quinta-feira, 19 de agosto de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES

Constatação I (Qualquer semelhança com certos países, que parecem jamais não pretender vestir a carapuça, é mera coincidência).

“Não é justo resignar-se frente ao espetáculo imoral de um mundo em que ainda há quem morra de fome, quem não possui casa, quem carece de educação mais elementar, quem não tem acesso ao atendimento médico, quem não pode encontrar trabalho”. Discurso do Papa João Paulo II, no dia 27 de setembro de 1998, muito embora dê a impressão de pronunciamento de qualquer oposição – enquanto como tal – aos detentores do poder de plantão...

Constatação II

No relacionamento
Havia algumas falhas.
Ela, só por um momento,
Dava, apenas, migalhas.

Constatação III

Depois da enésima bronca da mulher, porque o marido tinha chegado novamente em casa de madrugada, ele se explicou, recorrendo à Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, instituída em 26 de agosto de 1789, pelos representantes da Assembléia Nacional da França: “Todo homem é, em princípio, inocente, até que se prove sua culpabilidade (...)”.

Constatação IV (Via pseudo-haicai).

Portentosa,
Qual uma deusa,
Nua, ela posa.

Constatação V

E como dizia aquele mateador*: -“Deus, quando criou a mulher, devia estar com as idéias bem claras. Provavelmente, havia tomado algumas cuiadas de alguma erva crioula, daquela bem especial, antes”.
*Mateador =  adjetivo e substantivo masculino
Regionalismo: Sul do Brasil.
que ou aquele que gosta muito de beber mate; matista (Houaiss).

Constatação VI (Via pseudo-haicai).

Levou uma reprimenda.
Pudera, palitou os dentes
Com uma chave de fenda.

Constatação VII (Ah, esse nosso vernáculo).

No meio das brigas pelo ouro, no meio daqueles paus todos, ele se fechou em copas, mesmo diante de todas aquelas espadas.

Constatação VIII

Pênalti discutível é aquele que é marcado, indevidamente, aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo a favor do nosso time; se for contra, é roubado.

Constatação IX

Respondeu a adolescente, cujo irmão era o namorado de sua melhor amiga, quando esta, ao retornar da viagem de férias que havia feito com os pais, perguntou sobre o comportamento do dito cujo: -“Sabe, dá para sentir que ele fica muito feliz com a tua presença. Mas, a bem da verdade, ele não demonstrou infelicidade com a tua ausência”.

Constatação X (De conselhos úteis).

Evite conflagração
Com sua cara mulher:
Dê a ela atenção
E de chá, uma colher.

Constatação XI (De conselhos úteis em épocas de eleição).

Se você tem algum sinal distintivo nas partes pudendas, veja lá o que você faz, hein! Agora, se você for o presidente da república de algum país, não tão moralista como os Estados Unidos, vá em frente para ganhar cartaz junto aos teus eleitores. Claro, desde que a tua mulher, que se supõe também ser tua eleitora, não venha saber. De nada!

Constatação XII

E como dizia
Aquele empresário,
Bem sucedido,
Para seu filho,
Bem fornido,
Que chegava
Quando queria,
Com cara tresnoitada,
Pouco corada,
Nessa espécie de concílio
Que é uma empresa
E se postava
A palpitar,
Sem sentido,
Para dar
A impressão
De sabichão:
“Que beleza!
Chega de euforia.
Esse teu viver
Tem que cessar.
Ou você é um executivo
Participativo,
Que se possa enaltecer,
Ou você vai ser
Um executivo
‘Buzinativo’
Em outra freguesia”.

Constatação XIII (Passível de mal entendido).

“Ela embaralhou e deu de novo”.

Constatação XIV (De diálogos meio desencontrados).

-“Pai ! Você me leva ?”
-“Não”. "Vá de ônibus".
-“Obrigado!”
-“De nada. Quando não precisar, estou às ordens...”

Constatação XV (De conselhos úteis).

A priori,
Pra ter
Boa cabeça
É bom saber
Que é preciso
Também ter
Bom “posteriori”
Pra permanecer
Sentado,
Raciocinando,
Compenetrado,
Estudando...

Constatação XVI

Tem gente que, para não pagar as suas contas, suas dívidas, fica de mal, para sempre, com seus credores...

Constatação XVII (Via tetrapseudo-haicai).

Quem rebola
Na água,
Faz marola.
Quem rebola
No ar
Estola.
Quem rebola
Na cama
Quebra a mola.
Quem rebola...
-“Para com isso!
Não amola!”.

Constatação XVIII

E como dizia o obcecado: “Pra mim, década perdida, como costumam dizer os economistas e/ou os financistas, ou lustro perdido, ou dia perdido é aquele tempo que não é despendido para o amor”.

Constatação XIX

E como versejava aquele famoso técnico de futebol:
“Eu só escalo,
No meu time,
Jogador cavalo,
Cujo adversário
Não se anime.
Aliás, ao contrário:
Nem se aproxime”.

Constatação XX

E durante a conversa, disse a mulher pro marido:
-“Você, naquela ocasião, naquele lance, raciocinou bem”.
Argumentou o marido pra mulher:
-“Não, minha cara. Eu apenas, como de hábito, raciocinei. Apenas, raciocinei”.

Constatação XXI (Passível de mal entendido).

Pianista Fulano de Tal se apresenta para a Polícia Militar.

Constatação XXII

Não se deve confundir conta com contra, até porque um político, por exemplo, não conta com o apoio de quem é contra ele, ou o partido dele. Mesmo assim, em certos países, se conta o voto a favor de até quem votou contra e também, pasmem, de quem já morreu...

Constatação XXIII

Conclusivo,
Foi seu parecer:
“Exclusivo,
Eu nunca vou ser”.

Constatação XXIV

Numa certa época, a revista Isto é apresentou, em suas diversas edições, personalidades brasileiras que mais se destacaram no século. Naquela ocasião, foram eleitos, apenas para citar alguns, Chico Buarque de Hollanda, como o compositor do século; Fernanda Montenegro, como a atriz que melhor representou o Brasil no exterior. Sugiro – data venia, como diriam nossos juristas – que se eleja o maior cara de pau brasileiro do século. Político não vale, já que seria covardia a sua participação. No entanto, político só poderia participar, mas para ser eleito “hors concours”...

Constatação XXV

Ela está às tintas
Se as gordurinhas
Se sobressaem
Quando ela não usa
Espartilho ou cintas
E caem
Por cima das calcinhas.

Constatação XXVI (Ah, esse nosso vernáculo).

E como respondia o septuagenário ao convite para fazer uma caminhada: -“Péra aí. Pro pé-rapado aqui, não tá mais dando pé, para andar a pé”.

Constatação XXVII

Ela se considera e se comporta conforme o hino do nosso país: um “impávido colosso” de mulher.

Constatação XXVIII

O verdadeiro tomador de chimarrão até em companhia sorve o assim chamado mate amargo. Tenho dito.

Constatação XXIX

O amor daqueles dois era tão louco, tão louco, mas tão louco que tiveram que interná-lo num hospício. Tô falando do amor mesmo.

Constatação XXX (Teoria da relatividade para principiantes).

Para os franceses que produzem mais de 300 diferentes tipos de queijo, em sua grande parte, picantes, o queijo tipo prato ou estepe é considerado um simples e não tolerável leite solidificado. Do queijo tipo fabricação caseira, nem falar.

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I (Via pseudo-haicai).

O prenúncio de tempestade
É chegar fora de hora em casa
Sem a mínima necessidade ?

Dúvida II (Via pseudo-haicai).

A resolução
Foi nem sim
Nem não ?

Dúvida III (Via pseudo-haicai).

Uma pimenta malagueta,
Ela mastigou purinha,
Sem sequer uma careta ?

Dúvida IV (Via pseudo-haicai).

O esquimó franziu o nariz,
Pois beijar a esquimó
Ele não quis. Ou quis ?

Dúvida V

Aquela história
Que contou
Pra mulher,
Como quem
Nada quer,
Da perda
Da memória
E ela, lerda,
Acreditou,
Hein ?

Dúvida VI

Foi a(o) amante,
Ao comer escargot
Que engoliu
Um barbante
Com ioiô
E depois
Seguiu
Seu caminho
Um, dois,
Um, dois,
Dando pulinho ?

Dúvida VII

Se irmãs dividem algo irmanamente, no caso de irmãos o nosso vernáculo não deveria determinar que fosse uma divisão “irmãonamente” ?

Dúvida VIII

Pra chuva não entrar
E não molhar
Todas as tralhas
As novas calhas,
Que faltavam instalar,
Vieram a calhar ?

Dúvida IX

E como cantarolava o refrão, tão nosso conhecido, aquele goleiro que ficava sempre em dúvida crucial se deveria sair debaixo do gol com toda bola centrada em direção da sua pequena área:
“Não sei se vou
Ou se fico.
Não sei se fico
Ou se vou.
Só sei que se vou
Eu não fico.
Só sei que se fico,
Eu não vou.

Dúvida X

Persiste
Uma dúvida crucial
Na minha cabeça:
Se o amor
De fato existe,
Me diga, faz favor,
Se ele é semanal,
Quinzenal,
Mensal,
Ou anual
Antes que pereça ?

Dúvida XI

Foi o sobrinho-neto,
O pivô
Da briga familiar
Que arrancou
Do lar
Do tio-avô
O pilar
E desmoronou
– Que azar! –
Todo o teto
Do afeto ?

Dúvida XII

Foi a Sociedade Protetora dos Animais que entrou com um protesto pelo fato da socialite, na entrevista, ter declarado: -“Quando eu viajo de férias com as crianças, o meu marido me é tão fiel que eu até posso compará-lo com o nosso cachorro” ?

Dúvida XIII (Via pseudo-haicai).

A última zebrona
Será que foi
Falta de testosterona ?

Dúvida XIV

Se “querer é poder” só para quem tem o Poder, poder é querer só para quem não tem querer ?

Dúvida XV

É no maciço central que se faz móvel maciço ?

Dúvida XVI (Via pseudo-haicai).

Foi aquele trago
Daquele trasgo*
Que fez aquele estrago ?
*Trasgo = Pessoa traquinas.

Dúvida XVII

Quem será que se esquece de fazer lembrar aos políticos de nunca deixar de se lembrarem de bem administrar o bem comum ?

Dúvida XVIII

O cientista Marcelo Gleiser, em sua coluna na “Folha de São Paulo”, ainda no dia 1o de fevereiro de 1998, escreveu um artigo cujo título é: “Beleza = Simetria + Ordem”. Quer dizer que Simetria = Beleza – Ordem ?

Dúvida XIX (Via pseudo-haicai).

Levou uma tunda,
Ali, na sua
Bun, digo final das costas ?

Dúvida XX
Você também acha que deveriam obrigar infratores, considerados culpados, a ouvirem o horário político?

www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: