos de Frederic François Chopin, por exemplo, e tantas outras, podendo, ou não, fazer rolar alguma eventual lágrima, foi pelo motivo de que uma ramificação se transladou e acabou tocando, também, o seu sensibilíssimo coração?

Constatação XXII

O presidente da FED, o Banco Central dos americanos do norte, Ben Bernanke de forma pomposa declarou em discurso: “Avaliaremos cuidadosamente os acontecimentos financeiros e econômicos e estaremos preparados para aplicar políticas conforme for necessário para amparar o retorno à utilização plena do potencial produtivo da nossa nação num contexto de estabilidade de preços". Comentário de um simples cidadão daquele país: Ferramo-nos*.
*Não foi bem essa palavra que ele usou. Foi outra que também começa com a letra efe, mas que Rumorejando, educadamente, se resguarda o direito de não publicar. Obrigado pela compreensão.

DÚVIDAS CRUCIAIS.

Dúvida I

Foi a condessa de origem italiana, da conceituada linhagem Rondinelli, aquela que até para seus animais de estimação havia providenciado brasão, que queria modificar seus documentos pessoais, passando a assinar seu nome Ronddinnellli, assim mesmo com dois dês, dois enes e três eles ?

Dúvida II

Foi a namorada do Zorro que, por causa do Tonto, o amigo inseparável do Zorro, cometeu uma tontice, uma zorra ?

Dúvida III

Nos campeonatos, no Brasileirão e outros quantos mais, o meu Paraná tem sido posto num desrespeitoso lugar que os despeitados adversários acharam, erroneamente, que foi no devido. Não é o fim dos tempos e da picada?

Dúvida IV

Ideal
Sem patrono
É igual
A cachorro sem dono ?

Dúvida V (Via pseudo-haicai).
A tosse comprida
Encurtou seu beijo
À prometida ?

Dúvida VI
Nem Pantagruel
Comeria
Aquele pastel
Da pastelaria
Do seu Manoel
Feito pela Da. Maria ?

Dúvida VII

A CPI
Dos Bancos
Por aqui
Vai aos trancos
E barrancos ?

Dúvida VIII

E já que falamos em tão intrincado assunto, por que será que nunca, até hoje, foi ao menos cogitada a CPI das pizzarias ?

Dúvida IX

A senha da Internet
No seu computador
Não lhe compromete
Perante seu provedor ?

Dúvida X

Fracalhão
É quem não
Enfrenta,
Ou não
Agüenta
A mão ?

Dúvida XI

Quando você se dá conta que a premiação do Oscar desperta muito mais a atenção da classe média brasileira – que se preparou para assistir na televisão, com pipoca e tudo o mais –, do que dos nossos gravíssimos problemas, você também conclui, tristemente, que este nosso país é efetivamente insolúvel ?

Dúvida XII

Baseado na dúvida anterior, você também acha que a gente engole tudo que a mídia televisiva nos impõe ?

Dúvida XIII

A Diretoria do meu Paraná não tem feito pagamento, em dia, os salários dos jogadores. Será que eles acham que os jogadores e respectivos familiares têm vocação para jejuar?

Dúvida XIV

O PPS do meu estado alerta filiados que não tolerará infidelidade. Será que tampouco a conjugal?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: