quarta-feira, 11 de julho de 2012

RUMOREJANDO


PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.


Constatação I

O ladrão que rouba ladrão, diz o ditado

Tem cem anos de perdão.

O dito já está a longo tempo superado.

O que roubou é convidado

Pelo roubado

Para uma sociedade, para uma união.

Sob a alegação

Que juntos terão

Lucro dobrado.

Constatação II

Rico é empreendedor; pobre, é picareta.

Constatação III

E nunca esqueça, prezado leitor e prezada leitora, que a vanguarda de hoje é o antigo de amanhã. E a vanguarda de ontem é o antigo de hoje. E a vanguarda de amanhã poderá voltar a ser o antigo ou vanguarda de hoje. Elementar!

Constatação IV (De um pseudo-soneto).



              Frustração



Qualquer que fosse a hora, o dia

Não precisava ser hora e dias certos

Ela, como anfitriã, sempre me recebia

De coração, pernas e braços abertos.



A doce paisagem que me era dado a ver

Era deslumbrante como um raio de sol.

Diante do qual eu me punha a tremer

Que até me afetava o meu colesterol.



Um dia ela mudou de proceder para comigo:

“Você só está às voltas com teu próprio umbigo.

Vá ver – e não volte – se eu estou lá na esquina,



Pois há que se separar, de uma vez, do trigo o joio”.

Essa mudança de atitude me pegou no pé de apoio

E eu, com autopiedade, pensei: “Que triste sina!”



Constatação V (Subsídio para quem quer ser corneado).

Não se deve confundir errático, que o dicionário Houaiss dá como “que erra ou vagueia; errante” com erótico, que todo mundo sabe o seu significado, inclusive tem condição de sugerir outros significados aos já existentes nos dicionários, até porque veja o que tem circulado na Internet e que Rumorejando toma a liberdade transcrever, pedindo escusas ao autor por não nominá-lo por não saber quem é:

“Uma noite, depois de quase 30 anos de casados, o casal está na cama, quando a mulher sente que seu marido começa a acariciá-la como não fazia há muito tempo. Ele começa no pescoço, desce pelo dorso até as nádegas; volta ao pescoço, ombros, seios e pára na barriga; coloca a mão na parte interna do braço esquerdo, passa no seio, nas nádegas. Vai da perna esquerda até o pé, sobe pela parte interna da coxa e pára bem em cima da perna. Faz a mesma coisa na perna direita e, de repente, vira as costas e não fala uma palavra. A esposa, já "acesa", lhe diz carinhosamente: - “Querido, você estava maravilhoso, por que parou?” E ele, entre dentes:- “Já encontrei o controle remoto”.

Constatação VI (Passível de mal-entendido).

Quando o obeso filhinho de 42 anos levou, pela primeira vez, a nova namorada para apresentar para a sua supermãe, esta, lá pelas tantas, perguntou ao filhinho: -“Você já comeu?”

Constatação VII

De repente, não mais que de repente, a gente descobre que existem palavras hermafroditas, digo, “bissexuais”, digo de dois gêneros. Veja o caso da palavra moral que o dicionário apresenta, dentre outros significados, como:

substantivo masculino

5 estado de espírito

Ex.: as endomorfinas podem contribuir para elevar o moral dos pacientes

5.1 disposição de espírito que uma pessoa apresenta para agir com maior ou menor vigor diante de circunstâncias difíceis; espírito de luta

5.2 sentimento de confiança; coragem

Ex.: homem de grande moral

substantivo feminino

6 conjunto de valores como a honestidade, a bondade, a virtude etc., considerados universalmente como norteadores das relações sociais e da conduta dos homens

Ex.: defendia a moral e os bons costumes

6.1 conjunto das regras, preceitos etc. característicos de determinado grupo social que os estabelece e defende

Ex.:

6.2 conjunto dos princípios, ger. virtuosos, adotados por um indivíduo, e que, em última análise, norteia o seu modo de agir e pensar

Ex.: <é um homem de pouca ou nenhuma moral>

7 Rubrica: filosofia.

cada um dos sistemas variáveis de leis e valores estudados pela ética (disciplina autônoma da filosofia), caracterizados por organizarem a vida das múltiplas comunidades humanas, diferenciando e definindo comportamentos proscritos, desaconselhados, permitidos ou ideais

8 Rubrica: filosofia.

parte da filosofia que estuda o comportamento humano à luz dos valores e prescrições que regulam a vida das sociedades; ética

9 Derivação: por metonímia.

obra ou tratado sobre a moral

10 qualquer teoria, doutrina (não necessariamente defensora de um padrão de comportamento) que se fundamenta em certos princípios

11 Regionalismo: Brasil. Uso: informal.

capacidade de se impor, de influenciar ou ter ascendência, hegemonia sobre outrem

Ex.: foi lá e conseguiu a vaga na moral

Constatação VIII

Deu na mídia: “Em dois dias Elke Batista despenca da 14º. posição para a 27º. no ranking dos bilionários”. Taí uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade em geral e para os pobres em particular.

Constatação IX

Deu na mídia: “Quatro brasileiros na lista internacional da corrupção: Paulo Maluf e o banqueiro Daniel Dantas. O fundador e ex-presidente do Banco Santos Edemar Cid Ferreira. O caso do propinoduto, que envolveu o ex-subsecretário de Administração Tributária do Rio Rodrigo Silveirinha Correa”. Vige!



Constatação X (De um pseudo-soneto. [Também para a minha neta Giovanna]).



Receita de comportamento



Ela sempre se destacava

No meio da sua patota

Recebia dos meninos pelota

E ela, tímida, ruborizava.



Na cadeira de português, boa nota

Sem problema para o diploma.

Falava um ou outro idioma

A turma a achava poliglota



Perguntaram o que fazia para ser brilhante

E a resposta veio no mesmo instante:

“Gosto de fazer exercícios de matemática”.



“Também de ler bons autores”;

“Cultivar excelentes valores”;

“E em tempo algum ficar estática”.



Constatação XI (De uma dúvida crucial).

Quem nasce em Primeiro de Maio, no meu estado, o Paraná, é Primeirense de Maio, ou Primeiro de Maiense, ou Primeirense de Maiense, ou nenhum desses? Quem souber a resposta, paticularmente o meu ex-colega do Badep, Marcos Aurélio, por favor, comentários no blog. Obrigado.

Constatação XII

Rico sempre ta com a barra-limpa; pobre sempre ta barrento.

Constatação XIII

Rio+20, empulhação total. Havia alguma dúvida?

Constatação XIV

Não sei se o prezado leitor tem se dado conta de como as mulheres, nos três Poderes, têm desempenhado suas respectivas funções com muito mais propriedade e probidade que os homens. Tenho dito!

Constatação XV

Deu na mídia: Juntos, Maluf e Lula selam apoio do PP a Haddad. VIGE! SOCORRO!

Constatação XVI

E já que falamos no assunto, cabe a pergunta: Qual foi mesmo o currículo, o desempenho laudatório de Haddad no Ministério da Educação? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog, mormente para os nossos leitores e eleitores da cidade de São Paulo. Obrigado, desde já, em nome deles.

Constatação XVII (Ah, esse nosso vernáculo).

A união da professora de matemática com o professor de português não foi nem do presente nem do futuro, foi, portanto, pretérito, isto é do passado e fora uma relação de um produto, biunivocamente, ‘mais-que-perfeito’.

Constatação XVIII

Rico é retórico; pobre fala pelos cotovelos.

Constatação XIX

Para o rico há a opção de comprar com o cartão de crédito; Para o pobre: “Fiado, só amanhã”.

Constatação XX (De ditos de jogadores, técnicos, locutores, etc.).

A bola não quis entrar; Deus me ajudou; Vamos levantar a cabeça; futebol é uma caixinha de surpresa; O ataque superou a defesa; a defesa superou o ataque; o juiz não apitou dois pênaltis a nosso favor; o juiz marcou um pênalti contra nós que não existiu.

Constatação XXI

Político é aquele sujeito que acha que o mundo deve girar em torno de sua órbita, descrevendo círculos elípticos do qual o seu umbigo é um dos focos (Do livro Rimas Primas & Outras Constatações).

Constatação XXII

Rico faz declaração de amor em noite de plenilúnio*; pobre, vira lobisomem.

*Plenilúnio = Lua cheia.

Constatação XXIII

Deu na mídia: “Alessandro Amalfi, de 29 anos, cometeu um pequeno delito e foi condenado por um juiz de Messina, Itália, à prisão domiciliar. Mas ele pediu para ir para a cadeia, pois não agüenta morar com a sogra”. O Sr. Amalfi, pelo o que tudo leva a crer, sabe das coisas...

Constatação XXIV

Ela, muito apressada,

Vivia sempre atrasada,

Mas, vejam, não fazia nada

Durante toda a jornada.

Constatação XXV

Deu na mídia: “Trabalhar muito provoca enfarte”. Eis, finalmente, a explicação científica que eu, como tantos, estava buscando...

Constatação XXVI

Deu na mídia: “A crise econômica na Europa está cada vez mais evidente. As estimativas começam a se materializar com a revisão das perspectivas de crescimento, que, agora, mostram a região entrando em recessão”. E, alguma dúvida – crucial ou não – de um viva “nóis”, já que refletirá, segundo os entendidos, em outras regiões do Planeta Terra.

Constatação XXVII (De mais um pseudo-soneto).



                   Boas maneiras



Na azáfama de preparar uma razoável comida

Que iria servir aos pais do namorado da filha

Ela ficou tão preocupada, de nervos, uma pilha

Se sentindo pressionada, aflita, deveras perdida.



Os convivas chegaram com uma hora de atraso

Não pediram desculpas, tampouco se explicaram

E durante o jantar piadas grosseiras eles contaram

E ela sem demonstrar considerou, deles, pouco-caso.



Os anfitriões se entreolharam bastante assustados

Como dizendo: “Onde nossa filha está se metendo”.

O que não havia ocorrido com anteriores namorados.



Altas horas, os convidados não faziam menção de sair

E ela, irritada, intranqüila, irada não mais se contendo:

“Já está na hora de eu tomar a minha pílula de dormir”.



DÚVIDAS CRUCIAIS VIA PSEUDO-HAICAIS

Dúvida I

“Continuidade

E não continuísmo”.

Será mais uma “boutade”* ?

*Boutade = “Dito espirituoso”.

Dúvida II

O carreto de trafegar

No seu empedernido coração

Tá difícil de pagar ?

Dúvida III

Ela, com seu fusquinha,

Queria enfuscar*

O carro Volvo da vizinha ?

*Enfuscar = “Ofuscar”.

Dúvida IV

Com tanta fofoca, o vaga-lume

Estava pondo mais lenha na

Fogueira, acendendo o lume ?

Dúvida V

Onde ninguém suspeita,

Ali, pertinho, no infinito,

Que o oito se deita ?

Dúvida VI

No auge, no delírio,

Lhe veio à mente

Um jardim, um lírio ?

Dúvida VII

Virou um caso pessoal

A sogra se apossar, antes

Dele, do imaculado jornal ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

www.rimasprimas.com.br

5 comentários:

Marina da silva disse...

Juca,
Amei tudo, está impagável!
Sobre o Hadad..do: lembra do desenho do leão da montanha que vivia penteando o cabelo duro?kkkk Como pode um cara que num acerta um enem administrar Sampa?kkkk
Lula e Maluf: petista estão dizendo que é efeito colateral da quimioterapia e eu fiquei tão f* que vou rebater num post!
Vi seu Paraná ontem e...eitcha falta de sorte, mas foi um jogaço! Bjus. Marina

Juca disse...

Falta de sorte e falta de um juiz imparcial. Cáspite!

Anônimo disse...

Grande Juca1

Passei por aqui para fazer minha leitura semanal do seu blog e para mandar aquele abraço!!!

Joao Paulo

Anônimo disse...

Obrigado pelo prestigiamento. Torci para o teu time contra o Palmeiras. Lamento o desfecho. [ ]'s Juca

Rumorejando disse...

Torci para o teu time. Fazer o quê?