quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I
Foi o barba-azul*
Com o seu desempenho lá no sul
Que ficou mordido pela mosca azul ?
*Barba-azul =  substantivo masculino
1 homem que ficou viúvo várias vezes
2 homem dado a conquistas, ou que possui muitas mulheres (Houaiss).

Constatação II
Não se pode confundir ‘trampar’ (que na gíria dos publicitários quer dizer trabalhar), com trep, digo, tropear*. Muito embora haja pessoas que mesmo ao ‘trampar’, trepam muito, digo, tropeiam muito. Vejam o exemplo 3. do Dicionário Houaiss.
* Tropear =  verbo
intransitivo
1 fazer (especialmente o cavalo) ruído com os pés ao andar; estropear
intransitivo
2 cavalgar fazendo muito ruído
intransitivo
3 andar ruidosamente (a pessoa)
Ex.: os moradores do andar de cima tropeavam à noite e era difícil dormir

Constatação III
Rica tira fotos sensuais; pobre, pornográficas.

Constatação IV (Até tu Brutus!?)
Deu no Estadão: “O Vaticano foi sacudido por um escândalo de corrupção na quinta-feira, dia 6 de janeiro de 2012 (O grifo é de Rumorejando), depois que a investigação de uma televisão italiana informou que uma autoridade do alto escalão foi transferida após reclamar sobre irregularidade na concessão de contratos. Que pecado! Homessa! Nossa! Vige! Cruz Credo! Socorro!...

Constatação V(Ah, esse nosso vernáculo)
Apalpou a mulher e ficou em palpos de aranha*.
*Não ficou claro o porquê de ele ter ficado como ficou. Quem souber, por favor comentários no blog. Obrigado..

Constatação VI
E como proclamava didaticamente o obcecado: “O pudor feminino é afrodisíaco”.

Constatação VII
Deu no Estadão: “Credores privados oferecem perda de quase 70% na dívida grega”. Dúvida crucial: Será que não daria para transferir a nossa para a Grécia? (Esclarecimento: Este “nossa” é plural majestático).

Constatação VIII
A ricaça, quando a empregada teve nenê e tinha direito de ficar quatro meses em casa, se viu obrigada a ir ao supermercado. Como nunca tinha ido antes, ou melhor, em toda a sua vida, “em tais incômodos e maçantes lugares” se sentiu assustada por não saber onde estavam as mercadorias mais prementes que ela tinha necessidade imperiosa de comprar, andou, passando pelos mesmos corredores várias vezes. Segundo ela até parecia que se encontrava no Labirinto do Minotauro que sua – dela – mãe havia lido para ela quando pequenina. E ela que, às vezes, se dava ao luxo de ler um determinado blog, onde sempre saía publicada a diferença entre ricos e pobres, pensou: “Ainda que eu me considere rica, eu pensei no Labirinto do Minotauro, mas acho que eu parecia mais uma barata tonta”... Coitada!

Constatação IX
Seu João ficou sentido,
Muito magoado,
Pois segundo a sua mulher,
A Dona Maria,
Para o preguiçoso
Do seu – dela – marido,
Todo o dia
É bochornoso *
Já que nada com nada,
Ele não quer.
Coitado!
Coitada !
* Bochornoso = “1. Quente, calorento. 2. Abafadiço, sufocante”.

Constatação X
E, ainda, não se pode confundir adido com ardido, até porque tem muito discurso de político, adido a determinado partido, ao qual, naturalmente, fazia discursos laudatórios e que, quando “arribou para outro ninho”, ou seja, mudou de partido, mudou também de discurso, passando a fazê-lo ardido em relação do seu anterior partido. O que absolutamente não queira dizer que, algum dia, não ficaria adido ao seu partido inicial, voltando a um discurso ardido com seu partido e assim sucessivamente enquanto achar que em tal e tal partido se elegerá mais facilmente. Vai ter ideologia partidária assim no... na...Deixa pra lá!

Constatação XI
O cara sortudo
Ficou
Com tudo:
Casou
Com o mulherão
E a sogra deixou
Morando no Afeganistão.

Constatação XII
Do jeito que as coisas andam, logo, logo será criada a ADPV - Associação de Defesa dos Políticos Vaiados. Ainda bem. Não a criação da Associação, mas o fato de ficarem sabendo que não estão agradando, muito embora com o salarião que ganham estão solenemente às tintas às manifestações de desagravo. E viva “nóis”!

Constatação XIII
A Semana da Arte Moderna,
Na época, foi considerada
Muito avançada,
Demasiadamente hodierna*.
*Hodierno = “ adjetivo
que existe ou ocorre atualmente; atual, moderno, dos dias de hoje (Houaiss).

Constatação XIV (E como poetava o gaúcho).
Restam muitas vagas
No meu pobre coração
Que há muito não afagas
E eu não entendo a razão.

Constatação XV
Deu na mídia, mais precisamente no New York Times: “A exportação mundial de lixo tecnológico, pelos EUA, incluindo monitores de computador e placas de memória, está gerando problemas ambientais e de saúde nos países em desenvolvimento, dentre outros, China, Índia e Paquistão(...)”. Viva todos “nóis”, ou “nóis” todos, como queiram...

Constatação XVI(Do livro Rimas Primas & Outras Constatações)
Um prefeito de uma cidade qualquer,
Que não estava nem aí, totalmente ausente,
Mais preocupado consigo mesmo e os seus
Após a última, catastrófica e terrível enchente
Quando a água invadiu os fundos e a frente
De uma das casas. Daí, aquela sofrida mulher
Viu-se obrigada a trabalhar com denodo,
Utilizando infinitas baldeadas, vassoura e rodo,
Para limpar o acúmulo da sujeira, do lodo.
Enquanto ela estoicamente mourejava
Para salvar algum escasso pertence,
Filosoficamente matutava,
Ponderava, refletia, pensava, conformada
E, pasmem, algo serena:
“Ainda bem que estamos vivos, graças a Deus.
Mas, o prefeito, que não agia na base do ‘non sense’,
Que antes da eleição parecia um cara tão batuta,
Agora, está fugindo, como já haviam previsto, da luta
E está mostrando uma má, ou pior, uma péssima conduta
Além, dum grande filho da, digo, de estar participando de truta.
Que pena!”
Coitada!

Constatação XVII (Meio confusa)
O sol,
Mecha
De fogo
Tão citado,
Tão decantado
Em rol
De poesia,
Aparecendo
E se escondendo
Na curitibana
Manhã fria
Parecia
O abre e fecha
Do não bacana,
E pouco sutil
Jogo
Estulto
Infantil
(E adulto)
De tria.

Constatação XVIII (De uma definição, rimada).
A careta,
Sob a ótica
Da semiótica
É uma graceta *
Histriônica
Afônica.
*Graceta = “Dito ou ato espirituoso ou engraçado”.

Constatação XIX
Não se pode confundir arfar com fartar, muito embora tenha gente que de comer exageradamente, até se fartar, principalmente em boca livre, depois começa a se sentir mal, chegando até a arfar. Evidentemente com aquele comentário de quem está arrependido: “Pô, acho que exagerei”.

Constatação XX (Antes!?)
Vai bem, obrigado
O meu Paraná,
Que, melhor, não há.
Antes, porém, só perdia
Qualquer porfia
O pobre coitado.

Constatação XXI
“Para que meu seqüestro”,
Disse o ricaço para o assaltante,
“Se a boquirrota da minha mulher
Vive dizendo a todo instante
Que eu não presto,
Que não valho um vintém
E que eu sou um qualquer
Que não se pode querer bem”.

Constatação XXII
Ele fez uma boquinha
Enquanto ela, sozinha,
Deitada nua na cama
Desolada, matutava:
“Isso não me apraz.
Ele já não me ama
Como me amava
Há 80 anos atrás”.

Constatação XXIII
Rico suspira; pobre, mal respira.

Constatação XXIV (De diálogos meio confusos ou pouco esclarecedores).
-“Não dava para dizer que ela era uma mulher feia”.
-“Quer dizer que ela era uma mulher bonita”.
-“Também não dava para dizer”.
-“Então o que dava para dizer?”
-“Nada”.

Constatação XXV
O doido curtia adoidado ser doidivanas?

Constatação XXVI
E como ponderava, elucubrando o obcecado: “Deveria existir uma deusa como o deus grego dos sonhos, Morfeu. Afinal, não pega bem para nós, homens, dizermos que nós vamos tratar de cair nos braços de Morfeu”.

Constatação XXVII
Não se pode confundir palor* com palrador**, muito embora a gente fique até com palor escutando certas pessoas dizendo tanta incongruência, tanta mentira, tanta estupidez que você preferia que o palrador fosse execrado da terra.
*Palor =  substantivo masculino
Uso: formal.
m.q. palidez (Houaiss)
**Palrador = adjetivo e substantivo masculino
que ou o que palra; falador, tagarela (Houaiss).

Constatação XXVIII
O conquistador sempre mandava uma corbelha*,
Porque nunca, jamais desistia o tal de obcecado,
Quer fosse mulher nova, de meia-idade ou velha
Sem obter nenhum ou ao menos o mínimo resultado.
Coitado!
*Corbelha =  substantivo feminino
1 pequena cesta de vime, madeira, ferro etc., guarnecida de flores, ou frutas e doces, que se oferece a alguém em ocasiões especiais, ou que se usa para adornar um ambiente.
2 o conjunto dos presentes de núpcias, expostos (Houaiss).

Constatação XXIX
E como orava aquele antigo piloto já aposentado e de idade provecta: “Glória aos pilotos como Santos Dumont, lá nas alturas e paz na terra aos homens, tomadores de viagra de boa vontade.

DÚVIDAS CRUCIAIS, VIA PSEUDO-HAICAIS.

Dúvida I
A sardinha
Tinha sardas
Até na bochechinha ?

Dúvida II
É muita torpeza
Uma “asponeria” sem
Labor, só na moleza ?

Dúvida III
Fica com a “poupança” grotesca
Quem senta num banco
Onde está escrito: ‘Tinta fresca’ ?

Dúvida IV
Será que dar no pé,
Fugindo dum assalto,
É dar marcha a ré ?

Dúvida V
Foi um ato de desdouro
O presidente do Senado
Ter ganhado as algemas de ouro ?

Dúvida VI
Ela ficou sentida
Porque ele não a chamou
De única, de minha querida ?

Dúvida VII
Te dá dor de cabeça
Se ela te diz:
“Por favor, me esqueça” ?

Dúvida VIII
É ali, logo ali, na esquina
Que o assaltante te aguarda
Para uma conversa nada fina ?

Dúvida IX
O dengue avança.
Será que nas autoridades
Ele nunca alcança ?

Dúvida X
A gente sente um calafrio
Com um revolver encostado
Só por causa do metal frio ?

Dúvida XI
O portal da felicidade
Sempre se encontra
Em outra localidade ?

Dúvida XII
Afinal, democracia
É quando apenas alguns
Têm cidadania ?

Dúvida XIII
Dá pra ter um pingo de afeto
Em político que não tem
Um comportamento correto ?

Dúvida XIV
Pra melhorar a imagem
Ela teve que pôr silicone
Em toda a equipagem ?

Dúvida XV
Escalar ou não
O imperador Adriano
Essa é a questão ?

Dúvida XVI
Cadê a seriedade
Que, nos idos, dava
Confiabilidade ?

Dúvida XVII
É uma tormenta,
Pro piá, não assistir a série
Da Emília e Da. Benta ?

Dúvida XVIII
Ser pulquérrimo,*
Nos dias atuais, não
Resolve, sendo paupérrimo ?
* Pulquérrimo = superlativo de pulcro, que quer dizer gentil, belo, formoso.

Dúvida XIX
O papo, na festa,
Tava como a comida:
Totalmente indigesta ?

Dúvida XX
As notícias publicadas na imprensa
Não deveriam revelar, ao invés de impunidade,
Que o crime não compensa?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: