quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (Dos nossos tempos modernos).
Ele se aproximou
Todo formal.
Ela o chamou
De frescal.

Constatação II
Não se deve confundir sardônico, que “diz-se do riso forçado e sarcástico”, com sorbônico que é “pertencente ou relativo à Sorbona, sede dos cursos públicos das faculdades da Universidade de Paris”, muito embora nada impeça que alguém que esteja cursando àquela universidade –um sorbônico, portanto – venha a alcançar uma nota tal que lhe provoque o tal do riso forçado, anteriormente mencionado.

Constatação III
E não se pode confundir pressionar com impressionar, muito embora tenha gente que para impressionar que tem fortuna, se põe a pressionar seus funcionários, não concedendo aumentos salariais, para auferir maior renda, maiores lucros, etc.

Constatação IV
E, ainda, não se pode confundir feliz-amor, que no Rio Grande do Sul é uma espécie de fandango, com amor feliz, até porque este último, segundo os entendidos no ramo, não é duradouro. Já o primeiro, se alguém quiser passar a vida toda dançando, ninguém tem nada a ver com isso.

Constatação V
Rico tem um ateroma; pobre, um quisto sebáceo (Perdão, leitores).

Constatação VI (Via pseudo haicai).
É preciso dar manutenção
Às coisas e às pessoas.
Também atenção.

Constatação VII
O repentista
Rimou
Tolice
Com filha da p...ce
E escandalizou
O purista
Que considerou
Um abuso
No uso
Da língua.
Este comentou
Pra sua senhora:
“Falta de vocabulário
Desse otário
Que colabora
Para o vernáculo,
Com tal espetáculo,
Morrer a míngua.
Vou continuar
A lutar
Pra preservar,
Pra colocar
Numa redoma
O nosso idioma
Pra evitar
Tanto senão
E que não caia
Na mão
Dessa laia.
Com essa minha labuta,
Posso até criar
Um estribilho:
Chega de filho
Da, digo, de gente
Não batuta.
Completamente
Biruta.
Vamos em frente!”

Constatação VIII
Em certos países, brinca-se de faz-de-conta: as crianças, fabulando; os adultos, eleitores, que os candidatos vão resolver os problemas do país e não os deles próprios; os candidatos eleitos brincam de faz-de-conta que vão resolver os problemas do país e não os deles próprios. E viva “nóis”, digo, viva certos países...

Constatação IX
Vencemos a Alemanha
No passado, por quatro a zero.
Contagem estranha!

Constatação X (De diálogos contraditórios).
-“Qual é o preço dessa uva ?”
-“Nove e cinqüenta o quilo”.
-“E por que tão cara ?”
-“Por causa da alta do dólar. É uva chilena. Tá bem doce”.
-“Ah, bom, quer dizer, ah ruim, pois o preço ta bem salgado”.

Constatação XI
O computador – como qualquer máquina, infernal ou não – é uma invenção maravilhosa. Desde que você saiba manejá-lo e não o revés. Tenho dito !

Constatação XII (De novo?)
Não se deve confundir com sentimento com consentimento, até porque as pessoas, na maioria das vezes, quer dizer, em condições normais de pressão e temperatura, dão o segundo – um beijo, por exemplo, não roubado, naturalmente – nas condições do primeiro.

Constatação XIII (Teoria da relatividade para principiantes, principalmente daqueles que estão querendo emagrecer).
E como dizia o gorducho, todo ofegante, depois de um curto passeio, sob o pretexto de que o médico recomendara caminhadas, quando a sogra, de visita, evidentemente como de praxe, criticando a sua, dele, conduta para com a filha: -“É muito melhor que as pernas não suportem o peso do meu corpo do que eu suportar o papo da minha sogra”...

Constatação XIV (Outra vez?)
Não se deve confundir solitário com solidário, muito embora quem é o segundo, mesmo assim, com essa humanidade que anda por aí, corre risco de ficar o primeiro. A recíproca até pode ser verdadeira. Depende das partes envolvidas...

Constatação XV
Rico transcende a vapores etílicos; pobre, é pau-d’água.

Constatação XVI
Rico, persegue uma idéia; pobre, é perseguido pela polícia.

Constatação XVII
Perguntou o professor pra gatona:
-“Quem foi Machado de Assis ?”
Respondeu a gatona pro professor:
-“Quem ele foi, eu não sei, professor. Só sei que ele tem o nome da rua do meu psicólogo”.

Constatação XVIII (Via pseudo-haicai).
Crises e não sei mais o quê
Neste ano 2011.
Pê que pê !

Constatação XIX
E como contava didaticamente para os amigos e conhecidos o obcecado: “A diferença entre algumas revistas masculinas que circulam por aí é que, numas, as mulheres aparecem em nu frontal; noutras, o nu frontal é escancarado”.

Constatação XX
Quem foi adepto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse, já no final do seu último governo e depois da, então, última pesquisa de opinião pública, que ele ainda tinha 20% da preferência popular e quem não era seu adepto disse que ele não tinha 80% da dita cuja.

Constatação XXI (Não vamos parar com essa comparações?)
E não se deve confundir besteira com festeira, muito embora quem é muito festeira arrisca de acabar fazendo alguma besteira. A recíproca, para esses importantíssimos casos, não é necessariamente verdadeira.

Constatação XXII
E como, nostálgico, saudoso, “poetava” aquele torcedor, do tradicional rival do meu Corinthians, do Palmeiras:
“O Alex, naquele dia,
Fez a gente esquecer
O Ademir da Guia
Que dava gosto de ver
Em qualquer porfia.
Até parece dinastia!”

Constatação XXIII (Ah, esse nosso vernáculo).
O poeta, ao cantar a mulher, cantou a mulher.

Constatação XXIV
Rumorejando, certa vez, publicou que a diferença entre este assim chamado escriba e a atual jovem geração é de aproximadamente 50 decibéis, se referindo ao volume de um som que a turma costuma ouvir, principalmente no carro; já com relação aos familiares, a diferença é a seguinte: o assim chamado escriba tinha pai pobre e os herdeiros do assim, etc. pensam que têm pai rico...

Constatação XXV
Lá,
No seu lar,
Em Ji-Paraná,
A coroa,
A Lúcia,
Costumava
Brincar
Com boneca
De pelúcia,
Quando ficava
À-toa
E convidava
O Oscar
Que não aceitava,
Que alegava
Ter de sair
Com medo,
Tarde ou cedo,
De vir
A desmunhecar.

Constatação XXVI
Deu na mídia: “Estádio dos Pássaros corre o risco de ser interditado”. A referência é ao estádio da cidade de Arapongas que está disputando o campeonato paranaense. Efetivamente o campo está em péssima condição para a prática do futebol. Principalmente para o time que tem razoável toque de bola. Não foi o caso do meu Paraná que perdeu mais uma partida lá e segue o último da tabela. Quando o campo está ruim, fica difícil para os dois times. Aliás, o meu Paraná não tem toque de bola algum em quaisquer campos...

Constatação XXVII
E como comentou a viúva do político para os filhos quando voltaram para casa depois do enterro: “O discurso do correligionário do pai de vocês foi muito bondoso, muito laudatório, muito elogioso, muito apologético e muito mentiroso”.

Constatação XXVIII
Deu na mídia: “Venezuela nega que o presidente da Libia visitará o país”. De acordo com as notícias do Oriente Médio, alguns amigos do presidente da Venezuela Hugo Chavez deixaram de agradar o povo dos seus respectivos países onde, com sistema de governo assaz duradouro nada democrático, governam e onde a corrupção grassa desmesuradamente. A queda do presidente do Egito, que governou o seu – dele – país por mais de três décadas anda contaminando vários outros. A propósito, será que a família de Pinochet devolveu ao seu país os milhões de dólares que auferiu quando ditador do Chile?

Constatação XXIX
Salário mínimo de R$545,00 ou de R$560,00 é tudo a mesma mer, digo, coisa. Por que não se discute o salário de deputados, senadores e desembargadores? São eles que também determinam quanto deve ser o salário mínimo. Por que eles não experimentam viver com tais salários?

Constatação XXX (Recaída?)
Não se pode confundir início com indício, muito embora tenha havido por parte do governo um indício que pretende dar, de novo, inicio a um movimento para ressuscitar o CPMF, que anteriormente foi desviado da idéia do Dr. Adib Jatene de se destinar à Saúde, como tantos outros casos como, por exemplo, no tempo do então presidente José Sarney o dinheiro dos usuários, para melhorar as estradas, não melhorou coisa alguma. E viva “nóis”!

DÚVIDAS CRUCIAIS VIA PSEUDO-HAICAIS.

Dúvida I
É exagero de queixume
Afirmar que teve uma espirradeira
Por causa do seu sedutor perfume ?

Dúvida II
É muito triste
Levar uma bronca,
De dedo em riste ?

Dúvida III
Ë muito mais agradável
Falar com uma gata do que
Com um metido a notável ?

Dúvida IV
É muito sensacional
Fazer discurso, num velório,
Panegirical ?

Dúvida V
Ela sentiu um anelo
Muito forte
Pelo Rubinho Barrichello ?

Dúvida VI
É falta de educação
Ir, de cara,
Passando a mão ?

Dúvida VII
É falta de união
Furar a greve
Pra agradar o patrão ?

Dúvida VIII
É pertencer ao jurássico
Dizer que Pelé, Tostão e Zico
Fizeram falta no clássico ?

Dúvida IX
Deu uma baita lombeira,
Aí, ela adormeceu,
Te deixando na geladeira ?

Dúvida X
Quem estuda história
Se dá conta que as guerras
Sempre foram questão de divisória ?

Dúvida XI
A competitividade,
Tão apregoada por aqui,
Cria problemas de gravidade ?

Dúvida XII
A barreira tarifária
Quando é a favor dos países ricos
É estritamente necessária ?

Dúvida XIII
Quando o leão leva o teu
Quer dizer que
O gato comeu ?

Dúvida XIV
É muita ousadia
Os juízes aprovarem
O auto-auxilio moradia ?

Dúvida XV
E não é de deixar todo o país pasmo,
As convocações extraordinárias do Congresso,
Depois de um ano de total marasmo ?

Dúvida XVI
Foi muito lapidar
Ela pedir à anfitriã ketchup
Naquele fino jantar ?

Dúvida XVII
E ela quase perdeu os sentidos
Quando descobriu que comia
Gato por lebre nos embutidos ?

Dúvida XVIII
É o fim da picada
Não subir pelo elevador
Mas só pela escada ?

Dúvida XIX
Na conversa séria, tête-à-tête,
Ela se comportou muito mal,
Ela se limitou a pintar o sete ?

Dúvida XX
É muito elementar
Os outros não terem
Nada pra jantar ?

Dúvida XXI
É ser muito cordato
Não reagir
Quando te fazem de pato ?

Dúvida XXII
É muito vexame,
Ao invés de passar a mão nela,
Passar no furioso enxame ?

Dúvida XXIII
É muito suspeito
Quando dizem: “Fiz um trabalho
Pra ninguém botar defeito” ?

Dúvida XXIV
É muito convencimento
Afirmar: “Ela sem mim
É só tormento” ?

Dúvida XXV
É muito castigo
Quando a sogra diz pra filha:
“Vim passar uns meses contigo” ?

Dúvida XXVI
Existe alguma semelhança
Entre nós e o gorducho balofo,
Aquele que é só pança ?

Dúvida XXVII
Seno de dois b
É igual a dois
Seno b co-seno b ?

Dúvida XXVIII
É falta de atenção
Achar que são os outros
Que estão na contramão ?

Dúvida XXIX
É muita falta de sensibilidade
Perguntar para uma pessoa:
“Qual é a sua provecta idade” ?

Dúvida XXX
É muita complexidade
Estar a sós com a gata
Que fez voto de castidade ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I
Não é por ser um poliglota,
Falando aquela profusão de idiomas
Que ele deixava de ser um idiota,
Errando nas mais elementares somas.

Constatação II
Não se pode confundir lambança que quer dizer em sentido figurado “tumulto, barulheira, algazarra” com lembrança, muito embora por causa da lambança,cometida na meninice, a gente não tem uma boa lembrança, diante da outra lambança, agora significando “censura, repreensão, recriminação” que a gente levou dos pais e da professora que até dava bolo na palma da mão ou um puxão de orelha. Maus tempos!

Constatação III
Perguntou o filho do obcecado:
-“Pai, o que é desencontro ?”
-“Definir eu não sei, meu filho. Só sei dar exemplo: Se existir uma mulher que não sabe dizer ‘não’ e se não houver alguém que cante ela, isso é um desencontro... Aliás, no jogo do amor jamais me faltou o imprescindível entrosamento”.

Constatação IV (De diálogos esclarecedores).
-“Pimenta no olho dos outros não arde”.
-“Você quer dizer pimenta nos olhos dos outros não arde ?”
-“Não. É olho mesmo. Eu estou me referindo aos reis que tem apenas um olho em terra de cego”. -“Ah, bom! Quer dizer, ah, ruim”.

Constatação V
No jogo de baralho
Ficava totalmente
Impassível.
Parecia um espantalho
Com uma cara ostensivamente
Implausível.

Constatação VI
E já que se fala tanto nessa paixão, chamada futebol, eu acho – data venia, como diriam nossos juristas – que se o time do Brasil tivesse o toque de bola da Holanda, nós seríamos imbatíveis, campeões eternos do mundo, de outras galáxias e de alguns outros torneios menos cotados. Tenho dito!

Constatação VII (Teoria da Relatividade para principiantes).
É muito melhor beijar uma gata, que acabou de lavar os dentes, do que uma senhora gata que acabou de comer um prato na base de alho e cebola.

Constatação VIII
Rico ostenta; pobre só tenta.

Constatação IX (Ah, esse nosso vernáculo).
Ele ficou todo prosa
Porque, com a vizinha gostosa,
Deu uma prosa,
Ou melhor, um dedo de prosa,
Que dizia
Que havia
Escrito um livro de poesia
E um de prosa.

Constatação X
Não se pode confundir coluna com lacuna, até porque quem não tem uma postura ereta, por problemas da coluna, tem uma lacuna no seu porte elegante de andar, sentar, deitar, etc.

Constatação XI (Metereológica).
Em Curitiba, o inverno, a cada ano, surrupia, cada vez mais, alguns dias das três outras estações do ano. A propósito, uma dúvida crucial: É o inverno que costuma vir passar o verão em Curitiba sem que, jamais, o verão venha a passar o inverno nessa cidade ? E será que não vai nunca mais parar de chover, ocasionando mil e um estragos?

Constatação XII
Em certos países, a protuberância do ventre nem sempre indica gravidez. Muitas vezes pode ser barriga-d’água.

Constatação XIII
Não se deve confundir “erre gê”, que quer dizer Registro Geral que você, quando preenche um formulário, tem que pôr o número – até porque quem não tem “erre gê”, oficialmente, não existe e/ou não tem cidadania – com herege, que quer dizer, segundo o Aurelião, “Que professa doutrina contrária ao que foi definido pela Igreja como sendo matéria de fé”, muito embora tenha muito herege que tem “erre gê” e tem muito que não tem, o que, em certos países, dá tudo na mesma.

Constatação XIV
A inadimplência é diretamente proporcional ao salário mínimo, a inveja, ao apelo ao consumismo e inversamente proporcional à fome, a vontade de possuir as coisas, etc.

Constatação XV
Quando ela falou
Que não poderia
Com ele sair,
Pra passear na praça,
Mão com mão,
Pois tinha que cerzir
As meias do irmão
E bordar
Um ponto cruz
Ele logo se tocou,
Na mente espoucou
Uma luz:
Que ela fingia.
E o tal ponto
Não era bem um bordado
Era nenhum,
Era um conto,
Muito mal contado,
Que não se passa
Em tempo algum
No namorado.
Coitado!

Constatação XVI
Quando a mulher, que estava aprendendo a dirigir numa escola para motoristas, toda eufórica, toda excitada, contou que já sabia dar marcha ré e engrenar a primeira, o marido, que não despregara os olhos do jornal, meio distraído, falou: -“Você, então, já tem condições de trabalhar, como manobrista, num estacionamento ?”

Constatação XVII
No fundo, no fundo e também no raso, no raso, o proselitismo é uma falta de respeito, é subestimar o interlocutor.

Constatação XVIII
A boazuda
De renome,
Que tanto gostas
Levou uma mordida
Onde as costas
Mudam de nome
Lá, num canto
Do pajonal*
Enquanto,
Despida,
Desnuda,
Lia despreocupada
O jornal.
Coitada!
* Pajonal = capinzal.

Constatação XIX
Não se pode confundir sustado com assustado, muito embora a gente fique assustado com aquele cheque – que custou para arrancar, daquela dívida do “amigo” a quem, inadevertidamente, um dia, se havia dado o aval e que a gente teve que honrar para não ir ao Seproc –, quando o banco nos avisa que o dito cujo foi sustado por ordem do emitente. Emitente, no caso, é eufemismo de filho..., digo, do tal “amigo”.

Constatação XX
A pesquisa de opinião pública é, de uma certa forma, a fritura dos nossos governantes. Aqueles que têm “desconfiômetro”, deveriam se dar conta e pedir as contas e não dizer que um pacote de medidas sociais poderá reverter os baixos índices, pois é caso de perguntar: por que não tomou providências desde o começo e levar em conta que se São Paulo, por exemplo, tem 2 milhões de desempregados, representando 20 por cento da população economicamente ativa é que algo já devia, há muito tempo, ter sido feito. Em tempo: viva “nóis”.

Constatação XXI
Assim como existe um acordo tácito, não firmado, entre os jornais para não divulgarem suicídios, já que a notícia pode provocar outros suicídios, assim também não se deveria noticiar briga entre gangues, quadrilhas, de adolescentes ou não, principalmente nos Estados Unidos, onde também ocorrem atentados contra escolas e cuja divulgação induz a que sejam cometidos atos semelhantes por aqui, em nosso país. Fica consignada a sugestão a quem de direito.

Constatação XXII
Em 1970, depois que o Brasil já tinha sido tri-campeão do mundo, no México, foi possível constatar que na França, país que, então, nunca havia primado pelo futebol, a pessoa mais conhecida e mais popular entre os franceses era D. Helder Câmara. As notícias sobre o Brasil no Le Monde, um dos principais jornais do país, era sobre a tortura em nosso país.

Constatação XXIII
E, ainda, não se pode confundir com motorista com como turista, muito embora tenha muita gente que se comporta como turista em sua própria casa. Normalmente são essas que só sabem, que acham primordial viver com motorista... A recíproca, para esses imprescindíveis casos, não é necessariamente verdadeira.

Constatação XXIV
O amor, segundo um alto prócer dos meios financeiros, é a transação de corações com financiamento a fundo perdido. Já o amor monogâmico (será que existe amor poligâmico ?) é uma transação de corações com hipoteca única, plena e especial.

Constatação XXV
Com essa mania de valorizar as coisas estrangeiras e/ou desvalorizar as nossas, não se fica sabendo se o gulash é um barreado metido a besta ou o barreado é um gulash proletarizado.

Constatação XXVI
Quem ainda não conhece o CD Consertão com Paulo Moura, Heraldo do Monte, Elomar e Arthur Moreira Lima não sabe das coisas e, provavelmente, só escuta as FM’s. Àquelas que só tocam música estrangeira em detrimento às músicas brasileiras. Tenho dito.

Constatação XXVII
Alguém já imaginou o que aconteceria com a diretoria do meu Paraná se a sua torcida fosse igual ao do, também meu, Corinthians? Quem imaginou, por favor, comentários no blog. Obrigado.

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I (De cozinheiro(a), confeiteiro(a), etc.
Tem sido um empecilho,
Até o presente momento,
Fazer, sem polvilho,
Bolacha de vento ?

Dúvida II
Quando alguém diz: “Aplique na poupança”, é alguém que está orientando o farmacêutico onde aplicar a injeção ou é um entendido em finanças, orientando a uma pessoa que, incrivelmente, nos dias atuais, tem umas economias para aplicar e está pedindo um conselho ?

Dúvida III
Quem que disse que toda brincadeira tem um fundo de verdade, efetivamente, disse a verdade ou apenas se considerava o dono da verdade ?

Dúvida IV (Via pseudo-haicai).
Chupar uma bala,
Sem tirar o papel
Te abala ?

Dúvida V (Via pseudo-haicai).
Foi o descocado*
Que perdeu
O rebolado ?
*Descocado = “Insolente, atrevido, descarado”.

Dúvida VI
Sem pachorra,
Sem manemolência,
A brilhante
Cantora
Foi perdendo a paciência
Da modorra
Do seu acompanhante* ?
*Não ficou claro se era o acompanhante pessoal ou o acompanhante musical. Quem souber, por favor, comentários também no blog.

Dúvida VII
E já que falamos no assunto, será que o meu Paraná não vai nunca mais ganhar uma partida de futebol?

Dúvida VIII
O meu gentil convite
Ela não quis aceitar.
Será que deveria estar
Com tenossinovite* ?
*Tenossinovite = “Patol. Inflamação da bainha de um tendão”.

Dúvida IX
Em sua modesta opinião, prezado leitor, qual das três perguntas atingiria o número maior de respostas: Quantas CPI deveriam ser implantadas no país ? Quantas já deixaram de ser implantadas ? E quantas deixarão de ser implantadas ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida X
Foi a sardinha
Que falou
Que a tainha
Só fofocou
Picuinha ?

Dúvida XI
É a comadre Sinfrônia, aquela que é um pouco franhosa, digo fanhosa, que não se enfronha em dormir com fronha no travesseiro ?

Dúvida XII
Foi a mulher
Que achou mister
O luar
Ser colhido
Pelo marido –
Aquele com ar
De doido varrido –
Pra ofertá-la
E ela poder
Pôr na sala
De comer,
A sala de jantar,
Para os convidados
Impressionar,
Deixando-os abobados,
Aparvalhados,
Atoleimados ?

Dúvida XIII
O prazo é exíguo
Quando se fala
Do próprio umbigo ?

Dúvida XIV
É o bóia-fria que contribui para nutrir os ricos, outros povos, etc., ou são os ricos, outros povos, etc. que contribuem para desnutrir o bóia-fria ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida XV
Quem inicialmente não imaginou que a Internet serviria também para difundir vírus, cuja única finalidade é prejudicar os outros, sem dúvida, esqueceu que a Humanidade é aquilo que já estamos cansados de saber ?

Dúvida XVI
Quando tocaram a Dança Ritual do Fogo, de Manoel de Falla, ele apagou ?

Dúvida XVII
O mínimo múltiplo comum não tem, com o máximo divisor comum, nada em comum ?

Dúvida XVIII
Um simples mortal,
Numa certa fase,
Da sua carreira
Tem que saber,
Sem perder
O ritmo,
Resolver
Logaritmo
Na base
Decimal,
Sem fazer
Besteira ?

Dúvida XIX
Perder para os hermanos, mesmo sendo campeão no sub-20, 30, 40, 50 e até o infinito é sempre uma tragédia ?

Dúvida XX
Cornetear nos ouvidos de alguém quer dizer tocar corneta próximo ao seu pavilhão auditivo ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (De conselhos úteis rimados).
Se você estiver numa reunião
E quiser mostrar erudição
Para impressionar os circunstantes
E tiver dúvidas sobre certo cidadão
Se ele era filósofo ou escritor,
Você poderá ter a solução
Em pouquíssimos instantes
Sem precisa ir “devagar com o andor”,
Naturalmente,
Para não entrar numa fria:
Diga sempre que ele é escritor
Pois todo filósofo é “escrevinhador”
Ao bolar sua filosofia,
Mas nem todo escritor,
Evidentemente,
É filósofo. Saiba isso, se não sabia.
Você, assim, não dará mancada.
De nada!

Constatação II (De conselhos úteis não rimados).
Se você não se lembra onde deixou os óculos e outras “cositas más”, procure antes os óculos que, com eles, ficará mais fácil achar as outras “cositas”. De nada!

Constatação III (De conselhos úteis rimados).
Não se meta
Com uma cambada
De gente picareta.
De nada!

Constatação IV
Inventou
Uma engenhoca.
A impressão
Da comunidade
Não foi unânime.
Metade
Achou
Pusilânime;
A outra opinou:
“Boboca”.

Constatação V
Certo país anda tão fod, digo ferrado que com o crescimento do PIB de menos de 1% já é motivo para grandes comemorações. E viva certo país!

Constatação VI (De conselho úteis sob a ótica “megeral”, quer dizer duma megera).
Quando a mãe foi visitar a filha encontrou-a chorando. Não sabendo o motivo, perguntou incontinente:
-“Por que você está chorando, minha filha ?”
-“Porque eu briguei com o meu marido, antes dele viajar e agora eu estou arrependida porque eu me dei conta que ele estava com a razão”.
-“Mas que bobagem, minha filha. Nenhum homem merece que se derrame lágrimas por ele. Aliás, as únicas lágrimas que a gente deve derramar pele marido são quando ele morre sem deixar uma boa renda pra gente. Também uma ou outra lágrima de crocodilo. Nunca esqueça disso, pois quem está te falando é a pura voz da experiência”...

Constatação VII
E como dizia o obcecado: -“A noite foi feita para o amor. A manhã e a tarde também”.

Constatação VIII
E como dizia um outro obcecado, esfregando as mãos, que nada tem a ver com o obcecado anterior, quando disseram que iam tocar o Bacanal de Sansão e Dalila de autoria de Saint Sans: -“ Oba! Bacanal é comigo mesmo”.

Constatação IX
De bofe,
Chamou a mulher.
Deu o maior regabofe
Como ninguém quer.

Constatação X (De eufemismos).
-“Eu não assaltei, Seu Delegado. Apenas eu obriguei o cara a me fazer uma doação espontaneamente compulsória”.

Constatação XI
Depois da querela,
Ele captou
O jeito dela
E se adaptou...

Constatação XII
Rico bebe socialmente: pobre, desmesuradamente.

Constatação XIII (Passível de mal entendido).
E como dizia aquele sujeito que já estava no quinto casamento: -“Não adianta mudar. É tudo igual”.

Constatação XIV (Passível de mal entendido, via pseudo-haicai).
Ele fuxicou
Até que conseguiu:
Ela se entregou.

Constatação XV
Levou
Uma surra,
Não pequena.
O caradura
Chamou
A morena
De loira burra
Que protestou
Só quanto a cor:
-“Isso já é demais.
Loira, jamais”.

Constatação XVI
Rico, não tem papas na língua para regatear; pobre, tem vergonha de pechinchar.

Constatação XVII
O septuagenário, nosso velho conhecido, pára de comer durante uma semana, quando é convidado para uma festa. Não se trata, absolutamente, de ficar com bastante fome para se empanturrar na hora dos comes e bebes. É, apenas, para poder caber na roupa de festa que se tornou pequena, tendo em vista a barriga ter aumentado de volume, eufemismo de ter virado barrigona...

Constatação XVIII
O governante
Ficou de atalaia.
Teve receio
Que no meio
Do comício,
Por um instante
Levar, de novo,
Uma vaia
E um ovo
No frontispício.

Constatação XIX
Não se deve confundir tarimba com marimba, muito embora para tocar o segundo – numa orquestra, por exemplo – é preciso demonstrar possuir o primeiro.

Constatação XX
E não se deve confundir cabalar com Calabar, aquele que traiu os inconfidentes, até porque tem muito cabo eleitoral que se propõe a cabalar votos para um candidato de um determinado partido e trai os seus correligionários, cabalando para outro candidato do mesmo ou de outro partido.

Constatação XXI
Essa gripe que anda grassando por aí é tão difícil de curar, mas tão difícil que o vírus deve ser do tipo de computador que estraga tudo que encontra pela frente, por trás, pelo lado, por cima e por baixo e por aí afora, digo adentro...

Constatação XXII (De diálogos com conselhos úteis e práticos).
A aplicação
Da injeção
De penicilina
Só deu resultado,
Considerado
Bom,
Quando o gente fina
Deixou de ficar
Meio encabulado
E, com pertinácia,
Enfrentou o olhar
Zombeteiro,
Matreiro,
Bisbilhoteiro
Da dona da farmácia:
-“Está resfriado ?”
Ela perguntou.
Ele os olhos baixou,
Envergonhado,
E corou:
-“Foi uma gata,
Uma gatinha
Que peguei na esquina
Que me arranhou
E inflamou”.
“Coitado!”,
Compungida,
A fingida,
Exclamou.
“Outra vez,
Meu bom freguês,
Use camisinha,
Que tá barata”.

Constatação XXIII
Tem gente que não tem limite em sua vaidade. E, como todo vaidoso é um tolo, consequentemente, também sua tolice é ilimitada.

Constatação XXIV
Não se pode confundir padrão com patrão, até porque achar um patrão que seja padrão, principalmente nesta nossa época em que os empregos desapareceram, fica difícil, muito difícil.

Constatação XXV (De conselhos úteis).
Você não deve ficar
Nem um pouco deprimido
Em dizer
Que tá na hora
De tomar
O comprimido
De antes de deitar
Se a visita
Não se mexer
Pra ir embora
À uma da madrugada.
Em tal situação,
Meu irmão,
A gente não hesita.
Se não
O coração
Palpita.
De nada!

Constatação XXVI (Passível de mal entendido).
Ela já deu tudo o que tinha que dar.

Constatação XXVII
Deu na mídia: “A rainha do pop Madonna, quando esteve grávida, começou a ter um enorme apetite por ovos, azeitonas e batatinhas fritas”. Eis aí uma notícia que foi de transcendental importância para o futuro da Humanidade...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I
Será que é verdade – se não pararem com o aumento da violência e essa tal de globalização, que cria tanto desemprego – que o dístico vai ser mudado para “Desordem e Retrocesso” ?

Dúvida II
Quando um governante, a quem foi feito uma série de reivindicações, como por exemplo de governadores ao presidente da República ou de prefeitos para o governador, e é dada a resposta “que serão atendidas dentro do possível” e, como jamais foram, são e serão atendidas em tempo algum, não seria melhor o governante dizer “que serão atendidas dentro do impossível” ?

Dúvida III
Quando um cartola compra e detém o passe de um jogador de futebol, isso quer dizer que, mesmo correndo um risco, concernente a todo negócio, no caso por contusão, por exemplo, ele fez um investimento, visando um lucro futuro igual ao de uma empresa industrial, comercial ou de prestação de serviços ?

Dúvida IV
Piparote é a soma de pipa com serrote ? E nessa linha de raciocínio, furibunda é a soma do que com o quê ?

Dúvida V
Quem sofre de fadiga crônica nunca fica, eventualmente, cansado ?

Dúvida VI
Quem tem a consciência pesada, não pode andar de ultra-leve ?

Dúvida VII
É a patologia que estuda a vida dos patos ? (Não a ave, mas nós mesmos que pagamos os impostos, não gozamos de elisão fiscal, etc.).

Dúvida VIII
Por que será que os cartolas no futebol nunca querem largar os cargos que possuem nos diversos times ?

Dúvida IX
No cassino,
Ele se atirou
Com volúpia
Mas não ganhou
Nem uma rupia.
Que destino!?

Dúvida X
Pensou,
Furibundo,
O rico sogro
Do genro,
Vagabundo,
Tão tenro
No começo
Do casamento
Com sua filha:
“Que tropeço!
Caí no logro.
Ele já empalmou
Uma milha
E até o momento
Não se coçou
Pra me devolver
Vamos ver
Até onde vai
A desfaçatez
Com o “papai”,
Como ele me chama.
Que estupidez
Como é que fica
A minha fama
De pessoa rica
E inteligente
Tão somente ?”

Dúvida XI
Persiste
A dúvida:
Governo existe ?

Dúvida XII
A justiça tarda, mas não falha ?

Dúvida XIII
O real é irreal ?

Dúvida XIV
O iireal (assim mesmo com dois is) quer dizer que é real ?

Dúvida XV
Nessa linha de raciocínio o iiireal é ireal ? Quer dizer que os números pares do “i” o tornam real e os números ímpares irreal ?

Dúvida XVI
Ele não perdoa
Quando insinuam
Que sua mulher,
A coroa,
É muito boa
E, nesse papo,
Que o guapo
Engole sapo,
Insistem,
Persistem,
Continuam ?

Dúvida XVII (De uma questão dos nossos tempos modernos).
Resvala
A bala
No cidadão,
Sentado
Tranqüilamente
Na sala
Olhando
O jornal.
Coitado!
Na minha opinião,
Modestamente
Falando,
Sei não.
Cadê o policial
Pra tirar
De circulação
O marginal
Sem deixar
Outro entrar
Em seu lugar ?

Dúvida XVIII (De outra questão dos nossos tempos modernos).
É careta
O esteta
Não saber
Fazer
Mutreta
Também
Sem
Uma caneta
Na mão,
Pois não ?

Dúvida XIX
E já que falamos no assunto, por favor me informe: a pilantragem já foi oficializada ?

Dúvida XX
A sacanagem parece que sim ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

RUMOREJANDO


PEQUENAS CONSIDERAÇÕES, POR FALTA DE MAIORES.

Constatação I
E como ponderava aquele adolescente, como boa parte dos adolescentes não muito afeitos à higiene: -“Eu nunca vi ninguém morrer por não tomar banho. Mas, o que tem de acidente, com morte, em boxe e banheiro não está escrito em gibi algum...”

Constatação II
Quando eu vejo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso falando do mensalão e tantas outras marucataias, ocorridas durante o governo do ex-presidente Lula me vem a frase por demais conhecida: “O roto ta falando do esfarrapado”. Vejamos, pois: O jornal Folha de São Paulo do dia 3 de junho de 2000 noticiou como se deu a compra de votos para a reeleição do presidente da República Fernando Henrique Cardoso:
“No dia 28/1/1997, a emenda que permitia a reeleição de FHC foi aprovada na Câmara por 336 votos a 17, com 6 abstenções. No dia anterior, só 228 deputados afirmavam que votariam a favor da emenda: 47 deputados que eram contra a emenda "viraram a casaca" e votaram a favor. Outros 61 "indecisos" também votaram a favor de FHC.
Nos dias 13 e 14 de maio de 1997, a Folha revelou gravações de conversas em que os então deputados Ronivon Santiago e João Maia, ambos do PFL-AC, admitiam ter vendido seus votos a favor da emenda da reeleição por R$ 200 mil cada um, quando ela foi votada no dia 28 de janeiro. Ronivon e Maia foram expulsos do PFL e renunciaram(...)”.
O jornal Folha de São Paulo do dia 3 de junho de 2000 deu também a seguinte notícia: “O presidente Fernando Henrique Cardoso reiterou durante conferência da qual participaram 14 chefes de Estado na Alemanha, que a democracia é a regra que deve nortear toda a América Latina. Ele disse que os representantes dos países sul-americanos se comprometeram a ocupar-se de questões sobre desenvolvimento democrático, assim como reafirmaram o compromisso de respeitar a liberdade e a igualdade”.
Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço... E viva “nóis”...

Constatação III
O pão do rico, se lhe escapa da mão, cai com o lado da manteiga pra cima; o do pobre, tanto faz do lado que caia...

Constatação IV
O vizinho comprou uma bateria para o filho e colocou na garagem. Mas o garoto não toca, apenas faz ruído. É que ele não se toca...

Constatação V
A Wilkileaks está fazendo o mesmo que o escritor uruguaio Eduardo Galeano fez em “Espejos – Uma história casi universal”. O australiano conta as barbaridades que estão ocorrendo em nossa época. O autor de Las venas abiertas da America Latina conta as barbaridades desde os velhíssimos tempos até os nossos dias.

Constatação VI
Rico ganha todas; pobre, ganha todas: as perdas.

Constatação VII (Matematicamente surrealista ou surrealisticamente matemática. Do livro Rimas Primas & Outras Constatações com pequeníssimas modificações, deste assim chamado escriba e dedicado ao meu professor Moyses Kulisch, in memoriam, e, como consta nos exemplares, ao meu guru Millôr Fernandes autor dentre tantas genialidades, do antológico “Com prova dos nove...”).
O sistema
Cartesiano
Ortogonal,
Não no plano,
Portanto, espacial,
Se cruzou,
Na origem
E se cumprimentou.
Também com o teorema.
O eixo dos xis,
Se queixou,
Como todo ano,
Como atendendo um bis,
De vertigem;
O eixo dos ipsilon
Que, em condição
Normal
De pressão
E temperatura,
Nunca anda bom
Falou
De determinado mal
Que sempre perdura
Fruto,
Ou melhor, produto
Do mal da altura;
O eixo dos zê
Fofocou
Que o logaritmo
Neperiano
Perdeu
O ritmo,
Pro decimal
Que, em evidência,
Do colchete,
Sem ser macete,
Deu
Uma de boçal:
Se enalteceu
Total,
Integral.
E mais,
Que o tetraedro,
Parente distante
Do icosaedro
Determinante,
Quer dizer
Com determinação,
Quer aparecer,
Como jamais.
Ele freqüentou
Alta esfera,
Num círculo emergente
Até o limite
Da ionosfera,
Quer dizer
Do Pentágono.
Acabou
Dando palpite,
Próximo ao presidente,
E de alguma mera
Figura exponencial.
E que o eneágono,
Tão somente,
Em progressão
Aritmética
E também geométrica,
Cheio de maledicência
Implicou,
De antemão,
Com o hexágono
Inscrito,
Circunscrito
Numa circunferência,
Indubitavelmente,
Antes um irmão
Exemplar,
Bi univocamente
Perfeito,
Escorreito,
Como queria demonstrar;
Aí o apótema falou:
“A incógnita da questão
É se o perímetro
Que não mudou
Nem um centímetro,
Nem por um momento,
Da sua convicção
Sobre o parênte(se),
O comprimento,
Isto é, a frente
E a largura
É um caradura;
Ao contrário
Dum
Máximo divisor
Comum,
O mínimo
Múltiplo comum
Saiu a cata
Da lemniscata
De Bernouilli,
Como se ela
Fosse o número pi
Ou uma paralela.
E enunciou
Um corolário
Sobre o triângulo
Chamando-o de confuso
De obtuso,
Ou seja, de obtusângulo.
O quadrado.
Enfastiado,
Com muita dor,
Derivada
Duma tabuada
Mal decorada,
Mal somada
Expectorou
Um fatorial
E uma equação
Do segundo grau.
Ficou
Chateado
Coitado!

Constatação VIII (De conselhos úteis, dados pelo obcecado).
Se a tua parceira
Estiver resfriada
A posição primeira*
Deve ser evitada.
(De nada).
*Papai-mamãe.

Constatação IX
E como explicava aquele médico para a senhora, preocupada com a saúde do seu marido: -“O coração dele bate muito bem, mas ele nem tanto”...

Constatação X (Recado à Diretoria do meu Paraná).
Se vocês têm a intenção de acabar com o time, não precisam se preocupar. Vocês estão no caminho certo. Afinal, vocês há dois anos contratam cabeça de bagre que, dentre outras barbaridades, até com a mão fazem gol...

Constatação XI
Deu na mídia: “Um nepalês que deu um tapa em um líder político do país está sendo considerado um ‘herói’ e recebendo o apoio de milhares de pessoas pela internet”. “Ele disse que agiu dessa maneira porque os políticos nepaleses estariam destruindo o país”. Ah, se a moda pegasse por esse mundo afora!...

Constatação XII
Quando outro obcecado deu – segundo ele – uma surpreendente pifada, disse para a parceira que gostaria de se encontrar novamente com ela para se redimir e provar que havia sido um acidente de percurso. A parceira incontinente respondeu: “Nada feito. Eu não vou mais entrar nessa”. Ao que o pobre coitado questionou, filosofando: “Assim que eu também vou ter que sair dessa sem nunca ter entrado?”.

Constatação XIII
Segundo os familiares do Sr. José Sarney, a sua - dele - reeleição à presidência do Senado foi justa e merecida...

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I
Só porque descarregou a pilha do controle remoto ela ficou uma pilha de nervos ?

Dúvida II
Por ter sido reduzido a sua insignificância, lhe colocaram numa sala reduzida, insignificante ?

Dúvida III
Foi a centopéia que disse pro centopéio, quando ele chegou de madrugada em casa, alegando serão e que o trânsito estava impossível: “E esse batom na tua camisa ? Você esqueceu que a mentira tem dezenas e centenas de pernas curtas” ?

Dúvida IV
A rota
Dum alvará
Sempre passará
Por uma nota ?

Dúvida V
Assim como o ex-presidente Lula alegou que de nada sabia com relação ao mensalão, será que o então ex-presidente da República não tinha conhecimento dessa compra de votos, citada na Constatação II, cuja coordenação foi imputada ao falecido Ministro Sérgio Mota ?

Dúvida VI
Não tomar um mate,
Em geral,
É um disparate
Total ?

Dúvida VII
Certa vez, o jornal O Estado do Paraná – onde este assim chamado escriba colaborou dominicalmente todos os domingos, durante 16 anos –, prestando uma homenagem aos mais de 110 anos da Abolição da Escravatura, publicou o conto “Aparecida do Ventre Livre de autoria do sociólogo belga Paul Dulieu que tirou o 1o lugar no concurso Furia de Ler, organizado pelo jornal La libre Belgique, em Bruxelas, Bélgica. O conto, escrito em francês, foi traduzido ao português por José Vicente Miranda do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná. Alguém já se deu conta que, se não for um estrangeiro, não há muito brasileiro para ser publicado que tenha se dedicado ao tema da execrável escravidão ?

Dúvida VIII
Julio Cesar, o goleiro, não o da seleção brasileira, mas o do meu Corinthians, quando defende um penalti passa a ser também o defensor dos fracos e oprimidos ?

Dúvida IX
A tragédia
Parecia
Uma comédia
Ou a comédia
É que transcendia
A uma tragédia ?

Dúvida X
Foi o fantasma dele que veio tirar satisfações dela que a sua, dela, intuição de que a operação dele não correria risco e que ia dar certo ?

Dúvida XI
Você também é como este assim chamado escriba que nos dias abafados curitibanos fica clamando por uma refrescante chuvinha e se ela não vem, tem ganas de impetrar um mandato de segurança contra São Pedro ?

Dúvida XII
Especula,
Com jeito
Não muito católico,
Até com despeito,
O gorducho:
“Quando embucho
É metabólico
Ou gula ?”

Dúvida XIII
Será que o curitibano não costuma cumprimentar quando chega aos lugares, públicos ou não, com medo que alguém lhe peça dinheiro emprestado ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida XIV
Será que a Wenceslinda tem esse nome por que o pai nasceu em Wenceslau Braz, no Paraná e a mãe em Olinda, em Pernambuco ? Ou vice versa ?

Dúvida XV
E na linha de raciocínio acima, aonde será que nasceu a Epistefânia ?

Dúvida XVI
E vocês não acham, prezados leitores, que as duas, a Wenceslinda e a Epistefânia (atentem para a importância do acento circunflexo), deveriam processar os pais, o padre, o cartorário e os padrinhos por danos e perdas ?

Dúvida XVII
Você não acha, prezado leitor, que esse agarra-agarra, dentro da área, entre jogadores do ataque e da defesa, antes da cobrança de um escanteio, uma falta, lateral, etc., está ficando cada vez mais comprometedor ?

Dúvida XVIII
Você, prezado leitor, sabia que Mercúrio* é o deus da eloqüência, do comércio e dos ladrões ?
*A propósito, existe uma canção, chamada “Stances a un cambrioleur” (Estrofes para um ladrão), de autoria de Georges Brassens, que fala de um “amigo do alheio”, que entrou em sua casa e que, mesmo assim, ele pede que Mercúrio “o preserve da prisão e que bom crítico de arte ele seria por não ter levado o execrável quadro que lhe presentearam e agradece por não ter levado o seu violão”. Vale a pena conferir e seria de bom alvitre que alguém traduzisse e divulgasse. Afinal, salvo melhor juízo, como diriam nossos juristas, não precisa ser só música americana que as nossas FM’s devem tocar, pois não ?

Dúvida XIX
Será que quem faz tradução simultânea em palestras, conferências, cursos, etc., tem o raciocínio tão rápido quanto o vento, o computador, o pensamento ou o quê ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida XX
A falta de lisura
É uma questão
De ser caradura,
Ou não ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br