quinta-feira, 12 de agosto de 2010

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (De conselhos úteis).

Cuidado com as “positions”. Você poderá vir a sofrer uma cãibra até nos olhos, cabelos e/ou unhas. Afinal, nem todo o mundo é contorcionista. De nada!

Constatação II (De ditos adaptados).

Laranja madura na beira da estrada/
É porque a estrada foi abandonada.

Constatação III (De mais conselhos úteis).

E já que falamos no assunto, nunca veja ou escute o noticiário antes de. Baixa até o astral. Noticiário é o “argaiv” do amor.

Constatação IV

E como dizia o glutão, enquanto ia acabando com o bolo: “O último pedaço eu não gostei. Vamos ver se o próximo está melhor”.

Constatação V (Ah, esse nosso vernáculo).

Por causa do cachorro, passei uma noite de cachorro.

Constatação VI

Pobre bolina; rico manuseia.

Constatação VII

“Se você não gosta do clima de Montevideo, espere quinze minutos”. Dessa maneira, os uruguaios fazem blague do clima da sua terra. Em Curitiba, não é preciso esperar tanto...

Constatação VIII

Cúmulo da desconfiança e da confiança, respectivamente, é a mulher contratar um detetive particular, para seguir os passos do marido, só porque a cartomante falou: “Vejo uma loira ao lado do seu marido”.

Constatação IX

Perguntou o médico para o obcecado:
-“O senhor tem algum vício ?
-“Praticamente não, doutor. Bebo moderadamente, apenas, em eventos sociais; não fumo, mas sou um jogador inveterado”.
-“E o que o senhor joga lhe deixa muito tenso. É pôquer, roleta, bacará, cacheta, ou o quê ?
-“Não é nada disso, doutor. Eu sou perito no jogo do amor”.

Constatação X

Não se deve confundir aboboreira com bobeira, até porque o primeiro é a árvore da abobrinha e da abóbora; o segundo, embora pareça, não é a árvore dos bobos. É o que dá na gente, em determinadas ocasiões, mas que a gente só se dá conta bem mais tarde quando se arrependeu de ter ou não ter agido de determinada maneira.

Constatação XI

O FMI
Ensejou,
Ou recomendou,
Para não dizer
Mandou,
O nosso paísão
Fazer
Fusão
O que quer dizer
O maior
“Engoli”*
O menor...
*Engolimos o “r” da palavra engolir para rimar com FMI. Perdão, leitores, mas, se o Brasil não tivesse recorrido, em certo tempo, a este tão benevolente e salvador Fundo, tal fato não teria ocorrido. Ultimamente, não tem havido necessidade de recorrer a esses artifícios financeiros, digo, ortográficos...

Constatação XII

E como poetava, pseudohaicaimente, o obcecado, convidando as duas amigas para um “ménage a trois”:

Novos caminhos,
Buscaremos, nós três,
Sozinhos.

Constatação XIII

E como poetava, pseudohaicaimente, o obcecado, outro, que não tem nada a ver com o da Constatação anterior:

“Só um tapa-sexo,
Os seios de fora.
Eta desfile com nexo!”

Constatação XIV

Tá na hora de introduzir nos currículos escolares e outros mais, como matéria obrigatória, a Cadeira de Decência.

Constatação XV

E já que falamos em decência, vale lembrar que a televisão, que tanta gente curte, encurta o tempo útil...

Constatação XVI

A medida que a gente cresce, fica mais difícil entrar numa gripe e mais fácil sair; a medida que a gente envelhece, fica mais fácil entrar numa gripe e mais difícil sair; a medida que a gente envelhece mais ainda, fica mais fácil entrar numa gripe e mais fácil sair. Me refiro a sair desta para melhor...

Constatação XVII

E como dizia aquele eleitor, diante dos nomes dos candidatos: “Nunca vi tanto porra-louca junto, disputando na base do “porra-louquismo”...

Constatação XVIII (Corolário da constatação anterior).

Em certos países, a única opção dos eleitores é votar no pior ou no menos pior...

Constatação XIX (A la Maria Antonieta).

Se perdurar
A atual situação
De faltar
Batente,
A gente
Ficará sem pão.
Mas, não esquente:
Comeremos quibe,
Pois é alto o nosso PIB...

Constatação XX

Rico faz regime para emagrecer; pobre, para não fenecer.

Constatação XXI (De contestações desencorajantes e desconcertantes).

E como, fazendo uma vênia. Na mão, junto ao peito, o chapéu, daqueles com um penacho; a cabeça já, então, totalmente descoberta, pois que era completamente calvo, perguntava, fidalgamente, aquele gentil-homem para a graciosa e terna pastora, sua pretensa amada:
-“Vós que sois responsável por todos esses dóceis animais que pastoreiam nesse pasto fértil, podereis ser também o guardião deste pobre coração que vaga solitário por campos agrestes do meu sofrido e arquejante peito, em busca de alguém como vós que o acolha com vossa incomensurável ternura ? Que me dizeis sobre isso, ó formosa pastora ?”
-“Nada”.

Constatação XXII

E como explicava aquele pai para o seu filho adolescente que só “mordia” o assim chamado “coroa”: “O lazer, assim como a alimentação, habitação, vestuário, educação, saúde, etc., é uma necessidade básica. Mas, só o lazer, às 24 horas do dia, certamente, faz mal para a pessoa humana e até para outros animais, não necessariamente racionais como aparenta e se supõe ser o seu caso”.

Constatação XXIII

Na época da ditadura militar no Brasil, a classe média colocava nos seus carros o dístico “fascistóide” Brasil, Ame-o ou Deixe-o. Era uma tradução do inglês que, foneticamente, soava melhor: U.S. love it or leave it. “Fascistóide”, porque se pode e deve amar o Brasil, mas não se é obrigado a engolir goela abaixo o país com os esquemas de corrupção, legislação em causa própria em detrimento de escolas e hospitais, etc. Bem, hoje em dia, com a falta de empregos, os dísticos poderiam ser: Brasil, a encontrar trabalho se obrigue, ou imigre. Em tempo, já que íamos esquecendo, viva “nóis”.

Constatação XXIV

Rico é conciliador; pobre, pede arreglo.

Constatação XXV

E como lucubrava, matutando ou matutava lucubrando o sexagenário: “Não sei se a gripe tá cada vez mais difícil de curar por causa da debilidade cada vez maior do meu organismo, pelo fortalecimento cada vez maior do vírus ou por ambas as razões”.

Constatação XXVI (De diálogos meio repetitivos).

Perguntou, “eufemística” e “neologisticamente” um velhinho pro outro:
- “Você já “viagrou”, hoje ?
Respondeu um velhinho pro outro:
-“Já. Mas a coisa não viagrou, digo, não vingou”.

Constatação XXVII

Não se deve confundir impune com imune, muito embora, em certos países, exista gente que, por ser imune, fica impune. Para eles, a recíproca, por mais absurda que possa parecer, sempre será verdadeira.

Constatação XXVIII

País rico recebe altos investimentos; país pobre, capital estrangeiro espoliador.

Constatação XXIX

O governo empurra com a barriga as nossas dívidas, recorrendo ao juro alto. O ônus dessa medida nos é empurrado goela a...baixo.

Constatação XXX

Em certos países, tendo em vista a escassez de recursos destinado à área, a indicação dos ministros para as áreas de Educação e Saúde dão a impressão que, estes, são inimigos do Poder vigente. Já para os bancos...

DÚVIDAS CRUCIAIS.

Dúvida I

Não é que o assunto seja de transcendental interesse para este assim chamado escriba, mas será que o cientista que acabou descobrindo a pílula azul, por acaso, como tantos outros descobrimentos, ele atirou no que viu e acertou naquilo que não via há muito tempo ?

Dúvida II

A senhorita Mônica Lewinsky,depois do "salão oval", vendeu os direitos de um livro para uma editora americana por três ou quatro milhões de dólares. É dinheiro para ninguém botar defeito. Será que o título do livro é daqueles que os americanos tanto gostam: “Aprenda, em poucas lições, fazer isso e aquilo” ?

Dúvida III

Ela se mudou daqui
Só porque nunca passavam
Os filmes do Jacques Tati ?

Dúvida IV

Será que existe alguma outra forma resumida de falar mal de uma porção de gente a não ser aquela que diz: “Ali, ninguém se salva” ou “Ali, não salva um” ?

Dúvida V (Via pseudo-haicai).

É contraproducente
Mandar às favas
O teu gerente ?

Dúvida VI

Que futebol mangagá*
Tem esse meu time do Paraná !
Outro igual, ou quase, será
Que algum dia, haverá ?
*Mangagá = Muito grande, enorme.

Dúvida VII (Via pseudo-haicai).

Será que há outra maneira
De viajar de ônibus,
Sem que te batam a carteira ?

Dúvida VIII

E será que há outro jeito
De andar por aí, sem que
Te ponham uma arma no peito ?

Dúvida IX

O talismã,
Será a única esperança
Do amanhã ?

Dúvida X

Se Francisco em italiano, foneticamente, é Franchesco, Chico, o apelido de Francisco, em italiano será que é Chesco ? Cartas ao blog. Obrigado.

Dúvida XI

O prezado leitor já se deu conta que entra governo sai governo, eleito democraticamente ou não, civil ou militar, nunca se fez ou faz algo para modificar a distribuição da renda em nosso país e que, segundo dados do Banco Mundial, 10% da população continua detendo mais de 50% da sua riqueza?

Dúvida XII

Será que os nossos governantes fizeram cursos de especialização para, num discurso, eloqüente ou não, dizerem coisas que não querem dizer coisa alguma ?

Dúvida XIII

Perder o latim conscientemente é quando a anfitriã diz para sua convidada: -“não repare a bagunça” e mesmo que ela responda que não tem importância a anfitriã sabe que quando a convidada sair, ela vai espalhar para todo mundo como encontrou sua casa ?

Dúvida XIV

Foi um troiano,
Insano,
Que chamou,
Que apelidou
O Cavalo de Tróia
De lambisgóia ?

MAIS COISAS QUE PRECISAM SER INVENTADAS.

-Robô, que nos substitua, para ouvir, impassível e gentilmente, ladainhas.
-Time da gente que não fique ameaçado de ir para a 3ª divisão, já que quase caminhou para a 2ª.
-Molho de chaves fosforescentes para serem facilmente distinguíveis no escuro principalmente para ser facilmente localizada quando se chega na madruga com, ou sem umas e outras no caco.
-Cinto de segurança adaptável à coleira de cães e gatos que costumam viajar em companhia da família.
-Detetor de buracos na rua e/ou na estrada que acione um mecanismo, fazendo com que o veículo dê um “pulinho”, a fim de não cair no dito cujo.
-“Desconfiômetro”, confeccionado em platina iridiada*, para aqueles que pedem carona e fazem o “caroneador” esperar enquanto eles ficam em algum canto, batendo papo totalmente furado, dizendo, de meia em meia hora, para a pobre vítima: “Já estou indo, só mais um instantinho”.
*Platina iridiada = Material altamente resistente, que todo estudante costuma se referir a outro que vive sentado, estudando, da seguinte maneira: c.d.p.i. ou c.d.ferro...
-Computador que não embirre com a gente.
-Bola de vidro que, a semelhança da de cristal, também preveja o futuro, já que sai mais barato e, portanto, irá refletir no preço final da consulta.
-Corrimão, super seguro, adaptável para outras partes do corpo na eventualidade de se subir ou descer uma escada com as mãos ocupadas.
-Porcelana chinesa que seja efetivamente da China.
-Carteira de dinheiro a prova de afanos.
-Gatos – me refiro aos bichanos – que façam o que lhes melhor aprouver, na madrugada, mas sem perturbar a vizinhança.
-Candidatos que não fiquem brabo com o telespectador que, muito pelo contrário, é quem deveria ficar brabo com o candidato, inclusive e/ou principalmente aqueles que pretendem se reeleger.
-A palavra “entretudo” que é a soma de entretanto + contudo.

www.rimasprimas.com.br
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br




Nenhum comentário: