quinta-feira, 26 de agosto de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (Via pseudo-haicai).

Por mais que te dê agrura,
Não adianta uma censura
Em quem é caradura.

Constatação II

Com a globalização, o ser humano entrou definitivamente no rol dos descartáveis.

Constatação III (De conselhos úteis).

Se a tua massa corpórea já atingiu 40 quilos por metro quadrado de duas, uma: ou você pretende figurar no Guiness Book de recordes, ou está na hora de você – com toda urgência urgentíssima, daquelas do tipo que o governo, na base do rolo compressor, aprova um projeto do seu interesse –, começar um regime para emagrecer. De nada!

Constatação IV

É impressionante o número de políticos e governantes que se manifestaram favoráveis ao combate à pobreza. Até aí, tudo bem. Ou, tudo mal. Senão, vejamos: Quando Cristovão Colombo perguntou aos que lhe eram contrários a sua viagem, que culminou com o descobrimento da América, se eles sabiam pôr um ovo em pé, todos foram unânimes em dizer que não. Então, Colombo amassou, sem quebrar de vez, um dos lados do ovo e este ficou em pé. -“Mas, assim, nós também sabíamos”, lhe disseram. –“E por que não o fizeram ?”, retrucou o genovês. E por que, até hoje, ainda não deram início ao combate à pobreza, já que têm tantos de acordo, inclusive os candidatáveis ?, pergunta, modestamente, o autor destas mal traçadas.


Constatação V

Nesta malfadada época de escassez de empregos, mais difícil se torna a tomada de decisão quanto ao PDV que quer dizer Programa de Demissão Voluntária que, principalmente as empresas de governo, colocam em prática. Os empregados ficam naquela dúvida terrível entre o ser ou não ser: “Pego a assim chamada bolada e vou ver o que faço ou continuo no meu emprego cuja estabilidade, após uma eventual privatização, é uma baita incógnita ?” Esses empregados ainda tem essa opção, por mais dúvida crucial que seja. Outros vão para a rua, incontinente. Num país como o Brasil, que macaqueou os países ricos sem passar por estágios de desenvolvimento que eles passaram, ao invés de criar empregos, se cria desemprego. E, claro, viva “nóis”...

Constatação VI (De diálogos esclarecedores).

-“Eu acho que esse chineses querem dominar o mundo. Seria a tão temida hegemonia da raça amarela”.
-“Se querem dominar o mundo, eu não sei. Mas eu acho que, depois de tantos anos de colonização estrangeira, pelo menos, eles querem ter domínios sobre si mesmos”...

Constatação VII

Não se pode confundir cambial com canibal, muito embora certas atitudes com a banda cambial, recentemente ocorridas em certos países, representaram para pessoas físicas e jurídicas, para a economia de certos países uma repercussão social negativa (o social, ora o social...), uma atitude digna de um canibal, se é que um canibal pode ser digno... Dúvida crucial: Será que canibal digno é aquele que come com garfo e faca e com os braços junto ao corpo, sem levantar as “asas” ?

Constatação VIII (Teoria da relatividade para principiantes).

É muito mais fácil entender uma piada contada por uma mulher do que a própria.

Constatação IX (Ah, esse nosso vernáculo).

Naquela quietude, só interrompida pelo cricri de um grilo, eu não cri no que estava ouvindo: ela, bem cricri, se pôs a falar da crí...tica cri...se cri...ada pela cri...ada. Que cri...ca!

Constatação X

Rico atravessa períodos do delicado momento econômico; pobre, vive na eme.

Constatação XI

Terminou o doce convívio.
Ambos disseram:
Que alivio !”

Constatação XII

Fim do mundo ?
Qual nada!
Esse temor profundo,
Esse medo efêmero.
É o fim da picada!
É, apenas, eclipse solar
Do 1o gênero ?
Ou do segundo ?
Talvez anular.
Não será lunar ?
Pode ser uma total
Ou parcial.
Quiçá penumbral.
E a eclipse perigeu ?
Não a apogeu.
Nada disso vai importar.
O mundo não acabou
E, novamente,
Às voltas eu estou,
Igual a tanta gente,
Com minhas contas pra pagar.

Constatação XIII

Não se deve confundir pregresso, que quer dizer “decorrido anteriormente”, com progresso, até porque na bandeira brasileira está escrito “Ordem e Progresso” e absolutamente não está escrito “Ordem e Pregresso”, muito embora, mesmo que não sejamos anárquicos, dificilmente, no segundo caso, a turma seguiria o mencionado dístico, tendo em vista que o primeiro já não é levado muito a sério...

Constatação XIV

Não é por nada, não, mas, cá entre nós, a boca pequena, essa briga entre monetaristas e desenvolvimentistas é para inglês ver. É o nada contra o coisa nenhuma. Se fosse para criar empregos, como os desenvolvimentistas estão pretendendo apregoar, bastaria já ter tomado, há muitíssimo tempo, uma decisão política de criar programas voltados ao apoio de indústrias de fundo de quintal, pequenas e médias indústrias, com juros e prazos compatíveis, iguais, por exemplo, aos que beneficiaram banqueiros como o Proer. Também, recursos para assentamentos e respectiva assistência técnica da Emater e afins; para a construção civil e tantos outros absorvedores de mão-de-obra. E, tudo isso, sem que se tivesse criado inflação, como temem os bens nutridos monetaristas. É uma questão, apenas, de vontade política. Vale lembrar que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES anda discutindo a oferta de linhas de crédito para quem tinha empréstimos em dólar, isto é, às grandes empresas. Aliás, está na hora do BNDES retirar a letra “esse” e voltar ao seu nome original de BNDE, já que também financiou e vem financiando as privatizações. Dúvida crucial: Se é para financiar as privatizações como é que ficou e fica a entrada de capital decorrente da desestatização ? Resposta mais provável: Não fica. E, perdoem, leitores esse “lapsus memoriae”, como diriam os amantes da língua falecida, o latim: viva “nóis” todos.

Constatação XV

Em certos países, deveria haver, pelo menos, uma três eleições por ano, pois é só em época de eleições que se lembram de cogitar o “tudo pelo social”...

Constatação XVI

Os funcionários da Sanepar quando tem necessidade de entrar nas galerias de inspeção, as chamadas bocas de lobo, verificam antes a presença de baratas. Assim, eles têm um indicador da existência de gases que se formam em tais lugares, provenientes dos dejetos humanos. Como é sabido, a China aproveita este tipo de gás e, na época da escassez de petróleo, muitas empresas utilizaram esse tipo de energia. A Sanepar utiliza esse indicador pois o gás poderá prejudicar e até colocar em risco a vida de pessoa. Até aí, tudo bem. Acontece que a proliferação das baratas, que invadem as nossas casas, também coloca em risco a vida dos cidadãos. Existem aparelhos para medir a presença de gases e existe remédio para eliminar as baratas. Logo...

Constatação XVII

Os políticos, só veja:
Por mais magnânimo
Que eu seja
Me invade um desânimo...


Constatação XVIII

Não se pode confundir decurso com discurso, muito embora neste país da retórica, do discurso, em sua totalidade vazio, do blablablá, da tergiversação, da empulhação, da enganação, da enrolação, deixa-se de se tratar, discutir e, consequentemente, de aprovar projetos importantíssimos até por decurso de prazo.

Constatação XIX

Rico tem macrocefalia; pobre é cabeçudo.

Constatação XX

Nós sofremos terríveis apagões;
Coincidência: após as privatizações.
Reclamar ? Besteira, parvoice, bobagem!
E a Bélgica que ilumina suas estradas de rodagem...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I

Será que os brasilianistas entendem mais de Brasil que os nossos governantes. Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida II

Os presidentes Do Brasil e da Argentina, volta e meia, discutem a adoção de uma moeda única para o Mercosul. Pra que, hein ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida III

Com relação à dúvida anterior, o prezado leitor não acha que, assim como saber de cor a lista telefônica é o tipo da cultura inútil, a discussão entre os presidentes da república de tão vil metálico assunto, esse da moeda única, é inócuamente inútil ou inutilmente inócua ?

Dúvida IV

Não se trata de encasquetar com determinados assuntos, mas o prezado leitor já observou que praticamente não há dia que não se noticie alguma falcatrua, alguma maracutaia, ocorrida num dos três poderes constituídos ?

Dúvida V

As multinacionais, ou como fica mais expedito dizer, as transnacionais estão tomando conta do país, eliminando os pequenos concorrentes. Depois, irão se degladiar entre si ou irão se compor entre si. Em qualquer dos casos, com o desemprego que elas geram, quem será que vai poder comprar ? Quem sobreviver ? E, nesse caso, quem sobreviver, verá, comprará, ou o quê ?

Dúvida VI

Quando a mulher tem um ou dois amantes, o seu pobre marido passa, respectivamente, a dispor de somente metade ou 1/3 dela ?

Dúvida VII

A saída ? Onde fica a saída ?; neste começo de século: o decoro ? onde ficou o decoro ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida VIII

Será que a flauta do grande Altamiro Carrilho era encantada ? E o saxofone do Paulo Moura ? E o violão do Sebastião Tapajos ? E o cavaquinho do Jacó do Bandolim ? E ? E ? E ?...

Dúvida IX

O tico-tico,
No bico,
Trazia um dístico
Artístico ?

Dúvida X (Brasil, dos apagões: Ame-o ou deixe-o).

A última empresa privada de eletricidade que entrar que acenda a luz ?

Dúvida XI (Via pseudo-haicai).

O cabresto
Gerou
Protesto ?

Dúvida XII (Da dúvida da dúvida).

Esquálido
De amor,*
Pálido
Como certa flor,*
Inválido
Cheio de dor,*
Procurei
E não achei.
“O que ?,
Ou quê ?”,
Perguntará,
Questionará,
Indagará,
Interrogará,
Demandará,
Inquirirá,
Perquirirá
O leitor.
Meneando a cabeça,
Por incrível que pareça,
Responderei:
“Também não sei”.
*Mil desculpas, por rimar, mais uma vez, “amor”, “flor” e “dor”. Mas ninguém é de ferro. E, outras tantas mil, por não saber responder as eventuais dúvidas cruciais, referidas acima, do prezado leitor.

Dúvida XIII

Você sabia
Que certa aposentadoria
Vale meia-pataca.
Você vira mercadoria
Igual a uma vazia saca ?
Que porcaria !
Que cacaca !
Uma patifaria!
Paca!

Dúvida XIV

A genômica
Seria uma ciência
Gastronômica ?

Dúvida XV

Foi o domador,
Montado
Num petiço,
Que caiu
Sentado,
Se estatelando,
Ficando
Tomadiço*
De tanta dor
Que sentiu
No “sentador” ?
*Tomadiço = “Que se agasta, se irrita, se toma de ira facilmente”.

Dúvida XVI

Em princípio, não tomar banho com freqüência é uma questão de princípio ?

Dúvida XVII

As coisas andam de modo tal
Que, de maneira geral,
Quem não tem participado
De mutreta
É considerado
Careta ?

Dúvida XVIII

A sirigaita*
Levou toda
A sua gaita ?
*Sirigaita = “Mulher espevitada e muito ladina, que tem resposta para tudo”.

Dúvida XIX

Não é que a gente
Seja catastrofista,
Mas não seria prudente
A gente fazer a pista
Antes que fique, descontente,
E malquista
Tão somente ?

Dúvida XX (Dupla)

-“Deve-se mudar o Ministério, os Ministros ou a política ?”
-“Qual Ministério. Quais Ministros ? Qual política ?”

www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br











Um comentário:

Marina da Silva disse...

Ei Juca, Fiquei a matutar sobre a constação VI e Dúvida V e acho que estamos numa nova etapa de colonialismo. A China avança ferozmente (aproveitando a fraqueza dos EUA) para se tornar a potência nº 1 ou quiça única! Sinto arrepios só de pensar nesta tragédia que se está desenhando aqui na América latina, com destaque para o Brasil e especialmente em Minas Gerais. Essa alternância (EUA/China) pode levar o ser humano a um rebaixamento inimaginável e me faz "preferir" a interferência ianque. Mas já é tarde e outra hora me ponho a matutar. Abraço. Marina