domingo, 20 de março de 2011

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I
Certos países são paraísos fiscais; outros, paraísos de marginais...

Constatação II
Não se pode confundir chique com chilique, muito embora, numa certa época, àquela romântica, era muito chique ter um chilique, caindo nos braços do pretendente ou pretendido e voltar a si com o auxilio de sais ou algum outro quejando.

Constatação III (Teoria da relatividade para principiantes).
A pessoa que é esquisita acha os outros esquisitos. É como aquela velha história, já por demais conhecida: quando perguntaram à menina japonesa qual era a característica que mais chamava a sua atenção, nos ocidentais, ela respondeu incontinente: “os olhos”.

Constatação IV
Em certos países, os políticos entram pra História pelo seu comportamento negativo. Jamais por serem estadistas. E viva(m) “certos países”.

Constatação V (Óbvia).
Restam apenas 89 anos para comemorar os 600 anos da descoberta do Brasil por Pedro Alvares Cabral. Só falta, agora, os políticos também descobrirem, já que as falcatruas e legislar em proveito próprio e de determinados grupos eles nunca deixaram de descobrir...

Constatação VI
Disse o professor de natação, querendo fazer média, pra gatona: -“Eu gosto das suas unhas e da cor do seu esmalte”.
Xereteou o septuagenário, que estava na raia contígua: -“Pois eu já prefiro o resto”.

Constatação VII (Aparentemente paradoxal).
Foi um silêncio eloqüente.

Constatação VIII
A expressão “com certeza”, que exprime concordância e que foi introduzida através da televisão e que está tão em voga nos dias de hoje, no longínquo passado, quer dizer nos tempos idos da infância deste assim chamado escriba, ou quando os homens se alvorotavam ao vislumbrar o tornozelo das mulheres quando subiam num coche – ao contrário dos dias de hoje em que a “poupança” deixou de ser, com ou sem pudor, coberta –, era “Batata!”. Faz tempo!...

Constatação IX
Não se deve confundir caminho com carrinho, muito embora haja alguns jogadores de futebol que teimam em utilizar essa condenável prática do carrinho para encurtar o seu caminho e, eventualmente, o caminho do seu colega de profissão para uma eventual carreira de sucesso e fama na sua profissão...

Constatação X (De conselhos úteis. De nada!).
Nunca faça exame
Sem estar
Bem preparado,
Bem afiado,
Para não dar
Vexame.

Constatação XI
Quando o adolescente acabou de comer dez sanduíches de presunto e queijo, nos quais ainda havia colocado maionese, mostarda, quetchup e outros apetrechos, só deixando de colocar quartzo, feldspato e mica, o pai lhe disse muito preocupado: “Acho que as previsões de Nostradamus devem estar corretas, já que tudo leva a crer que o mundo vai acabar, aliás, agora, neste mesmo instante”...

Constatação XII
Em certos países, os banqueiros sempre vão bem. Os bancos, não necessariamente...

Constatação XIII (De diálogos familiares).
-“O cachorrinho já comeu ?”
-“Já. Eu dei a ração pra ele”.
-“E o cachorrão ?”
-“Eu ainda não. Tava esperando você voltar para poder esquentar a minha janta”.

Constatação XIV
Toda pesquisa de opinião pública é desprezivelmente mentirosa, exceto – é claro – quando nos favorece.

Constatação XV
Não se deve confundir com traste com contraste, até porque é um contraste certas pessoas se referirem ao seu cônjuge da seguinte maneira: “e eu que vivo com traste há 30 anos”.

Constatação XVI
Em certos países, nada, absolutamente nada tem limites. Inclusive e principalmente a velocidade.

Constatação XVII
Não leva, o paspalho,
Em consideração
Que, com esse salário,
Não vai dar
Nem pra quebrar
Um galho.
Ao contrário,
Total inanição.

Constatação XVIII
Pedi
Pra meu débito
Renovar.
Assim,
Entendi
Que meu crédito
Não iria,
Na praça,
Acabar.
Coitado de mim!
Que pirraça!
O gerente,
Daqui,
Que se dizia
Amigo,
Da gente:
“Nem te ligo”.
Me fo, digo,
Fali.

Constatação XIX
Não se deve confundir o fusca com ofusca, muito embora, numa certa época, no Brasil, todo mundo queria ter um fusca para poder fugir do transporte coletivo, parado na fila com aquela cara de “meu boi morreu”, enquanto o vizinho passava altaneiro com o fusca que, alguns, chegavam até por num cavalete para poder lavar os pneus na parte que encostava na pista e limpando alguma eventual sujeirinha com o próprio lenço...

Constatação XX
Não se pode confundir compreensivo com apreensivo, até porque, se algum dia algum governante se mostrar compreensivo com as necessidades básicas do povo, como Saúde e Educação, por exemplo, a gente até vai ficar apreensivo com relação às intenções do dito cujo.

Constatação XXI (Via pseudo-haicai).
Ah, essa agonia
De manter as contas
Rigorosamente em dia...

Constatação XXII
Por mais paradoxal
Que tal
Possa aparentar,
A verdade,
É que na minha idade,
O meu normal
É eu estar
Meio ausente,
Meio anormal.
O que, convenhamos,
No mundo em que estamos
Não é essencialmente
Fundamental.
Me refiro a ser normal,
Naturalmente...

Constatação XXIII
Rico é intransigente; pobre é turrão.

Constatação XXIV
Rico deleta; pobre, apaga.

Constatação XXV (Via pseudo-haicai).
Não foi evasiva
A resposta.
Foi cansativa.

Constatação XXVI (Ah, esse nosso vernáculo).
Ficou sentido
Quando, sem um centil,
Sentiu
Como se estivesse despido
E em posição de sentido.
Ou vestido
Com um vestido.

Constatação XXVII (De diálogos esclarecedores).
-“Eu não tô mais agüentando a minha mulher”. Ela só reclama de mim.
-“Como assim ?”
-“Ela diz que eu não faço as coisas que ela pede”.
-“E você faz ?”
-“Não”.
-“Ah, bom, quer dizer, ah, ruim”.

Constatação XXVIII
E como, lamentando, se dava conta o ancião, numa baita duma lucubração tipo circulo vicioso: “Perdi a minha autoconfiança, já que eu tenho que deixar de confiar na minha memória, porque, por ela não ser mais confiável, eu perdi a confiança nela, consequentemente, em mim também”...

Constatação XXIX
Não se deve confundir Robin Wood com Hollywood, muito embora o segundo tenha feito muitas películas sobre o personagem do primeiro. Robin Wood, para quem não se lembra, é aquele camarada que – ao contrário do que hoje acontece em certos países que ainda têm a petulância, a cara-de-pau, a caradura de dizerem ser pertencentes à democracia – tirava dos ricos para dar aos pobres.

Constatação XXX
Um bom escritor de livros é aquele que, mesmo escrevendo sobre temas feios, desagradáveis, chocantes, etc., consegue fazê-lo de modo bonito, agradável, não chocante, etc., exceto no caso que é para mexer, indignar, despertar, empu, digo, embravecer o leitor.

Constatação XXXI (De diálogos esclarecedores).
-“Ele ganha a vida, atendendo corações”.
-“Como assim ? Ele tem várias namoradas simultaneamente ?
-“Não. Não é nada disso. Ele tem uma clínica do coração. Ele atende o pessoal infartado”.
-“Ah, bom. Quer dizer, ah, ruim, quer dizer...”

Constatação XXXII (Ah, esse nosso vernáculo).
Ele é cobra no assunto e cobra caro para dar assessoria no assunto de cobra.

Constatação XXXIII
Rico come salmão; pobre, salsão.

Constatação XXXIV
Rico tem idade; pobre, é velho.

Constatação XXXV (De diálogos esclarecedores).
-“A carroça foi colocada na frente dos bois”.
-“O cara se antecipou aos fatos ?”
-“Não. É que ela estava cheia de forragem para que eles pudessem se alimentar”.
-“Ah, bom, quer dizer... ah, bom, mesmo”.

Constatação XXXVI
Não se pode confundir ótica com ética até porque, sob vários pontos de vista, sob alguma ótica ainda há pessoas que julgam certas atitudes – não somente dos órgãos governamentais – totalmente desprovidas de ética.

Constatação XXXVII
O nevoeiro fofocou pra neblina, pra névoa e pra bruma: -“Veja, a cerração anda com pretensões de ser fog londrino”.
–“Mas que ousadia do bofe !”

Constatação XXXVIII (De diálogos meio repetitivos).
-“Você ficou até o fim do curso ?”
-“Não”.
-“Por que ?”
-“Porque foi o fim”.
-“Como o fim ?”
-“Foi o fim. O fim de tudo. O fim da picada. O fim da finalidade final. Ponto final”.

DÚVIDAS CRUCIAIS

Dúvida I
O que será que acontece com os donos de fazendas que mantém trabalhadores em regime de escravidão, como acontece recentemente em meu estado e também vive acontecendo em outros lugares ? Quem souber, por favor, comentários no blog. Obrigado.

Dúvida II
Na Constatação II, se colocarmos chique em evidência fica chique(1+li) ?

Dúvida III
Era um livro pesado só porque o assunto tratado era sobre o chumbo ?

Dúvida IV
Em certos países nunca foi tão fácil ganhar dinheiro “fácil” ?

Dúvida V
Foi o jogador argentino Redondo que deu um passe a um seu companheiro e a bola chegou ao destino totalmente quadrada ?

Dúvida VI
Eu juro que não faço mais. Você me perdoa ?

Dúvida VII
Será que existe maior lugar comum do que aquele dito por políticos, técnicos, comentaristas e jogadores de futebol ?

Dúvida VIII
Rir é o melhor remédio ou é pra não chorar ?

Dúvida IX
Em certo país
Persiste,
O que ninguém quis,
E a isso
Ninguém resiste:
Entrar
No governo
Pra sair
Pra dar
Sumiço
Depois de quatro anos.
E ficar sempiterno
Depois de mentir,
Subornar,
Enganar,
Iludir
O pobre povo.
Quantos desenganos!
Contei algo novo ?

DÚVIDAS CRUCIAIS (VIA PSEUDO-HAICAIS).

Dúvida I
É dose de leão
Dançar um tango
Como se fosse um baião ?

Dúvida II
É ser muito primata
Ser do tipo: “Não ata
Nem desata” ?

Dúvida III
É muito banal
Trocar o Bem
Pelo Mal ?

Dúvida IV
É muito torpor
Puxar um ronco
Depois do amor ?

Dúvida V
Um baita
Dum golpe
Te deu a sirigaita ?

Dúvida VI
Com um cupincha
A gente
Não pechincha ?

Dúvida VII
Letra do próprio punho
Na maioria das vezes
É um gatafunho* ?
Gatafunho = Garatuja.

Dúvida VIII
É alguma nevralgia
A “poupança” de mulher
Estar sempre fria ?

Dúvida IX
É muita libertinagem
A rainha se meter
Com o pajem ?

Dúvida X
Lá, no jornal, o foca
Só publicava
Fofoca ?

Dúvida XI
O goleiro teve muita fé
Que a bola não foi
Atrasada com o pé ?

Dúvida XII
É muito provável
Que o salário mínimo
Seja, de novo, inviável ?

Dúvida XIII
É muita altivez
Dizer: “Suma-se daqui”,
Para o freguês.

Dúvida XIV
Dá pra ter um ar meninil
Diante de um R15 ?
Te referes a um fuzil ?

Dúvida XV
Morando nessa lonjura
Dá pra fazer parte
Da estrutura ?

Dúvida XVI
O processo
Não andava.
Nem o juiz tinha acesso !?

Dúvida XVII
Depois de cada resultado eleitoreiro
Você ainda continua achando
Que Deus é brasileiro ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: