quinta-feira, 24 de março de 2011

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I
Rico é ousado; pobre, abusado.

Constatação II
E como dizia, modestamente, o obcecado: “Sigmund Freud, o pai da psicanálise, também, como eu, foi acusado de obcecado”.

Constatação III (Ah, esse nosso vernáculo).
Sofreu uma luxação que afetou um pouco a tíbia. O médico recomendou compressas no local com água tíbia.

Constatação IV
Rico é indulgente; pobre não tem outra alternativa.

Constatação V (Olimpíadas no Brasil)
Com todo o respeito aos atletas, recordistas ou não, ainda nas Olimpíadas de Sidney, na Austrália, e, evidentemente sem desmerecê-los, mas o feito de conduzir a tocha acesa submersa por aquela nadadora foi um feito notável. Indubitavelmente. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que o Brasil precisaria criar algo também notável. Assalto aos turistas não vale...

Constatação VI (Sinal dos tempos).
E como explicava a gatona, sem papas na língua, para as suas amigas: “Quando eu disse pra ele que eu estava a fim de ir para um motel não é que o infeliz corou, ficou ruborizado, avermelhou da raiz dos cabelos até o cordão dos sapatos”.

Constatação VII
Um anel cintilante,
Fascinante,
Deu para a amante.
Sentiu-se reconfortante,
Mas só um instante.
A mulher exasperante
Descobriu e, trovejante,
Tornou o casamento oscilante
Xingou-o de maneira constante
E torreante*,
De raiva, trepidante
Falou incessante
Fez-se objurgante**
Tornando-o obliterante***
Foi acachapante,
Terrivelmente maçante,
Torturante,
Que o deixou tremulante.
*Torreante = “que torreia, que se ergue como uma torre”(Houaiss).
**Objurgação = “Censura, repreensão violenta”. (Idem).
***Obliterar = Destruir, eliminar, suprimir (Idem).

Constatação VIII
E como dizia eufemisticamente aquele marido boêmio:
-“A minha mulher tem uma facilidade muito grande de expressão. E quando eu chego tarde em casa, ainda maior”.

Constatação IX (Via pseudo-haicai).
Do SUS, a profilaxia,
Dificilmente, nos deixa
Com nostalgia.

Constatação X
Na realidade, eu não sei por que falar tanto mal do governo. Afinal, os governantes quando fazem suas promessas, se expressam de maneira ambivalente, com dualidade. Apenas isso. A culpa é nossa por entendermos àquela que não é aquilo que os pais da pátria queriam dizer. Elementar, minha gente...

Constatação XI
Com espírito dionisíaco
Rabiscou
Um poema.
Ela achou
Demoníaco
O tema
E broxou.

Constatação XII
Nunca deixei de acreditar
Em quem me dá conselho:
“Não adianta se enfeitar”,
Me disse o meu espelho.

Constatação XIII (De diálogos meio repetitivos).
-“O que há de novo ?”
-“Nada de novo”.
-“De novo ?!”

Constatação XIV
Não se deve confundir tento com intento, muito embora todo o time que se preze tem o intento de marcar um tento contra o seu adversário. A recíproca, para esse transcendental fato para que em certos países haja maior e melhor comportamento, digamos, social, quer nos parecer, é verdadeira.

Constatação XV
Em certos países, empréstimo compulsório é eufemismo de dação compulsória ou de extorsão, mesmo.

Constatação XVI
Certa vez, o então presidente das Associações de Farmácias, Dr. Queiroz, em entrevista ao jornalista Herodoto Barbeiro declarou que os produtos veterinários estão isentos do pagamento de ICM, enquanto que os destinados ao consumo humano pagam 17 a 18% daquela alíquota. Na sua indignação, o Dr. Queiroz se expressou: “Se você entrar na farmácia falando ou cantando você paga imposto; se você entrar na farmácia latindo ou mugindo, você não paga aquele tributo”. Dúvida crucial: Será que o Dr. Queiroz não se esqueceu de acrescentar viva “nóis” ?

Constatação XVII
E como filosofava o septuagenário: “Ser velho é quando te aparecem coisas que nunca antes te haviam aparecido e te desaparecem coisas que nunca antes te haviam desaparecido...”

Constatação XVIII
Deu na mídia: “Fulano, Beltrano e Ciclana, no BBB11, foram para o paredão. Ta aí o tipo de notícia que é de transcendental importância para o futuro da Humanidade.

Constatação XIX (Ah, esse nosso vernáculo).
Comprei banana caturra e maçã a preço de banana.

Constatação XX
-“Fiquei sabendo que o teu marido falou numa roda de amigos que, por causa do frio, no inverno, ele não faz sexo contigo”.
-“Papo furado dele! Nas três outras estações do ano ele também não dá nem pra saída”.
-“Ah, bom. Quer dizer, ah, ruim”.

Constatação XXI
Rumorejando agradece ao amigo Tadao Miaqui, responsável pelos desenhos e pelo Expediente do Flip Book, pelo envio da publicação “Praça do Japão”, cujo jornalista responsável era o Amigo já falecido, Cláudio Seto, que ilustrou o livro Rimas Primas & Outras Constatações, de autoria deste assim chamado escriba. Também o envio de um vídeo, no qual participou com seus desenhos animados “Reino Azul” e “Novela”, realizado no Rio Grande do Sul.

Constatação XXII (Ah, esse nosso vernáculo).
Foi em vão que ele tentou eliminar o vão da cerca por onde os piás roubavam frutas e guardavam no socavão (esconderijo) que ficava no desvão (espaço entre o telhado e o forro de uma casa). -“Por que vocês não vão roubar na...? Deixa pra lá!”

Constatação XXIII
Quando o septuagenário foi convidado para participar do karaokê, ele cantou tão mal que até no larilalá ele desafinou. Coitado! Não dele, é claro. Daquele pobre mortal, dentre muitos assistentes, que teve de escutar...

Constatação XXIV
Não se deve confundir transado, que, numa edição antiga do Aurelião, quer dizer “ter transa”, sendo que essa última, por sua vez, “traduz idéias de: entendimento, combinação, acordo, ajuste, pacto, comunicação, ligação, trama, conluio, maquinação, etc.” com transato, que significa “que já passou; passado, anterior”, muito embora existam casos do pobre cidadão ter o primeiro – principalmente no sentido do etc., acima mencionado, ainda no milênio transato, ou, para não ficar um período tão longo, no século transato, ou, ainda, num longínquo ano transato...

Constatação XXV
E como contestava, perdendo as estribeiras, a donzela que já não agüentava mais o assédio amoroso daquele gentil-homem:
“Eu não quero demovê-lo
Da vossa tocante intenção,
Mas ela é um novelo
De difícil solução.
Por isso, vos faço um apelo:
Ide lamber sabão”.

Constatação XXVI
Rico, fazendo carreira militar ou não, pode chegar a coronel; pobre, sempre será soldado raso. Mais raso do que soldado...

Constatação XXVII (Ah, esse nosso vernáculo).
Ele revoou em torno da gata e a gata deu-lhe uma patada.

Constatação XXVIII
Globalização = Entreguismo + Mercantilismo. Tenho dito! E não sou retrógrado!

DÚVIDAS CRUCIAIS VIA PSEUDO-HAICAIS

Dúvida I
É muita acrobacia
Fazer amor num fuquê
Ao invés numa cama macia ?

Dúvida II
De culpa, o sentimento,
Faz pagar os pecados
Só por um momento ?

Dúvida III
A irresponsabilidade
Dum governante
É mera casualidade ?

Dúvida IV
É muita satisfação
Ganhar da Argentina
Nem que o gol seja com a mão ?

Dúvida V
É estar muito afeito
Fumar cigarro, até mesmo
Que seja um lasca-peito* ?
*Lasca-peito = Mata-rato.

Dúvida VI
Será que pistoleiro
Precisa fazer psicanálise
O ano inteiro ?

Dúvida VII
É muito civilizado
Comer com a mão
Um bife acebolado ?

Dúvida VIII
É muita pertinácia
Ler Monteiro Lobato sem poder
Comer os bolinhos de Tia Anastácia ?

Dúvida IX
É muita audácia
Os constantes aumentos
Dos preços na farmácia ?

Dúvida X
É o teu sósia
Que tem cara de pau
Mais dura do que ardósia ?

Dúvida XI
Chega a um bom termo
Estar a sós com a gatona
Num lugar ermo ?

Dúvida XII
Não sei porquê.
Só por ter dito: “motel”,
Ela fez o maior fuzuê.

Dúvida XIII
Ela disse: “não é um desdouro
O simples fato de você
Não dar no couro” !?

Dúvida XIV
Foi o latifundiário, na Inglaterra,
Que falou: “Vamos apoiar aqui
O Movimento dos Sem Terra” ?

Dúvida XV
A cortesia,
Nos dias de hoje,
É pura fantasia ?

Dúvida XVI
A grosseria,
Nos dias de hoje,
Deixou de ser patifaria ?

Dúvida XVII
E como perguntava, já cansada, a cigarra pra formiga:
“Ufa, ufa!
Será que algum dia
Acaba esse seu lufa-lufa ?”

DÚVIDAS CRUCIAIS.

Dúvida I
É inútil saber todas as capitais do mundo se a gente nunca vai viajar para todos elas ?

Dúvida II
De acordo com o noticiário policial há mais João de Tal do que João da Silva ?

Dúvida III
“Liberdade, Fraternidade e Igualdade”. Aonde é que tem disso mesmo ? Comentários no blog. Obrigado.

Dúvida IV
Se a gente bolasse uma máquina do tempo, tanto para o passado como para o futuro, teríamos não só uma nova História Oficial como também professores de História do Futuro ?

Dúvida V
Em matéria de política atual, governo atual, administração pública atual, empreiteiros atuais, a palavra agora não rima gratuitamente com outrora ?

Dúvida VI
Eu nunca entendi porque os produtos naturais, sem agrotóxicos, custam mais caro do que com. Afinal, o agrotóxico não deixa de ser um “insumo” caro. Também os spa’s custam mais caro do que uma hospedagem, digamos, normal. Cobra-se mais e se dá menos comida. Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.

Dúvida VII
A situação econômica, financeira e, também, a social de pouquíssimos países vai de vento em proa ?

Dúvida VIII
Os meus prezados leitores não acham, como este assim chamado escriba, o ato dos jurados dando notas num desfile de modas ou em algum concurso patético, totalmente patético ? A impressão que se tem não é aquela em que eles, naquele momento, se julgam estar acima do bem e do mal, metendo uma baita panca ?

Dúvida IX
Não só Rumorejando têm dúvidas cruciais. Vejam o que a recepcionista Andréia Ramos declarou numa reportagem que o jornal “Folha de São Paulo” publicou: “Meu ex-marido deixou uma calcinha dentro da pasta de trabalho. Disse que era da mãe dele. Um fio dental, preto e ainda de rendinhas ?"

Dúvida X
Disse a filha pro pai:
-“Ainda bem! Eu e meu namorado pensamos igual”.
-“Devo entender, então, que o seu namorado não pensa ?”.

Dúvida XI
Pergunta infame é toda aquela que nos fazem sem que saibamos a resposta ?

Dúvida XII
Quando uma pessoa diz: “Ela pôs as mangas de fora”, quer dizer, fora da geladeira, por exemplo, ou ela se revelou isso ou aquilo que não nos agradou ? Comentários no blog. Obrigado!

Dúvida XIII
Se Presidente no feminino é ou impositivamente deverá ser “presidenta”, general, nas mesmas condições de pressão e temperatura, será “generala” e coronel “coronela”?
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

Um comentário:

Anônimo disse...

Sua criatividade me fez sorrir agora. Foi bom, estava mesmo precisando me sentir assim.
Sonia