quarta-feira, 16 de maio de 2012



PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.


Constatação I

Na sua falsa modesta opinião ela se refestelou com as bajulações e elogios feitos em relação a sua beleza? Não ficou claro quem foi. Quem souber, por favor, comentários no blog. Obrigado.

Constatação II

Para as famosas ou as que pretendem ser, mostrar os seios depois de serem turbinados passa a ser uma espécie de até de obrigação. Diretamente proporcional, portanto.

Constatação III (De supostos diálogos futebolístico-conjugais).

O goleiro reserva do Santos é o Aranha

Com ele não tem frescura nem manha

Da bola ele não tem raiva, medo ou sanha

Mas, se chegar tarde a casa, da mulher, ele apanha

Principalmente se chegar cheirando a canha.

Ou transcendendo perfume de alguma estranha

Por isso ele vive em palpos de aranha

Tentando sempre fazer com a mulher barganha

Quando ela sobe ao pico, a alguma montanha.

“Você ainda vai ficar preso por um meganha

Você anda se metendo com alguma piranha?”

“Não. Goleiro tem que estar pronto para uma façanha

Pegar pênalti, não engolir frango nesses perde-ganha.

Venha sentar no meu colo e vamos comer uma picanha”.

“Não queira me levar na conversa. Não venha com patranha.

Já conheço esse seu engodo, sua empulhação, sua artimanha.

Em todo caso, como vegetariana que sou, eu aceito uma lasanha.

Claro, lá naquele restaurante, cujo ‘chef não é da Grã Bretanha”.

Constatação IV

Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: ‘Thalma de Freitas revela”: “Minha vida sexual era bem ativa na adolescência”. Taí uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.

Constatação V

E já que falamos em tão palpitante assunto, ter bundão e peitão é o grande ideal das moçoilas, gatas, gatonas dessa geração?



Constatação VI (De um pseudo-soneto com ‘glossário’ explicativo).



     De dramas conjugais



Ela fez uma tremenda balbúrdia

Quando ele chegou de madrugada

“Você não tem vergonha, seu estúrdia*”,

Ela gritava totalmente descontrolada.



“Me deixe eu te explicar”, ele ripostou**

Com a voz toda roufenha***, engrolada****

“Quase que eu embarquei, de vez que me vou

Bati o carro. Foi uma baita trombada”.



“Pena que não morreu e não foi de uma vez

O que para mim seria um motivo de alegria

É o teu segundo acidente em menos de um mês”.



“O cara-de-pau do outro carro quis que eu pagasse

O que seria uma tremenda de uma aleivosia*****

Eu me neguei e, claro, ficaremos para sempre num impasse”.



*Estúrdia =  substantivo feminino

1. comportamento ou vida de estróina; estroinice, pândega, leviandade

2. gesto, atitude insensata e reprimível (Houaiss).

**Ripostar = verbo

intransitivo

1 Rubrica: esgrima.

em esgrima, rebater o golpe do adversário

Ex.: aprendeu logo a r.

transitivo direto

2 Derivação: por metáfora.

argumentar contrariamente; replicar, retrucar

Ex.: ripostou que não era aquela a razão de seu afastamento

***Roufenho = adjetivo

1 que parece falar pelo nariz; fanhoso, rouquenho

2 m.q. rouco

3 que tem o som áspero, sem harmonia

Ex.: notas roufenhas saiam de seu clarinete

****Engrolado = adjetivo

1 que se engrolou

1.1 malcozido ou assado

1.2 malpronunciado

Ex.: estrangeiro, era difícil entender seu português engrolado.

1.3 feito apressadamente; malfeito

2 mal estudado ou decorado

3 m.q. engazopado

 substantivo masculino

Regionalismo: Nordeste do Brasil.

4 conversa ou fala incompreensível ou sem sentido; grolado

Ex.: lá vem ele, bêbedo de cair e com aquele engrolado que ninguém entende (Houaiss).

*****Aleivosia = substantivo feminino

1 traição ou crime cometido com falsas demonstrações de amizade; perfídia, deslealdade

2 qualidade de quem engana, atraiçoa; dolo, fraude

3 acusação fundamentada numa mentira (ger. feita por acinte); injúria, calúnia

4 Regionalismo: Portugal.

descumprimento de promessa; falseta (Houaiss).

(continua).



     De dramas conjugais (continuação).



“Pela quantidade de cachaça que você ta consumindo

E para que você não faça mais uso de trambique

Não seria recomendável, se você continuar assim ingerindo,

Que você providenciasse a instalação de um alambique?



“Na realidade eu não cometo exageros.

O que é demais é o bolo alimentar

E isso me causa desesperos,

Pois eu sempre me canso de mastigar”.



“Então o problema é a deglutição

A cachaça não te faz mal algum

É tudo um caso de digestão?”



Exatamente meu grande amor

Um cara como eu só existe um

Por que você mudou de cor?



Constatação VII

Não se pode confundir Sacro e Profano que é o título de um programa que é levado todas às segundas-feiras pela e-Paraná, às 20 horas com saco e soprano que não tem nada a ver com aquele programa, muito embora tenha soprano que os entendidos acham um saco ficar escutando.

Constatação VIII

Sugestão de Rumorejando aos nossos filólogos: Fustigato = O político, o governante que foi fustigado nas eleições pelo povo por haver posto a mão no jarro. Se for na Argentina, a sugestão seria, em caso similar, ‘fustiraton’. Como o prezado leitor pôde constatar o Mercosul já permite que a gente faça sugestões aos hermanos.

Constatação IX

Não se pode confundir pensa com tensa, tendo em vista que, quando a pessoa está tensa, ela dificilmente pensa.

Constatação X

Sexo virtual

É antinatural

É anti-racional

É anti prazeroso

Deixa o cara nervoso

Por mais que ele seja amoroso.

O sujeito fica carrancudo

Sem ouvir gemido, fica sisudo

Enfim, é anti tudo.

Constatação XI

Súbito,

Não mais

Que de repente,

Começou

A se sentir

Ausente,

Diferente

Como jamais.

É que tanto

Em decúbito

Dorsal

Como frontal,

Plantando bananeira,

De lado

Ou outra maneira

– Quem diria –

O sangue

Parou

De refluir

Onde deveria.

Ele ficou,

Portanto,

Exangue,

Apalermado,

Atoleimado,

Desfigurado,

Obumbrado,

Desconsolado,

Assustado,

Muito apavorado.

Coitado!

Constatação XII

Está na hora, se não já passou da hora, de depois de separar, além de “Fumantes” e “Não Fumantes”, nos restaurantes e/outros locais públicos, os que “Têm celular” e os que “Não têm celular”. Comer, procurando estar na maior descontração, num papo em boa companhia, mas com alguém ao lado, em altos brados, no celular, é assaz indigesto. Afinal, para o “celulariano”, o fato de estar comendo no restaurante, não deixa de ser símbolo de status... E celular, data vênia, como diriam nossos juristas, quase todo mundo já tem, o que, como diriam nossos economistas, já não representa mais o “efeito ostentação”... Aliás, do jeito que a coisa vai indo, comer – apenas, comer – já será, logo, logo, símbolo de status...

Constatação XIII

É política de boa vizinhança

Ou é destemperança

Não cumprimentar

A vizinha,

Acompanhada

Ou sozinha,

Ao entrar

No elevador

E/ou na escada

Como se a gente

Estivesse com lombriga

Ou com dor

De barriga,

Ou dente ?

Constatação XIV (De uma dúvida crucial).

Quando em um filme aparece uma cena de sexo com nu frontal do casal é para satisfazer gregos e troianos, ou gregas e troianas, ou gregos e troianas, ou, ainda, gregas e troianos? Quem souber a imprescindível resposta dessa elevada análise combinatória matemática, por favor, comentários no blog. Obrigado.

Constatação XV

A receita

Para curar

Unha encravada

Deixou seqüela

Já que foi trocada

E fez ela

Ficar

Contrafeita

Com dor

No “sentador”.

Coitada!

Constatação XVI

O engodo,

A empulhação

Do governante

Foi o bastante

Para deixar

No lodo

Sua reeleição.

E ele disse,

Com caradura,

Com sandice,

Com amargura,

Essa tolice:

“Mas que agrura!

Que azar!”

Constatação XVII

A e-Paraná, nome atual da Rádio Educativa, depois da mudança de direção com a entrada de Paulo Vitola merece os encômios deste assim chamado escriba. Parabéns a toda a equipe nova. À velha também!

Constatação XVIII

Não se pode confundir estróina* com esbórnia**, muito embora quem participa de uma esbórnia quase sempre é um estróina. A recíproca não é necessariamente verdadeira. Depende se o cara for rico ou pobre, como Rumorejando modesta e sabiamente costuma assinalar nas diferenças entre os dois eternos estratos econômico-sociais.

*Estróina = adjetivo e substantivo de dois gêneros

Uso: informal.

1. que ou o que age levianamente, de maneira irresponsável; desajuizado

2. que ou o que é inconseqüente com o uso do dinheiro ou dos bens que possui

**Esbórnia = substantivo feminino

1. festa ou encontro festivo em que predominam o hedonismo e o desregramento; farra, pândega

2. orgia sexual (Houaiss).

DÚVIDAS CRUCIAIS VIA PSEUDO-HAICAIS

Dúvida I

Se chovesse, lá em Macondo,

Só, 99 anos e se houvesse trovão

Será que seria com estrondo ?

Dúvida II

Mesmo perdendo para algum time de Mamoré

O Paraná não deve dar marcha à ré

Nem deve perder a abalada fé ?

Dúvida III

O iambo*

Foi também composto

Como um ditirambo** ?

*Iambo = “Na poesia grega e na latina, pé de verso constituído de uma sílaba breve e outra longa”.

**Ditirambo = “Composição lírica que exprime entusiasmo ou delírio”.

Dúvida IV (Perdão, antecipadamente, caros leitores).

Foi o ‘Amaro’ C...‘amargo’,

Lá no ‘Acre’, que comeu

Um ‘azedo’ aspargo ?

Dúvida V

Foi o cara de pau, de peroba,

Do senador que disse que ele,

Por ser pobre, só come gororoba ?

Dúvida VI

O discurso do candidato,

Pelas incongruências, mais

Se assemelha a um desacato ?

Dúvida VII

Ela foi tão dogmática

Na sua negativa que até

Pareceu ser autocrática ?

Dúvida VIII

Tomar um mate

Com açúcar não

Te parece um disparate ?

Dúvida IX

Ela demonstrava,

Somente na cama,

Ser ignava* ?

*Ignava = “Indolente, preguiçosa”.

Dúvida X

É muito consolável

O Brasil ser campeão,

O que é pouco provável ?

Dúvida XI

Se sentia no bagaço,

Só se queixando da vida,

Aquele saudável ricaço ?

Dúvida XII

É muita bondade

Um salário mínimo

Que é só brevidade ?

Dúvida XIII (Efeito bumerangue).

A campanha para incentivar

A leitura, do governo, não põe

Em risco do povo se politizar ?

Dúvida XIV

É uma espécie de neurose

A gente fazer a afirmação:

“Essa é minha última dose” ?

Dúvida XV

Ela estava naquela posição

Em que perdeu a guerra

O corso Napoleão ?

Dúvida XVI (Qual o “samba” de Noel Rosa).

Não é no colégio

Que se aprende

O que é florilégio* ?

*Florilégio = “Coleção de trechos em prosa e/ou verso; analecto, crestomatia, espicilégio, seleta, parnaso”.

Dúvida XVII

Os chamados amigos do alheio,

Com a elevada concorrência,

Tiveram que se sujeitar ao rateio ?

Dúvida XVIII

É muita ou pouca baboseira

Sacar mais vinte reais, pro

Salário mínimo, da “algibeira” ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: