quarta-feira, 4 de maio de 2011

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (A guisa de explicação aos meus leitores: “Por que escrevemos”. “Saludos” a todos os meus gurus, inclusive Millôr Fernandes, é claro).
O meu também guru Mário Benedetti, juntamente com um terceiro guru, o uruguaio cantor e compositor Daniel Viglietti, gravou um disco onde figura, entre outras canções e poesias antológicas, uma intitulada “porque cantamos”.
Quando se está numa idade provecta, a necessidade do sono prolongado desaparece. Assim, ainda na madrugada, este assim chamado escriba vem para o computador para garatujar, dentre uma “rima prima” ou outra, alguma “constatação” ou externar suas “dúvidas cruciais” ou ainda “coisas que precisam ser inventadas” e alguma “fábula confabulada”. Tudo isso é feito para tentar manter seus neurônios sobreviventes continuarem sobrevivendo e, também, procurar tornar as pessoas mais alegres, mais felizes. Daí, “por que escrevemos”. E como o computador fica junto a uma janela com vista para a serra do mar, logo bem cedo, quando as condições de clima permitem, vê-se surgir atrás das montanhas o planeta Vênus. E este assim chamado escriba, vetusto, não deixa de cumprimentar o planeta, cuja saudação é estendida aos seus eventuais habitantes, os venusianos, compreendidos, inclusive, por também eventuais outras vidas animal e vegetal e, porque não acrescentar, mineral. E a fim de não criar ciumeira entre os terráqueos aí vai os meus ‘saludos’ e cumprimentos a eles também. Portanto, BOM DIA, terráqueos, excluídos os maus-caracteres, marginais e políticos principalmente.

Constatação II (Mais um soneto [o último], “inspirado” no mestre Mario Benedetti, conforme as duas postagens anteriores no blog, sempre homenageando o meu estado, o Paraná, através de seus municípios, os paranaenses aqui nascidos e/ou que os que aqui vivem também por adoção ou, ainda, os que aqui viveram).

Marcel Leite / Alcy Xavier / Porecatu /
Paranavaí / Brustolin / Itamar Assunção /
Querencia do Norte / Kuzma / Peabiru /
Delson Biondo / Guaíra / Pinhalão /

Roberto Mugiatti / Toledo / Guaratuba /
Astorga / Campo do Tenente / Mandaguassu /
Valdir Izidoro / Turvo / Mandirituba /
Bruel / Iara Teixeira / Quedas do Iguaçu /

Silvio Back / Rebouças / Ivaiporã /
Galera / Djalma Filho / Aquidabã /
São Pedro do Ivaí / Rogerio Ceni / Tibagi /

Sabatella / Florestópolis / Clovis Tezza /
Henrique de Curitiba / Guaraniaçu / Realeza /
Mussa Assis / Tony Ramos / Sarandi /

Constatação III (De sobreaviso).
É muita ingenuidade
Não imaginar
Que você pode se estressar
Com o trânsito da cidade.

Constatação IV
Em certos países,
Que estão em eternas crises,
Não é muito regular
Num internamento
Não pegar
Infecção hospitalar
Em nenhum momento.

Constatação V
Não se pode confundir sentar praça com sentar na praça, muito embora nada impeça de quem sentar praça possa também sentar na praça, preferencialmente com uma boa companhia feminina, mas, atentem bem, apenas nas horas de folga, se não a PE – Policial Especial, composta por aqueles caras de 2 X 2, quer dizer, 2 metros de altura por 2 de largura, podem levar enquadrado o pobre infeliz deixando a mina idem, melhor dito, infeliz.

Constatação VI
E também não se pode confundir boa vontade com força de vontade, até porque, nem sempre que tem um deles e não tem o outro, não consegue resolver suas pendências, problemas, desditas, contrariedades, mazelas, abacaxis, etc.

Constatação VII
Um hercúleo trabalho,
Teve com o maridão,
Para não dar galho
Aquela linda relação.

Constatação VIII
Fez um discurso
No início
Do curso.
Que bulício!

Constatação IX (De desencontros, via pseudo-haicai).
Depois de tanta barafunda
Depois de tanto fuzuê
Ela ficou toda gemebunda*
* Gemebunda = Gemente.

Constatação X
E já que falamos no assunto, não se deve confundir gemebunda com furibunda que quer dizer furiosa, colérica, muito embora a semelhança do sufixo, que é considerado, em certos países – com muita propriedade, diga-se de passagem – como preferência nacional.

Constatação XI
Está na hora, em Curitiba, de eliminar ainda mais a reversão à esquerda, diminuir a velocidade máxima no perímetro urbano para 40 km por hora e colocar placas com os mesmos dizeres que existem nas rodovias “Luz baixa ao cruzar veículo”, já que o que tem de motorista que trafega com a luz alta, não se importando com os outros, não está escrito nem em gibi nem em enciclopédia alguma.

Constatação XII (De diálogos um tanto quanto não muito esclarecedores).
-“Você cuspiu pra cima e virou o cocho”.
-“Negativo. De jeito nenhum. Primeiro eu virei o cocho, depois é que eu cuspi pra cima. É bem diferente”.

Constatação XIII
No México, as mulheres vêm se destacando na administração pública. No México, a semelhança do nosso país, a administração dos governantes masculinos tem sido uma “nhaca”. Tá na hora delas assumirem ainda mais vários postos. Talvez a situação melhore. Mas, por favor, sem reivindicar que tenham direito, a priori, a um certo percentual de cadeiras nas diversas câmaras de representantes e por aí afora.

Constatação XIV (Implicando com o implicante).
O implicante
Dá nó até em pingo d’água.
Entretanto,
Seu desencanto,
Sua grande magoa
É que não consegue dar,
Mesmo depois de muito tentar,
Um nó num simples barbante.

Constatação XV
Rico sofre de letargia; pobre, é preguiçoso.

Constatação XVI (De uma quadrinha para ser recitada em qualquer lugar e em qualquer tempo).
Brasil, país de ouro
De honestos e bacharéis,
Onde te tiram o couro,
Os dedos e os anéis.

Constatação XVII
Rico tem libido; pobre, tara.

Constatação XVIII
Deu na mídia: “PT anistia Delúbio. Partido acatou pedido do ex-secretário de finanças, expulso do partido em 2005 em razão das denúncias do mensalão”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando se admira que ele tenha sido expulso em 2005 ao invés de ter sido condecorado desde aquela data pelo partido...

Constatação XIX
E já que falamos no assunto, deu na mídia: “O ministro Gilberto Carvalho, representando a presidente em eventos do Dia do Trabalho, em São Paulo, declarou que ‘se Delúbio voltar a errar, será punido de novo’. O ministro Gilberto Carvalho é responsável pela Secretaria-Geral da Presidência”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que tal aviso lembra a história da jovem que falou para o seu colega de repartição pública: “Godofredo, se você não tirar em até duas horas a mão da minha bunda eu te denuncio por assédio sexual”...

Constatação XX
Ainda da mídia sobre as duas constatações anteriores: "Todos nós erramos, a gente tem que ter muita humildade", pregou Carvalho. "O que importa é a intenção da pessoa em corrigir sua postura política e tocar a vida adiante." Data vênia, novamente, mas Rumorejando acha que só faltou dizer que poria o senhor Delúbio de castigo olhando para a parede. Afinal, palmadas não é recomendado pelos psicólogos...

Constatação XXI (E já que Rumorejando anda as voltas com pseudo-sonetos, aí vai mais um).

Após uma averiguação,
Ela fez uma indagação
Se eles iriam a um motel
Logo após o coquetel.

Ele hesitou em responder
Até parecia não entender,
Pois havia pifado à tarde
Sem que ela fizesse alarde.

“Não ligue. É factível que aconteça,
Ainda que a gente nunca esqueça”,
Ela tentou, na hora, consolá-lo.

“Vamos tentar mais uma vez,
Mas fique nu. Deixe de lado a timidez
E vamos em frente nesse lindo embalo".

Constatação XXII (De um desencontro de intenções ou uma dissensão nada salomônica).
A Verônica,
Daltônica,
Após uma água tônica,
Se sentiu biônica
E Faraônica,
Tectônica
Diante da negativa lacônica
Do noivo, engenheiro eletrônico.
Acusou-o de catatônico,
Hegemônico,
Glutônico
Nem um pouco harmônico,
Pior, metido a brasônico.
Coitadônico, digo coitado!

Constatação XXIII
Ela* veio com carradas de entusiasmo,
Com abundante arrebatamento,
Com muito contentamento
Que ia me deixar no abandonamento
Pra sempre, não só por um momento.
Fiquei feliz, ainda que pasmo.
*Não ficou claro se “ela” se referiu a uma namorada, noiva, esposa, sogra, comadre, ou seja, lá quem fosse. Quem souber, por favor, informações no blog. Obrigado!

Constatação XXIV (De uma dúvida não necessariamente crucial, podendo, como quadrinha, ser inclusive, recitada em festinha onde seja explicado previamente o que quer dizer probo).
Quando o senhor lobo
Se meteu apenas com a avó
Deixando Chapeuzinho só
Ele se revelou probo?

DÚVIDAS CRUCIAIS (VIA PSEUDO-HAICAIS).

Dúvida I
É muita caretice
Achar que o namorado da filha
Só diz tolice ?

Dúvida II
É muito brega
Ficar somente
No esfrega-esfrega ?

Dúvida III
E é muito chique
Ela cair nos braços dele
Fingindo um chilique ?

Dúvida IV
É muito cara de pau,
Enquanto a mulher esbraveja,
Ficar lendo o jornal ?

Dúvida V
É muita crendice
Acreditar em todo e qualquer
Disse-que-disse ?

Dúvida VI
É ser muito pamonha
Acreditar que vai acontecer
Tudo que a gente sonha ?

Dúvida VII
Ela, muito brejeira,
Ficou espalhando por aí
Que você só faz besteira ?

Dúvida VIII
É a raça humana
Que, ao longo da vida,
Só é feliz uma semana?

Dúvida IX
É ser muito carnavalesco
Na festa calorosa do rei Momo
Sair sambando todo fresco ?

Dúvida X
É muita desfaçatez
Pagar por dois
E querer levar três ?

Dúvida XI
É ser muito pantagruélico
Comer cinco pizzas grandes, dizendo:
“Isso que eu não estava famélico” ?

Dúvida XII
É ser muito centrado
Não entabular conversa
Com a gata ao seu lado ?

Dúvida XIII
É muito chinfrim
Dizer que esse governo,
Igual a outros, é o fim ?

Dúvida XIV
É muito cansativo
Ver alguém trabalhando
“Ao vivo” ?

Dúvida XV
É muita sapiência
Agüentar papo de doença
Sem perder a paciência ?

Dúvida XVI
Tem gente que ainda vai nessa
Do “Tudo pelo social”, “Brasil, país de todos”
Sem realizar que é tudo promessa ?

Dúvida XVII
É muita inquietude
Se a sua irmã vai muito ao dentista
Mesmo sem ser o guardião da sua virtude ?

Dúvida XVIII
É muito razoável
Nunca ser contra,
Só favorável ?

Dúvida XIX
É ficar muito cabreiro
O não querer dar aval
“Prum” amigo e/ou companheiro ?

Dúvida XX
É muita idolatria
Rezar 24 ou 25 horas
Por dia ?

Dúvida XXI
Todo homem
Tem seu preço.
Até o lobisomem ?

Dúvida XXII
Mais uma cortina de fumaça
Espalharam na CPI para não
Desvendarem mais uma trapaça ?

Dúvida XXIII
É ser muito sonhador
Andar por aí em trajes
Coloridos. Furta-cor?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

2 comentários:

DJALMA FILHO (twitter @djalmafilho68) disse...

Obrigado, Juca. Enfim, virei literatura, mais, poesia!

Marina da Silva disse...

Juca,
Adorei! Embora estivesse gemebunda de tanto digitar rachei os bicos! Este post está perfeito, um refinamento político de dar inveja a mim que estou sempre furibunda com esta canalha e não pego leve, mesmo não sendo 2x2 e sem nádegas de bunda! rsrsrs Parabéns! BJ. Marina e família.
Ia esquecendo Operação Delúbio: sanguessugas+ Mensalão PT - mensalão Demo's= Pizza! E viva nóis!