terça-feira, 17 de julho de 2012

RUMOREJANDO


PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.


Constatação I

Rico tem barrigão; pobre, barriga-d’água.

Constatação II (De um pseudo-soneto de autoria de um novo obcecado que, por sinal, com esse mulherio atacando, está cada vez mais vicejando).

          Receita de felicidade

Seja solteira, viúva, ou divorciada

Eu as atendo com atenção e presteza

A gente pra elas não pode dar moleza

Há que ser eficiente nessa empreitada.


Não é preciso que eu corra atrás

Elas chegam, carentes, até a mim

E eu como sou um sujeito capaz

Sempre estou às ordens, estou a fim.


Existem três forças na natureza

E isso é uma indiscutível verdade,

Que ninguém nega, com certeza:


Fogo morro acima, emitindo calor

Água morro abaixo pela gravidade

E mulher quando está para o amor.


Constatação III (Opção sugerida por outro obcecado, metido a poeta, ao ler, em primeira mão, a última estrofe acima)

Fogo morro acima por oxigênio no ar

Água morro abaixo pela lei da gravidade

E mulher quando está doidinha para amar.

Constatação IV

O jogador Balotelli, que se declarou ser judeu porque a família que o adotou em Bréscia na Itália era de origem judaica e este assim escriba que é um brasileiro de origem também judaica e que sentiu durante grande parte da sua vida o preconceito por essa razão, classifica o jogador – que é da raça negra, originário de Gana, autor dos dois gols contra Alemanha nessa recente Eurocopa – como “dois em um”. Explica-se: Ele declarou que sempre tem sofrido hostilidade por esses dois motivos, inclusive, como já foi publicado, a extrema direita disse que “ele deveria jogar por Israel”.

Constatação V

Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: “Não tenho vocação para ser corna, diz ex-BBB Cacau”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que a expressão “presidenta” ta encorajando neologismos.

Constatação VI (De mais um pseudo-soneto).

               Coitado?

Chamava a gorda sogra de elefante

Os amigos o chamavam de cornaca*

“Ela é nariguda, feiosa e petulante**”,

Ele dizia, e que era “trompa numa vaca”.


Como ele não era de pegar no pesado

A sogra acudia nas despesas da casa

Porque ele não era escrupuloso, atilado***

E que vivia, nas vizinhas, espichando a asa.


Um dia a mulher se aborreceu tanto

E mandou ele se arrancar, ir pastar

Ele caiu num choro, num triste pranto


Entrou numa fossa, caiu numa depressão

Ao se dar conta que a mamata ia acabar.

“Eu que tinha por elas tanto amor e afeição”.


*Cornaca =  substantivo masculino

tratador ou condutor de elefantes (Houaiss).

**Petulante =  adjetivo de dois gêneros

1 que ou aquele que se atreve, que ousa; atrevido, insolente

2 que tem ímpeto, vivacidade (Houaiss).

***Atilado = adjetivo

que se atilou

1 cumpridor de suas obrigações; correto, escrupuloso

2 feito com cuidado; esmerado, apurado

Ex.: trabalho atilado.

3 que tem juízo; ponderado, sensato

Ex.: provou ser atilado ao não aceitar a provocação

4 dotado de sagacidade; esperto, vivo


Constatação VII (De um terceiro pseudo-soneto).

       A melhor e última idade.


Esse negócio de “A melhor idade”

É a mais pura balela, é empulhação

Não tem nela a mínima veracidade

É somente para dar uma motivação.


É uma maneira de se jogar algum confete

Nos ‘véinhos’ para a longevidade suportar.

O número de deslizes e gafes que se comete

É incomensurável, não dá nem para contar.


Trocar nomes de fatos e pessoas é uma delas

Outra é a falta de memória, o esquecimento

Chamando as ‘véinhas’ de queridas donzelas.


Querer abrir a casa com as chaves do carro

E vice-versa é mais um inextricável* tormento.

Isso não é comentado pra ninguém tirar sarro...


*Inextricável =  adjetivo de dois gêneros.

1 que não se pode dissociar ou desembaraçar; indestrinçável

Ex.: nó inextricável.

2 constituído de elementos entrelaçados, entrecruzados a ponto de não se poder reconhecê-los, dissociá-los, elucidá-los

Ex.:

3 que não se pode resolver

Ex.: um problema inextricável. (Houaiss).


Constatação VIII

Rico é temperamental; pobre, é grosseiro.

Constatação IX (De mais um pseudo-soneto, também de autoria do obcecado).


    De um conselho útil

Preste atenção, prezado amigo

Leia e tente raciocinar comigo

Quando você se alterca com elas

Sempre ficam restando seqüelas.


No começo, o coração fica partido

Você até chega se sentir perdido,

Porém logo, logo você se acostuma

E novos amores e paixões você arruma.


Junto deverá chegar renovada esperança,

Pois, após o furacão, dizem, virá a bonança,

Mas pode acontecer que venha outro furacão.


Convém lembrar que a felicidade não é eterna,

Isso já era sabido desde a época da caverna,

E ela não é perene. Ela é como bolha de sabão.


Constatação X

Não se pode confundir lisura* com usura**, até porque os bancos comerciais, financeiras e outros agiotas, além dos juros extorsivos quando praticam a usura, inventam outras taxas, numa cabal demonstração de falta de lisura para com os seus achacados clientes, apresentando a cada trimestre do ano lucros pornográficos. Vige!

*Lisura =  substantivo feminino

1 qualidade do que é liso, do que apresenta uma superfície plana, acetinada, polida

2 Derivação: sentido figurado.

integridade de caráter; honestidade nas ações; retidão

Ex.: é fundamental a lisura na administração de verbas públicas (Houaiss).

**Usura

 substantivo feminino

1 juro, renda ou rendimento de capital

2 Rubrica: economia, termo jurídico.

contrato de empréstimo com cláusula de pagamento de juros por parte do devedor

3 Rubrica: termo jurídico.

empréstimo de dinheiro a juros superiores à taxa legal; agiotagem

4 Derivação: por extensão de sentido.

juro exagerado, extorsivo; onzena, agiotagem

5 Derivação: por extensão de sentido.

lucro excessivo

6 Derivação: por extensão de sentido. Uso: informal.

qualidade ou característica de quem é avarento, mesquinho, tem apego excessivo ao dinheiro, aos bens materiais; avareza, mesquinharia, sovinice

7 Derivação: por extensão de sentido. Regionalismo: Nordeste do Brasil.

desejo exacerbado de poder ou riquezas, honras ou glórias; ambição, cobiça (Houaiss).

Constatação XI

Deu na mídia, mais precisamente no Estadão: “Nas colinas da Galileia, norte de Israel, um aparato de forte segurança composto por guardas, câmeras de circuito interno e muros protege mudas do que seriam plantas de maconha ‘politicamente correta’, sem propriedades entorpecentes, desenvolvidas apenas para fins medicinais”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que, agora, ta na hora desenvolver políticos e governantes ‘politicamente e honestamente corretos’ em todos os países do Planeta Terra, mormente, por estas bandas... Vige!

Constatação XII (De razões e proporções matemáticas elucubrativas).

A poção mágica do druida Panoramix está para o Asterix, assim como o chimarrão está para este assim chamado escriba. Data vênia, como dizem os nossos juristas, mas Rumorejando acha que pelo teor de estimulante que a erva-mate apresenta, o druida deve ter usado na sua – dele – poção mágica algum produto contendo cafeína ou algo assim.

Constatação XIII

Rico apalpa; pobre, bolina.

Constatação XIV

Em certo ano,

US$ 1,16 bilhão

Foi o lucro

Da coca cola.

Eu que sou meio xucro,

Meio insano,

Necessito explicação:

Com tal desempenho,

Será

Que dá

Pra comprar

Pros piás, uma bola,

Um machado pro lenho,

Uma choupana campestre,

E pra mulher,

O que ela mais quer,

Um pano

Sem se endividar?

Constatação XV

Rico se despe; pobre tira a roupa.

Constatação XVI

Deu na mídia: “Homem aprendeu a falar primeiro, dizem britânicos”.
“O primeiro ser humano a falar teria sido um homem. É o que afirma um livro publicado pela Academia Britânica que tenta explicar o aparecimento da espécie humana, intitulado 'The Speciation of man'. O livro reúne textos de cientistas de áreas como arqueologia, paleontologia, lingüística e genética”. E quem poderia imaginar que, assim mesmo, as mulheres teriam, sempre, a última palavra...

Constatação XVII

Rico tem filho rebelde, contestador; pobre, tem filho malcriado, mal-educado.

Constatação XVIII

Basta de platitudes*

De demagogia,

De inocuidade.

E mais:

De autolatria,

E de vaidade.

Quero ver,

Dos governantes –

Isso se conseguir,

Sobreviver,

Sem me iludir –

Soluções socialmente

Interessantes

E honestas atitudes,

Tão somente.

*Platitude =  substantivo feminino

1 qualidade do que é uniforme, regular, monótono

2 qualidade do que é banal, trivial

3 caráter do que possui qualidade medíocre, sem expressão (Houaiss).

Constatação XIX

Rico tem garganta; classe média tem gorgomilo; pobre tem goela.

Constatação XX

Ele ficou

Perplexo,

Abismado,

Quando ganhou,

Com espalhafato,

Do candidato,

Um baita amplexo.

E aquele ato

Ele achou

Meio sem nexo.

Coitado!

Constatação XXI (E já que falamos no assunto).

Rico chora de barriga cheia; pobre, chora com a barriga no espinhaço (muito magro).

Constatação XXII

Pena, meu irmão,

Que o Procon

Não pode autuar,

Meter a pua

Na farmácia,

Cheia de audácia,

Num flagra

Já que o preço

Do viagra –

E não se entende

Tanto aumento –

Não depende

Da elevação

Da moeda forte

Quando flutua.

Também do ouro,

Ou mesmo do latão...

Que desdouro!

Que tormento!

Até parece

Que a turma não merece

Ou eu não mereço

Atenção

Melhor sorte

Alguma vez,

Durante

Algum

Instante,

Ou os 30 dias

Do mês

Desfrutar

Dessas “patologias”

De um

Bem-bom...

DÚVIDAS CRUCIAIS VIA PSEUDO-HAICAIS.

Dúvida I

Quanto mais pro leão eu devo,

Além de assaz infeliz, me acho,

A cada dia, mais e mais motevo.*

* Motevo = “Indivíduo atoleimado, amalucado, abobalhado”.

Dúvida II

Vão dar um piparote

No alto risco

Do calote ?

Dúvida III

Até Pero Vaz de Caminha,

Na sua carta, já falava no spa

Da fabulosa Lapinha?

Dúvida IV

É o banqueiro

Que faz lipoaspiração

Do nosso dinheiro?

Dúvida V

Ainda vai dar o troco,

O meu Paraná,

Para sair do sufoco?

Dúvida VI

Ele disse para o sogro

Que, com o casamento,

Havia caído no logro?

Dúvida VII

O vigarista, o trastalhão

Queria dar o golpe do baú

Ao pedir, da ricaça, a mão ?

*Trastalhão = Refinado velhaco.

Dúvida VIII

É na reserva de mercado

Que dá pra gente

Comprar fiado ?

Dúvida IX

No campo e nas cidades

Repercutiu que os políticos

Só disseram amenidades ?

Dúvida X

Ela tinha tanto fã

Que a todos só dizia:

“Hoje, não. Amanhã” ?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br

http://www.rimasprimas.com.br/

2 comentários:

marina da silva disse...

Juca,
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Vc me mata com esse obcecado! Tôo qui num me aguento com essa de tanta mulher dando "sopa"! Os homens estão é mais assustados!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Vou continuar lendo...Abr. Marina

Juca disse...

Marina, ikara.
Se eu não tivesse você como pelo menos minha única leitora eu estaria escrevendo para nenhum leitor... Obrigado por me ler. Neshikot. Juca.