quinta-feira, 26 de agosto de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (Via pseudo-haicai).

Por mais que te dê agrura,
Não adianta uma censura
Em quem é caradura.

Constatação II

Com a globalização, o ser humano entrou definitivamente no rol dos descartáveis.

Constatação III (De conselhos úteis).

Se a tua massa corpórea já atingiu 40 quilos por metro quadrado de duas, uma: ou você pretende figurar no Guiness Book de recordes, ou está na hora de você – com toda urgência urgentíssima, daquelas do tipo que o governo, na base do rolo compressor, aprova um projeto do seu interesse –, começar um regime para emagrecer. De nada!

Constatação IV

É impressionante o número de políticos e governantes que se manifestaram favoráveis ao combate à pobreza. Até aí, tudo bem. Ou, tudo mal. Senão, vejamos: Quando Cristovão Colombo perguntou aos que lhe eram contrários a sua viagem, que culminou com o descobrimento da América, se eles sabiam pôr um ovo em pé, todos foram unânimes em dizer que não. Então, Colombo amassou, sem quebrar de vez, um dos lados do ovo e este ficou em pé. -“Mas, assim, nós também sabíamos”, lhe disseram. –“E por que não o fizeram ?”, retrucou o genovês. E por que, até hoje, ainda não deram início ao combate à pobreza, já que têm tantos de acordo, inclusive os candidatáveis ?, pergunta, modestamente, o autor destas mal traçadas.


Constatação V

Nesta malfadada época de escassez de empregos, mais difícil se torna a tomada de decisão quanto ao PDV que quer dizer Programa de Demissão Voluntária que, principalmente as empresas de governo, colocam em prática. Os empregados ficam naquela dúvida terrível entre o ser ou não ser: “Pego a assim chamada bolada e vou ver o que faço ou continuo no meu emprego cuja estabilidade, após uma eventual privatização, é uma baita incógnita ?” Esses empregados ainda tem essa opção, por mais dúvida crucial que seja. Outros vão para a rua, incontinente. Num país como o Brasil, que macaqueou os países ricos sem passar por estágios de desenvolvimento que eles passaram, ao invés de criar empregos, se cria desemprego. E, claro, viva “nóis”...

Constatação VI (De diálogos esclarecedores).

-“Eu acho que esse chineses querem dominar o mundo. Seria a tão temida hegemonia da raça amarela”.
-“Se querem dominar o mundo, eu não sei. Mas eu acho que, depois de tantos anos de colonização estrangeira, pelo menos, eles querem ter domínios sobre si mesmos”...

Constatação VII

Não se pode confundir cambial com canibal, muito embora certas atitudes com a banda cambial, recentemente ocorridas em certos países, representaram para pessoas físicas e jurídicas, para a economia de certos países uma repercussão social negativa (o social, ora o social...), uma atitude digna de um canibal, se é que um canibal pode ser digno... Dúvida crucial: Será que canibal digno é aquele que come com garfo e faca e com os braços junto ao corpo, sem levantar as “asas” ?

Constatação VIII (Teoria da relatividade para principiantes).

É muito mais fácil entender uma piada contada por uma mulher do que a própria.

Constatação IX (Ah, esse nosso vernáculo).

Naquela quietude, só interrompida pelo cricri de um grilo, eu não cri no que estava ouvindo: ela, bem cricri, se pôs a falar da crí...tica cri...se cri...ada pela cri...ada. Que cri...ca!

Constatação X

Rico atravessa períodos do delicado momento econômico; pobre, vive na eme.

Constatação XI

Terminou o doce convívio.
Ambos disseram:
Que alivio !”

Constatação XII

Fim do mundo ?
Qual nada!
Esse temor profundo,
Esse medo efêmero.
É o fim da picada!
É, apenas, eclipse solar
Do 1o gênero ?
Ou do segundo ?
Talvez anular.
Não será lunar ?
Pode ser uma total
Ou parcial.
Quiçá penumbral.
E a eclipse perigeu ?
Não a apogeu.
Nada disso vai importar.
O mundo não acabou
E, novamente,
Às voltas eu estou,
Igual a tanta gente,
Com minhas contas pra pagar.

Constatação XIII

Não se deve confundir pregresso, que quer dizer “decorrido anteriormente”, com progresso, até porque na bandeira brasileira está escrito “Ordem e Progresso” e absolutamente não está escrito “Ordem e Pregresso”, muito embora, mesmo que não sejamos anárquicos, dificilmente, no segundo caso, a turma seguiria o mencionado dístico, tendo em vista que o primeiro já não é levado muito a sério...

Constatação XIV

Não é por nada, não, mas, cá entre nós, a boca pequena, essa briga entre monetaristas e desenvolvimentistas é para inglês ver. É o nada contra o coisa nenhuma. Se fosse para criar empregos, como os desenvolvimentistas estão pretendendo apregoar, bastaria já ter tomado, há muitíssimo tempo, uma decisão política de criar programas voltados ao apoio de indústrias de fundo de quintal, pequenas e médias indústrias, com juros e prazos compatíveis, iguais, por exemplo, aos que beneficiaram banqueiros como o Proer. Também, recursos para assentamentos e respectiva assistência técnica da Emater e afins; para a construção civil e tantos outros absorvedores de mão-de-obra. E, tudo isso, sem que se tivesse criado inflação, como temem os bens nutridos monetaristas. É uma questão, apenas, de vontade política. Vale lembrar que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES anda discutindo a oferta de linhas de crédito para quem tinha empréstimos em dólar, isto é, às grandes empresas. Aliás, está na hora do BNDES retirar a letra “esse” e voltar ao seu nome original de BNDE, já que também financiou e vem financiando as privatizações. Dúvida crucial: Se é para financiar as privatizações como é que ficou e fica a entrada de capital decorrente da desestatização ? Resposta mais provável: Não fica. E, perdoem, leitores esse “lapsus memoriae”, como diriam os amantes da língua falecida, o latim: viva “nóis” todos.

Constatação XV

Em certos países, deveria haver, pelo menos, uma três eleições por ano, pois é só em época de eleições que se lembram de cogitar o “tudo pelo social”...

Constatação XVI

Os funcionários da Sanepar quando tem necessidade de entrar nas galerias de inspeção, as chamadas bocas de lobo, verificam antes a presença de baratas. Assim, eles têm um indicador da existência de gases que se formam em tais lugares, provenientes dos dejetos humanos. Como é sabido, a China aproveita este tipo de gás e, na época da escassez de petróleo, muitas empresas utilizaram esse tipo de energia. A Sanepar utiliza esse indicador pois o gás poderá prejudicar e até colocar em risco a vida de pessoa. Até aí, tudo bem. Acontece que a proliferação das baratas, que invadem as nossas casas, também coloca em risco a vida dos cidadãos. Existem aparelhos para medir a presença de gases e existe remédio para eliminar as baratas. Logo...

Constatação XVII

Os políticos, só veja:
Por mais magnânimo
Que eu seja
Me invade um desânimo...


Constatação XVIII

Não se pode confundir decurso com discurso, muito embora neste país da retórica, do discurso, em sua totalidade vazio, do blablablá, da tergiversação, da empulhação, da enganação, da enrolação, deixa-se de se tratar, discutir e, consequentemente, de aprovar projetos importantíssimos até por decurso de prazo.

Constatação XIX

Rico tem macrocefalia; pobre é cabeçudo.

Constatação XX

Nós sofremos terríveis apagões;
Coincidência: após as privatizações.
Reclamar ? Besteira, parvoice, bobagem!
E a Bélgica que ilumina suas estradas de rodagem...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I

Será que os brasilianistas entendem mais de Brasil que os nossos governantes. Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida II

Os presidentes Do Brasil e da Argentina, volta e meia, discutem a adoção de uma moeda única para o Mercosul. Pra que, hein ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida III

Com relação à dúvida anterior, o prezado leitor não acha que, assim como saber de cor a lista telefônica é o tipo da cultura inútil, a discussão entre os presidentes da república de tão vil metálico assunto, esse da moeda única, é inócuamente inútil ou inutilmente inócua ?

Dúvida IV

Não se trata de encasquetar com determinados assuntos, mas o prezado leitor já observou que praticamente não há dia que não se noticie alguma falcatrua, alguma maracutaia, ocorrida num dos três poderes constituídos ?

Dúvida V

As multinacionais, ou como fica mais expedito dizer, as transnacionais estão tomando conta do país, eliminando os pequenos concorrentes. Depois, irão se degladiar entre si ou irão se compor entre si. Em qualquer dos casos, com o desemprego que elas geram, quem será que vai poder comprar ? Quem sobreviver ? E, nesse caso, quem sobreviver, verá, comprará, ou o quê ?

Dúvida VI

Quando a mulher tem um ou dois amantes, o seu pobre marido passa, respectivamente, a dispor de somente metade ou 1/3 dela ?

Dúvida VII

A saída ? Onde fica a saída ?; neste começo de século: o decoro ? onde ficou o decoro ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida VIII

Será que a flauta do grande Altamiro Carrilho era encantada ? E o saxofone do Paulo Moura ? E o violão do Sebastião Tapajos ? E o cavaquinho do Jacó do Bandolim ? E ? E ? E ?...

Dúvida IX

O tico-tico,
No bico,
Trazia um dístico
Artístico ?

Dúvida X (Brasil, dos apagões: Ame-o ou deixe-o).

A última empresa privada de eletricidade que entrar que acenda a luz ?

Dúvida XI (Via pseudo-haicai).

O cabresto
Gerou
Protesto ?

Dúvida XII (Da dúvida da dúvida).

Esquálido
De amor,*
Pálido
Como certa flor,*
Inválido
Cheio de dor,*
Procurei
E não achei.
“O que ?,
Ou quê ?”,
Perguntará,
Questionará,
Indagará,
Interrogará,
Demandará,
Inquirirá,
Perquirirá
O leitor.
Meneando a cabeça,
Por incrível que pareça,
Responderei:
“Também não sei”.
*Mil desculpas, por rimar, mais uma vez, “amor”, “flor” e “dor”. Mas ninguém é de ferro. E, outras tantas mil, por não saber responder as eventuais dúvidas cruciais, referidas acima, do prezado leitor.

Dúvida XIII

Você sabia
Que certa aposentadoria
Vale meia-pataca.
Você vira mercadoria
Igual a uma vazia saca ?
Que porcaria !
Que cacaca !
Uma patifaria!
Paca!

Dúvida XIV

A genômica
Seria uma ciência
Gastronômica ?

Dúvida XV

Foi o domador,
Montado
Num petiço,
Que caiu
Sentado,
Se estatelando,
Ficando
Tomadiço*
De tanta dor
Que sentiu
No “sentador” ?
*Tomadiço = “Que se agasta, se irrita, se toma de ira facilmente”.

Dúvida XVI

Em princípio, não tomar banho com freqüência é uma questão de princípio ?

Dúvida XVII

As coisas andam de modo tal
Que, de maneira geral,
Quem não tem participado
De mutreta
É considerado
Careta ?

Dúvida XVIII

A sirigaita*
Levou toda
A sua gaita ?
*Sirigaita = “Mulher espevitada e muito ladina, que tem resposta para tudo”.

Dúvida XIX

Não é que a gente
Seja catastrofista,
Mas não seria prudente
A gente fazer a pista
Antes que fique, descontente,
E malquista
Tão somente ?

Dúvida XX (Dupla)

-“Deve-se mudar o Ministério, os Ministros ou a política ?”
-“Qual Ministério. Quais Ministros ? Qual política ?”

www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br











quinta-feira, 19 de agosto de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I (Qualquer semelhança com certos países, que parecem jamais não pretender vestir a carapuça, é mera coincidência).

“Não é justo resignar-se frente ao espetáculo imoral de um mundo em que ainda há quem morra de fome, quem não possui casa, quem carece de educação mais elementar, quem não tem acesso ao atendimento médico, quem não pode encontrar trabalho”. Discurso do Papa João Paulo II, no dia 27 de setembro de 1998, muito embora dê a impressão de pronunciamento de qualquer oposição – enquanto como tal – aos detentores do poder de plantão...

Constatação II

No relacionamento
Havia algumas falhas.
Ela, só por um momento,
Dava, apenas, migalhas.

Constatação III

Depois da enésima bronca da mulher, porque o marido tinha chegado novamente em casa de madrugada, ele se explicou, recorrendo à Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, instituída em 26 de agosto de 1789, pelos representantes da Assembléia Nacional da França: “Todo homem é, em princípio, inocente, até que se prove sua culpabilidade (...)”.

Constatação IV (Via pseudo-haicai).

Portentosa,
Qual uma deusa,
Nua, ela posa.

Constatação V

E como dizia aquele mateador*: -“Deus, quando criou a mulher, devia estar com as idéias bem claras. Provavelmente, havia tomado algumas cuiadas de alguma erva crioula, daquela bem especial, antes”.
*Mateador =  adjetivo e substantivo masculino
Regionalismo: Sul do Brasil.
que ou aquele que gosta muito de beber mate; matista (Houaiss).

Constatação VI (Via pseudo-haicai).

Levou uma reprimenda.
Pudera, palitou os dentes
Com uma chave de fenda.

Constatação VII (Ah, esse nosso vernáculo).

No meio das brigas pelo ouro, no meio daqueles paus todos, ele se fechou em copas, mesmo diante de todas aquelas espadas.

Constatação VIII

Pênalti discutível é aquele que é marcado, indevidamente, aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo a favor do nosso time; se for contra, é roubado.

Constatação IX

Respondeu a adolescente, cujo irmão era o namorado de sua melhor amiga, quando esta, ao retornar da viagem de férias que havia feito com os pais, perguntou sobre o comportamento do dito cujo: -“Sabe, dá para sentir que ele fica muito feliz com a tua presença. Mas, a bem da verdade, ele não demonstrou infelicidade com a tua ausência”.

Constatação X (De conselhos úteis).

Evite conflagração
Com sua cara mulher:
Dê a ela atenção
E de chá, uma colher.

Constatação XI (De conselhos úteis em épocas de eleição).

Se você tem algum sinal distintivo nas partes pudendas, veja lá o que você faz, hein! Agora, se você for o presidente da república de algum país, não tão moralista como os Estados Unidos, vá em frente para ganhar cartaz junto aos teus eleitores. Claro, desde que a tua mulher, que se supõe também ser tua eleitora, não venha saber. De nada!

Constatação XII

E como dizia
Aquele empresário,
Bem sucedido,
Para seu filho,
Bem fornido,
Que chegava
Quando queria,
Com cara tresnoitada,
Pouco corada,
Nessa espécie de concílio
Que é uma empresa
E se postava
A palpitar,
Sem sentido,
Para dar
A impressão
De sabichão:
“Que beleza!
Chega de euforia.
Esse teu viver
Tem que cessar.
Ou você é um executivo
Participativo,
Que se possa enaltecer,
Ou você vai ser
Um executivo
‘Buzinativo’
Em outra freguesia”.

Constatação XIII (Passível de mal entendido).

“Ela embaralhou e deu de novo”.

Constatação XIV (De diálogos meio desencontrados).

-“Pai ! Você me leva ?”
-“Não”. "Vá de ônibus".
-“Obrigado!”
-“De nada. Quando não precisar, estou às ordens...”

Constatação XV (De conselhos úteis).

A priori,
Pra ter
Boa cabeça
É bom saber
Que é preciso
Também ter
Bom “posteriori”
Pra permanecer
Sentado,
Raciocinando,
Compenetrado,
Estudando...

Constatação XVI

Tem gente que, para não pagar as suas contas, suas dívidas, fica de mal, para sempre, com seus credores...

Constatação XVII (Via tetrapseudo-haicai).

Quem rebola
Na água,
Faz marola.
Quem rebola
No ar
Estola.
Quem rebola
Na cama
Quebra a mola.
Quem rebola...
-“Para com isso!
Não amola!”.

Constatação XVIII

E como dizia o obcecado: “Pra mim, década perdida, como costumam dizer os economistas e/ou os financistas, ou lustro perdido, ou dia perdido é aquele tempo que não é despendido para o amor”.

Constatação XIX

E como versejava aquele famoso técnico de futebol:
“Eu só escalo,
No meu time,
Jogador cavalo,
Cujo adversário
Não se anime.
Aliás, ao contrário:
Nem se aproxime”.

Constatação XX

E durante a conversa, disse a mulher pro marido:
-“Você, naquela ocasião, naquele lance, raciocinou bem”.
Argumentou o marido pra mulher:
-“Não, minha cara. Eu apenas, como de hábito, raciocinei. Apenas, raciocinei”.

Constatação XXI (Passível de mal entendido).

Pianista Fulano de Tal se apresenta para a Polícia Militar.

Constatação XXII

Não se deve confundir conta com contra, até porque um político, por exemplo, não conta com o apoio de quem é contra ele, ou o partido dele. Mesmo assim, em certos países, se conta o voto a favor de até quem votou contra e também, pasmem, de quem já morreu...

Constatação XXIII

Conclusivo,
Foi seu parecer:
“Exclusivo,
Eu nunca vou ser”.

Constatação XXIV

Numa certa época, a revista Isto é apresentou, em suas diversas edições, personalidades brasileiras que mais se destacaram no século. Naquela ocasião, foram eleitos, apenas para citar alguns, Chico Buarque de Hollanda, como o compositor do século; Fernanda Montenegro, como a atriz que melhor representou o Brasil no exterior. Sugiro – data venia, como diriam nossos juristas – que se eleja o maior cara de pau brasileiro do século. Político não vale, já que seria covardia a sua participação. No entanto, político só poderia participar, mas para ser eleito “hors concours”...

Constatação XXV

Ela está às tintas
Se as gordurinhas
Se sobressaem
Quando ela não usa
Espartilho ou cintas
E caem
Por cima das calcinhas.

Constatação XXVI (Ah, esse nosso vernáculo).

E como respondia o septuagenário ao convite para fazer uma caminhada: -“Péra aí. Pro pé-rapado aqui, não tá mais dando pé, para andar a pé”.

Constatação XXVII

Ela se considera e se comporta conforme o hino do nosso país: um “impávido colosso” de mulher.

Constatação XXVIII

O verdadeiro tomador de chimarrão até em companhia sorve o assim chamado mate amargo. Tenho dito.

Constatação XXIX

O amor daqueles dois era tão louco, tão louco, mas tão louco que tiveram que interná-lo num hospício. Tô falando do amor mesmo.

Constatação XXX (Teoria da relatividade para principiantes).

Para os franceses que produzem mais de 300 diferentes tipos de queijo, em sua grande parte, picantes, o queijo tipo prato ou estepe é considerado um simples e não tolerável leite solidificado. Do queijo tipo fabricação caseira, nem falar.

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I (Via pseudo-haicai).

O prenúncio de tempestade
É chegar fora de hora em casa
Sem a mínima necessidade ?

Dúvida II (Via pseudo-haicai).

A resolução
Foi nem sim
Nem não ?

Dúvida III (Via pseudo-haicai).

Uma pimenta malagueta,
Ela mastigou purinha,
Sem sequer uma careta ?

Dúvida IV (Via pseudo-haicai).

O esquimó franziu o nariz,
Pois beijar a esquimó
Ele não quis. Ou quis ?

Dúvida V

Aquela história
Que contou
Pra mulher,
Como quem
Nada quer,
Da perda
Da memória
E ela, lerda,
Acreditou,
Hein ?

Dúvida VI

Foi a(o) amante,
Ao comer escargot
Que engoliu
Um barbante
Com ioiô
E depois
Seguiu
Seu caminho
Um, dois,
Um, dois,
Dando pulinho ?

Dúvida VII

Se irmãs dividem algo irmanamente, no caso de irmãos o nosso vernáculo não deveria determinar que fosse uma divisão “irmãonamente” ?

Dúvida VIII

Pra chuva não entrar
E não molhar
Todas as tralhas
As novas calhas,
Que faltavam instalar,
Vieram a calhar ?

Dúvida IX

E como cantarolava o refrão, tão nosso conhecido, aquele goleiro que ficava sempre em dúvida crucial se deveria sair debaixo do gol com toda bola centrada em direção da sua pequena área:
“Não sei se vou
Ou se fico.
Não sei se fico
Ou se vou.
Só sei que se vou
Eu não fico.
Só sei que se fico,
Eu não vou.

Dúvida X

Persiste
Uma dúvida crucial
Na minha cabeça:
Se o amor
De fato existe,
Me diga, faz favor,
Se ele é semanal,
Quinzenal,
Mensal,
Ou anual
Antes que pereça ?

Dúvida XI

Foi o sobrinho-neto,
O pivô
Da briga familiar
Que arrancou
Do lar
Do tio-avô
O pilar
E desmoronou
– Que azar! –
Todo o teto
Do afeto ?

Dúvida XII

Foi a Sociedade Protetora dos Animais que entrou com um protesto pelo fato da socialite, na entrevista, ter declarado: -“Quando eu viajo de férias com as crianças, o meu marido me é tão fiel que eu até posso compará-lo com o nosso cachorro” ?

Dúvida XIII (Via pseudo-haicai).

A última zebrona
Será que foi
Falta de testosterona ?

Dúvida XIV

Se “querer é poder” só para quem tem o Poder, poder é querer só para quem não tem querer ?

Dúvida XV

É no maciço central que se faz móvel maciço ?

Dúvida XVI (Via pseudo-haicai).

Foi aquele trago
Daquele trasgo*
Que fez aquele estrago ?
*Trasgo = Pessoa traquinas.

Dúvida XVII

Quem será que se esquece de fazer lembrar aos políticos de nunca deixar de se lembrarem de bem administrar o bem comum ?

Dúvida XVIII

O cientista Marcelo Gleiser, em sua coluna na “Folha de São Paulo”, ainda no dia 1o de fevereiro de 1998, escreveu um artigo cujo título é: “Beleza = Simetria + Ordem”. Quer dizer que Simetria = Beleza – Ordem ?

Dúvida XIX (Via pseudo-haicai).

Levou uma tunda,
Ali, na sua
Bun, digo final das costas ?

Dúvida XX
Você também acha que deveriam obrigar infratores, considerados culpados, a ouvirem o horário político?

www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (De conselhos úteis).

Cuidado com as “positions”. Você poderá vir a sofrer uma cãibra até nos olhos, cabelos e/ou unhas. Afinal, nem todo o mundo é contorcionista. De nada!

Constatação II (De ditos adaptados).

Laranja madura na beira da estrada/
É porque a estrada foi abandonada.

Constatação III (De mais conselhos úteis).

E já que falamos no assunto, nunca veja ou escute o noticiário antes de. Baixa até o astral. Noticiário é o “argaiv” do amor.

Constatação IV

E como dizia o glutão, enquanto ia acabando com o bolo: “O último pedaço eu não gostei. Vamos ver se o próximo está melhor”.

Constatação V (Ah, esse nosso vernáculo).

Por causa do cachorro, passei uma noite de cachorro.

Constatação VI

Pobre bolina; rico manuseia.

Constatação VII

“Se você não gosta do clima de Montevideo, espere quinze minutos”. Dessa maneira, os uruguaios fazem blague do clima da sua terra. Em Curitiba, não é preciso esperar tanto...

Constatação VIII

Cúmulo da desconfiança e da confiança, respectivamente, é a mulher contratar um detetive particular, para seguir os passos do marido, só porque a cartomante falou: “Vejo uma loira ao lado do seu marido”.

Constatação IX

Perguntou o médico para o obcecado:
-“O senhor tem algum vício ?
-“Praticamente não, doutor. Bebo moderadamente, apenas, em eventos sociais; não fumo, mas sou um jogador inveterado”.
-“E o que o senhor joga lhe deixa muito tenso. É pôquer, roleta, bacará, cacheta, ou o quê ?
-“Não é nada disso, doutor. Eu sou perito no jogo do amor”.

Constatação X

Não se deve confundir aboboreira com bobeira, até porque o primeiro é a árvore da abobrinha e da abóbora; o segundo, embora pareça, não é a árvore dos bobos. É o que dá na gente, em determinadas ocasiões, mas que a gente só se dá conta bem mais tarde quando se arrependeu de ter ou não ter agido de determinada maneira.

Constatação XI

O FMI
Ensejou,
Ou recomendou,
Para não dizer
Mandou,
O nosso paísão
Fazer
Fusão
O que quer dizer
O maior
“Engoli”*
O menor...
*Engolimos o “r” da palavra engolir para rimar com FMI. Perdão, leitores, mas, se o Brasil não tivesse recorrido, em certo tempo, a este tão benevolente e salvador Fundo, tal fato não teria ocorrido. Ultimamente, não tem havido necessidade de recorrer a esses artifícios financeiros, digo, ortográficos...

Constatação XII

E como poetava, pseudohaicaimente, o obcecado, convidando as duas amigas para um “ménage a trois”:

Novos caminhos,
Buscaremos, nós três,
Sozinhos.

Constatação XIII

E como poetava, pseudohaicaimente, o obcecado, outro, que não tem nada a ver com o da Constatação anterior:

“Só um tapa-sexo,
Os seios de fora.
Eta desfile com nexo!”

Constatação XIV

Tá na hora de introduzir nos currículos escolares e outros mais, como matéria obrigatória, a Cadeira de Decência.

Constatação XV

E já que falamos em decência, vale lembrar que a televisão, que tanta gente curte, encurta o tempo útil...

Constatação XVI

A medida que a gente cresce, fica mais difícil entrar numa gripe e mais fácil sair; a medida que a gente envelhece, fica mais fácil entrar numa gripe e mais difícil sair; a medida que a gente envelhece mais ainda, fica mais fácil entrar numa gripe e mais fácil sair. Me refiro a sair desta para melhor...

Constatação XVII

E como dizia aquele eleitor, diante dos nomes dos candidatos: “Nunca vi tanto porra-louca junto, disputando na base do “porra-louquismo”...

Constatação XVIII (Corolário da constatação anterior).

Em certos países, a única opção dos eleitores é votar no pior ou no menos pior...

Constatação XIX (A la Maria Antonieta).

Se perdurar
A atual situação
De faltar
Batente,
A gente
Ficará sem pão.
Mas, não esquente:
Comeremos quibe,
Pois é alto o nosso PIB...

Constatação XX

Rico faz regime para emagrecer; pobre, para não fenecer.

Constatação XXI (De contestações desencorajantes e desconcertantes).

E como, fazendo uma vênia. Na mão, junto ao peito, o chapéu, daqueles com um penacho; a cabeça já, então, totalmente descoberta, pois que era completamente calvo, perguntava, fidalgamente, aquele gentil-homem para a graciosa e terna pastora, sua pretensa amada:
-“Vós que sois responsável por todos esses dóceis animais que pastoreiam nesse pasto fértil, podereis ser também o guardião deste pobre coração que vaga solitário por campos agrestes do meu sofrido e arquejante peito, em busca de alguém como vós que o acolha com vossa incomensurável ternura ? Que me dizeis sobre isso, ó formosa pastora ?”
-“Nada”.

Constatação XXII

E como explicava aquele pai para o seu filho adolescente que só “mordia” o assim chamado “coroa”: “O lazer, assim como a alimentação, habitação, vestuário, educação, saúde, etc., é uma necessidade básica. Mas, só o lazer, às 24 horas do dia, certamente, faz mal para a pessoa humana e até para outros animais, não necessariamente racionais como aparenta e se supõe ser o seu caso”.

Constatação XXIII

Na época da ditadura militar no Brasil, a classe média colocava nos seus carros o dístico “fascistóide” Brasil, Ame-o ou Deixe-o. Era uma tradução do inglês que, foneticamente, soava melhor: U.S. love it or leave it. “Fascistóide”, porque se pode e deve amar o Brasil, mas não se é obrigado a engolir goela abaixo o país com os esquemas de corrupção, legislação em causa própria em detrimento de escolas e hospitais, etc. Bem, hoje em dia, com a falta de empregos, os dísticos poderiam ser: Brasil, a encontrar trabalho se obrigue, ou imigre. Em tempo, já que íamos esquecendo, viva “nóis”.

Constatação XXIV

Rico é conciliador; pobre, pede arreglo.

Constatação XXV

E como lucubrava, matutando ou matutava lucubrando o sexagenário: “Não sei se a gripe tá cada vez mais difícil de curar por causa da debilidade cada vez maior do meu organismo, pelo fortalecimento cada vez maior do vírus ou por ambas as razões”.

Constatação XXVI (De diálogos meio repetitivos).

Perguntou, “eufemística” e “neologisticamente” um velhinho pro outro:
- “Você já “viagrou”, hoje ?
Respondeu um velhinho pro outro:
-“Já. Mas a coisa não viagrou, digo, não vingou”.

Constatação XXVII

Não se deve confundir impune com imune, muito embora, em certos países, exista gente que, por ser imune, fica impune. Para eles, a recíproca, por mais absurda que possa parecer, sempre será verdadeira.

Constatação XXVIII

País rico recebe altos investimentos; país pobre, capital estrangeiro espoliador.

Constatação XXIX

O governo empurra com a barriga as nossas dívidas, recorrendo ao juro alto. O ônus dessa medida nos é empurrado goela a...baixo.

Constatação XXX

Em certos países, tendo em vista a escassez de recursos destinado à área, a indicação dos ministros para as áreas de Educação e Saúde dão a impressão que, estes, são inimigos do Poder vigente. Já para os bancos...

DÚVIDAS CRUCIAIS.

Dúvida I

Não é que o assunto seja de transcendental interesse para este assim chamado escriba, mas será que o cientista que acabou descobrindo a pílula azul, por acaso, como tantos outros descobrimentos, ele atirou no que viu e acertou naquilo que não via há muito tempo ?

Dúvida II

A senhorita Mônica Lewinsky,depois do "salão oval", vendeu os direitos de um livro para uma editora americana por três ou quatro milhões de dólares. É dinheiro para ninguém botar defeito. Será que o título do livro é daqueles que os americanos tanto gostam: “Aprenda, em poucas lições, fazer isso e aquilo” ?

Dúvida III

Ela se mudou daqui
Só porque nunca passavam
Os filmes do Jacques Tati ?

Dúvida IV

Será que existe alguma outra forma resumida de falar mal de uma porção de gente a não ser aquela que diz: “Ali, ninguém se salva” ou “Ali, não salva um” ?

Dúvida V (Via pseudo-haicai).

É contraproducente
Mandar às favas
O teu gerente ?

Dúvida VI

Que futebol mangagá*
Tem esse meu time do Paraná !
Outro igual, ou quase, será
Que algum dia, haverá ?
*Mangagá = Muito grande, enorme.

Dúvida VII (Via pseudo-haicai).

Será que há outra maneira
De viajar de ônibus,
Sem que te batam a carteira ?

Dúvida VIII

E será que há outro jeito
De andar por aí, sem que
Te ponham uma arma no peito ?

Dúvida IX

O talismã,
Será a única esperança
Do amanhã ?

Dúvida X

Se Francisco em italiano, foneticamente, é Franchesco, Chico, o apelido de Francisco, em italiano será que é Chesco ? Cartas ao blog. Obrigado.

Dúvida XI

O prezado leitor já se deu conta que entra governo sai governo, eleito democraticamente ou não, civil ou militar, nunca se fez ou faz algo para modificar a distribuição da renda em nosso país e que, segundo dados do Banco Mundial, 10% da população continua detendo mais de 50% da sua riqueza?

Dúvida XII

Será que os nossos governantes fizeram cursos de especialização para, num discurso, eloqüente ou não, dizerem coisas que não querem dizer coisa alguma ?

Dúvida XIII

Perder o latim conscientemente é quando a anfitriã diz para sua convidada: -“não repare a bagunça” e mesmo que ela responda que não tem importância a anfitriã sabe que quando a convidada sair, ela vai espalhar para todo mundo como encontrou sua casa ?

Dúvida XIV

Foi um troiano,
Insano,
Que chamou,
Que apelidou
O Cavalo de Tróia
De lambisgóia ?

MAIS COISAS QUE PRECISAM SER INVENTADAS.

-Robô, que nos substitua, para ouvir, impassível e gentilmente, ladainhas.
-Time da gente que não fique ameaçado de ir para a 3ª divisão, já que quase caminhou para a 2ª.
-Molho de chaves fosforescentes para serem facilmente distinguíveis no escuro principalmente para ser facilmente localizada quando se chega na madruga com, ou sem umas e outras no caco.
-Cinto de segurança adaptável à coleira de cães e gatos que costumam viajar em companhia da família.
-Detetor de buracos na rua e/ou na estrada que acione um mecanismo, fazendo com que o veículo dê um “pulinho”, a fim de não cair no dito cujo.
-“Desconfiômetro”, confeccionado em platina iridiada*, para aqueles que pedem carona e fazem o “caroneador” esperar enquanto eles ficam em algum canto, batendo papo totalmente furado, dizendo, de meia em meia hora, para a pobre vítima: “Já estou indo, só mais um instantinho”.
*Platina iridiada = Material altamente resistente, que todo estudante costuma se referir a outro que vive sentado, estudando, da seguinte maneira: c.d.p.i. ou c.d.ferro...
-Computador que não embirre com a gente.
-Bola de vidro que, a semelhança da de cristal, também preveja o futuro, já que sai mais barato e, portanto, irá refletir no preço final da consulta.
-Corrimão, super seguro, adaptável para outras partes do corpo na eventualidade de se subir ou descer uma escada com as mãos ocupadas.
-Porcelana chinesa que seja efetivamente da China.
-Carteira de dinheiro a prova de afanos.
-Gatos – me refiro aos bichanos – que façam o que lhes melhor aprouver, na madrugada, mas sem perturbar a vizinhança.
-Candidatos que não fiquem brabo com o telespectador que, muito pelo contrário, é quem deveria ficar brabo com o candidato, inclusive e/ou principalmente aqueles que pretendem se reeleger.
-A palavra “entretudo” que é a soma de entretanto + contudo.

www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br




quinta-feira, 5 de agosto de 2010

RUMOREJANDO


PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I

-“Pois é. A minha mulher ficou muito desapontada. O tratamento que eu estava fazendo deu certo e não será dessa vez que ela vai se livrar de mim”.
-“Mas afinal, o que foi que ela fez ?”
-“Dessa vez, ela não fez absolutamente nada. Apenas ficou na aguarda do resultado dos meus exames clínicos e de laboratório. Agora, de desgosto, quem vai ter que fazer tratamento é ela”.
-"Ah bom, quer dizer, ah ruim, quer dizer..."

Constatação II

Alguém já falou que “não se pode enganar todos, todo o tempo”. Provavelmente não foi levado em consideração a existência dos políticos...

Constatação III

E como dizia suspirando a jovem liberada para a sua amiga: “Veja só: Jorge Amado pôs, como epígrafe num dos seus livros, que no cais do porto de Salvador estava escrito que não se pode dormir com todas as mulheres do mundo, mas deve-se fazer uma tentativa. Eu já acho que não se pode dormir com todos os homens do mundo. Só que as minhas tentativas têm mostrado que está havendo uma certa escassez de verdadeiros homens na praça”.

Constatação IV

Perdoem a insistência, mas está na hora de eliminar, bem mais, em Curitiba, a indefectível reversão à esquerda.

Constatação V (De ditados adaptados).

Do limão se faz limonada. Que ajuda a sogra a ficar mais azeda ainda.

Constatação VI (Via pseudo-haicai).

Vindo de um cara estulto*,
Não há razão pra ofensa,
De seu grosseiro insulto.
*Estulto = Tolo, imbecil, estúpido.

Constatação VII

A mais espetacular massageada do ego que você pode receber é quando uma mulher, sem proferir uma única palavra, ou mesmo dizendo com todas as letras, deixa bem claro que está a fim da tua pessoa física; a mais espetacular “desmassageada” do ego é idem, idem, que a gente se dá conta que ela está a fim da tua pessoa jurídica.

Constatação VIII (Teoria da relatividade para principiantes).

Na falta de um professor que sabe e saiba transmitir os seus ensinamentos aos seus alunos, é muito melhor um professor que sabe, mas não sabe transmitir do que um professor que não sabe e sabe transmitir.

Constatação IX (Biológica, via pseudo-haicai).

Da mulher, os estrógenos
Provocam no parceiro
Suspiros andrógenos.

Constatação X

No adufe,
Que quer dizer pandeiro,
Bateu
Até que quase
Morreu
De tão cansado.
Aí, se atirou
Num pufe.
E assim sentado,
O pobre sofredor,
Sem dizer uma frase,
Sem cobertor,
Nem travesseiro,
Adormeceu
O carnaval inteiro.
Coitado!

Constatação XI

Nessas propostas anuais do salário mínimo o governo sempre esquece uma coisa: pedir ao pessoal para não fazer extravagâncias com toda essa fortuna que vão receber. Mas, por outro lado (qual lado ?), imperdoavelmente, esquece de recomendar para a turma trazer troco. E viva todos “nóis”.

Constatação XII

E já que falamos no assunto, vale lembrar que há um teto para o funcionalismo e que é baseado neste valor que se discute os outros salários. Quando os estudos de entidades internacionais dizem que no Brasil as distorções salariais são as maiores do mundo, aí tem gente que diz que é ingerência nos assuntos internos do país. Aliás, com a desmatação da Amazônia também os “nacionalistas” dizem quase a mesma coisa: “não querem que nós nos desenvolvamos nossas riquezas naturais”. E, mais uma vez, viva “nóis”.

Constatação XIII (Via pseudo-haicai).

No recesso do lar
Ele(a) pediu
Pra ela(e) não amolar.

Constatação XIV

Conforme pode ser observado pela prezada leitora, na constatação anterior tomou-se o máximo cuidado para não correr o risco de Rumorejando ser acusado de machista, chauvinista, fascista e/ou outros “istas”, o que seria totalmente indevido face a imparcialidade com que a coluna, ao longo de toda a sua existência, vem se apresentando. Obrigado pela atenção.

Constatação XV

Não se deve confundir de chofre, que quer dizer de repente, com de chofer, muito embora, se possa dizer que de chofre a madame apareceu de chofer novo, já que o velho havia se aposentado, após servi-la, lealmente, durante muitos anos. Como os prezados leitores puderam também constatar, ainda existem pessoas que servem durante muitos anos a mesma família de fino trato.

Constatação XVI

Não se trata de despeito, mas eu acho que ganhar o Oscar é sobejamente bem menos gratificante do que ganhar os prêmios europeus, como já aconteceu não só com Central do Brasil, mas também com O pagador de promessa, Eles não usam Black Tie e alguns outros mais. Tenho dito.

Constatação XVII

Pra fazer boa imagem,
A drágea azul teve que tomar.
Mas, precisou de coragem
Para a roupa dela tirar.
“Ora, que bobagem!”,
Ela teve que falar.

Constatação XVIII

Deu na mídia: “Lindsay Lohan saiu da cadeia, mas não é exatamente uma mulher livre. A atriz foi libertada na madrugada de hoje depois de cumprir 14 dos 90 dias da sentença a que fora condenada por violar sua condicional”. Taí uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.

Constatação XIX (De diálogos esclarecedores retificantes sobre os estados sólidos, líquidos e gasosos).

-“Ele comeu todo o capital da sua empresa na bebida”.
-“Então, ele não comeu, ele bebeu...”
-“É. Aí, ele se evaporou”.

Constatação XX

Publicidade na época de São João: “Grandioso baile caipi-country”. Puxa vida, mas até o nosso folclore já está sendo desvirtuado. (Usamos a expressão "puxa vida" porque somos, dentro do possível, bem-educados).

Constatação XXI (Dia dos namorados em Curitiba).

Eu tinha que comprar um presente para minha “frau”.
Ao invés disso, aconteceu de novamente eu adormecer.
Isso para a coitada da minha mulher pegou muito mal
E eu jurei pra ela e pra mim que não iria mais suceder.
Mas o fato se deu numa certa manhã chuvosa e invernal:
Eu e a cidade amanhecemos com preguiça de amanhecer.

Constatação XXII

A aprovação do projeto que impede a venda e o porte de armas faz lembrar o cidadão que quebra o termômetro porque a sua febre teima em não baixar. Assim como quebrar o termômetro não resolve o problema da febre, assim, também, a proibição não vai alterar o porte de armas dos contraventores e da sua existência.

Constatação XXIII

A secretaria executiva do milionário empresário, que controlava, inclusive, suas finanças particulares, recebeu ordens de não mais dar um centavo para o seu filho. Este, que já tinha passado dos 40 sem nunca ter feito absolutamente nada na empresa do pai ou alhures, apenas gastando o dinheiro do “velho” em viagens “de negócios”, quando recebeu a nefasta notícia da boca da secretária começou a argumentar com ela, dizendo que tinha “pendurado” muitos dos seus gastos e que os mesmo teriam que ser saldados. A secretária, uma espécie de patrimônio da empresa, pela confiança adquirida, após tantos anos de serviços leais à empresa, perguntou ao rapaz a razão que ele só vivia “mordendo” o pai, porque nunca trabalhava e fazia todas aquelas dívidas na praça e nas caras viagens ao exterior. E o cara, com a maior idem de pau: “Olhe Da. Maria, eu tenho que fazer jus ao meu sobrenome, na sociedade”.

Constatação XXIV

Não se deve confundir emaciado, que quer dizer, emagrecido; macilento; extenuado com amaciado, muito embora, para tornar o leão da receita federal amaciado, a gente chega a ficar completamente emaciado. A recíproca, não é, necessariamente, verdadeira.

Constatação XXV

E não se deve confundir míngua com mingau, muito embora pareçam aqueles erros que se comete trocando as letras na hora de datilografar ou digitar. E afinal, quem é obrigado a viver à mingua já não come nem o trivial imagine um mingau com aveia e leite, ou com outros ingredientes.

Constatação XXVI (Em certos países, é claro).

O aumento,
Anda tão lento
Que não só por um momento
Parece movido a cata-vento.
Que tormento !

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I

Afinal, o foguete brasileiro foi pro espaço ou foi pro espaço ?

Dúvida II

Foi o jogador de loto que não deu pelota para a Da. Lota só porque estava com a agenda lotada ?

Dúvida III

É o galo,
No terreiro,
Que canta
Porreiro, *
Batuta,
Faceiro
E encanta
O cavalo
Que o escuta
No potreiro ?
*Porreiro = “Muito bonito; lindo”.

Dúvida IV

Existem supermercados que vendem produtos com o rótulo de que eles não contém agrotóxicos, mas por um preço superior aos que contém. Já que se fez “economia” do mencionado “insumo”, não seria o caso de vender o dito cujo mais barato ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida V

Um riso amargo
Teve que dar
Quando comeu aspargo
Ao invés de caviar ?

Dúvida VI

Antigamente, o Mar Morto
Pela sua salinidade,
Pelo alto teor de sal
Deveria ser um porto
De bacalhau
De boa qualidade ?

Dúvida VII

Se o mundo acabar,
Como estão a preconizar,
Só vai restar
O que não prestar ?

Dúvida VIII (Via pseudo-haicai).

Da maré,
O refluxo
Faz perder o pé ?

Dúvida IX

A tormenta
Da paixão
Influi
Na razão
Que diminui.
Ou aumenta ?

Dúvida X

O ator Edson Celulari, na corrida do seu casamento, foi quem fugiu da raia? (Perdão leitores).

Dúvida XI

Nos dias atuais, ser precavido é andar em carro que resista a tiros de um Magnum 44, a arma de mão mais potente do mundo ?

Dúvida XII

Será que não existe alguém no Brasil que toque música em carrilhão, como existe nos países da Europa ? Já imaginaram um Carinhoso, do mestre Pixinguinha, tocado ao som de carrilhões ?

Dúvida XIII

Depois do curso, ele desfilou no corso, fantasiado de corça ?

Site: www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br