quarta-feira, 31 de outubro de 2012

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Não se pode confundir IMC – que quer dizer Índice de Massa Corpórea, obtido da divisão do peso do indivíduo pelo quadrado da sua altura, cujo resultado deve estar entre 20 e 25. Se menos de 20, o cidadão precisa dar uma engordadinha; se mais de 40, o dito cujo está obeso e correndo risco de saúde – com ICM que é o Imposto de Circulação de Mercadorias, muito embora se os impostos de modo geral e o ICM em particular continuarem subindo e, consequentemente, os preços das mercadorias, seremos obrigados a diminuir a ingestão de alimentos e, por extensão, o IMC cairá para níveis incompatíveis de sobrevivência.
Constatação II (Ah, esse nosso vernáculo).
Foi a abelha que disse para o seu companheiro abelhão: “Não seja abelhudo. Você foi mexer na bilha, fazendo bulha que acordou a vizinha bisbilhoteira que me disse para não mexer lá que faz bolha no mel. Ela estava abobalhada, digo abalada, quando falou tudo isso. Ouviu seu bolha!?”
Constatação III (Sobre as eleições que a gente já está vacinado. Nem todas as gentes, é claro...).
A cada pedido,
A todo instante,
De um voto de confiança,
O povo fica desconfiado,
Escabreado*,
Ressabiado,
Mordido,
Duvidante,
Meio perdido
Face a destemperança
A esquivança
Da nossa governança.
Coitado!
*Escabreado = adjetivo
1 que se zangou; agastado, desconfiado, mal-humorado
2 que demonstra desconfiança; desconfiado
3 que demonstra acanhamento; encabulado (Houaiss).
Constatação IV
Rico (da classe média alta pra cima) tem sutil desejo; pobre impulsiva tesão; rico (de classe média para baixo) tem sutil compulsão; pobre é patologicamente tarado.
Constatação V
Os comentaristas e cronistas do assim chamado esporte bretão costumam repetir, até a exaustão, o que já se tornou um lugar-comum, um chavão, um clichê em um resultado elástico, como aconteceu recentemente entre o Clube Atlético Paranaense e o América de Minas Gerais – que foi de cinco a quatro para o time cá da terra – que os ataques sobrepujaram as defesas. Nos jogos do meu Paraná é comum um execrável zero a zero, aí, quase sempre, não dá para dizer que as defesas prevaleceram sobre os ataques dos dois times, porque estes simplesmente não existiram. Compungido, contristado, afligido, penalizado, aborrecido, amuado, condoído, tenho, amiúde, dito!...
Constatação VI
Rico ressona suavemente; pobre ronca ruidosamente.
Constatação VII
Não se pode confundir os homófonos (“Homofonia: Semelhança de sons ou de pronúncia” [Aurélio]) insipiente – no sentido de não sapiente, ignorante – com incipiente – que quer dizer que está no começo, principiante – muito embora os mais velhos acham que todo incipiente é insipiente. A recíproca para esses transcendentais casos ortográficos não é necessariamente verdadeira.
Constatação VIII
O recém-chegado
Do delegado
Pareceu ao acusado,
Que ficou assuntado
Ao ser fichado
Ter cara de enfastiado
E de desapontado.
Afinal, era seu afilhado.
Coitado!
Constatação IX (De várias dúvidas cruciais).
Rico tem terapeuta; pobre, SUS.
Constatação X
A resolução
De um problema
Feminino
Versus masculino
Depende
Dos dois
Juntos.
E, também,
Depois,
De quem,
Desses assuntos
Entende?
Ou da demonstração
De um teorema
E de uma equação
Infinda,
Com a participação
De um bacharel?
Ou, ainda,
Será necessário
Acrescentar
Algum corolário
Daqueles que vão
Terminar
Em um motel?
Constatação XI
Será que a nossa seleção nesses jogos que vem realizando contra times como, por exemplo, China, Iraque e outros desse jaez utilizam a máxima do saudoso Didi – campeão do mundo em 1958 e 1962 – de que “jogo é jogo e treino é treino”. Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XII
Deu na mídia: “Gênero humano deveria incluir chimpanzés”, diz pesquisa. “Os chimpanzés estão geneticamente mais próximos dos homens e provavelmente deveriam estar incluídos no mesmo gênero que pertence a raça humana, sugeriu uma equipe de cientistas”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que os chimpanzés deveriam ser consultados se estão de acordo com a sugestão ou se sentirão ofendidos...
Constatação XIII
Ano próximo fará 10 anos que o escritor Jamil Snege faleceu. Desde agora, reitero, através de Rumorejando, a minha homenagem ao Jamil Snege, cuja companhia desfrutei. Lamentavelmente, muito poucas vezes. No entanto, o suficiente para uma grande admiração não só como escritor, mas também como um sujeito muito humano.
Constatação XIV
Não se pode confundir Junta de Conciliação e Julgamento com junta de bois, muito embora, no encontro entre as partes, no primeiro caso, uma delas, quando não as duas, sempre achará que os pareceres, decisões, veredictos, resoluções, etc. beneficiaram a parte contrária, consequentemente foram julgadas com parcialidade, venalidade, injustiça e por humanos que mais pareciam uma junta de bois. Vá lá alguém entender a intricada e desconjuntada alma humana!
Constatação XV
Deu na mídia: “Schumacher deveria rever a desistência de correr na Fórmula I”. Rumorejando, que não costuma assistir as corridas de carros por não achar graça alguma nesse esporte, acha que Schumacher vai desistir da desistência de desistir. Conforme comentado na Constatação V, mesmo que o placar seja de zero a zero, quando meu Paraná joga, este assim chamado escriba não vai deixar de torcer pelo meu antigo Ferroviário. No caso de Schumacher, que já teve grandes e muitos momentos de glória, Rumorejando sugere que Schumacher desista da mencionada desistência e, pelo menos, curta as belezas dos países onde as corridas são realizadas. Afinal, como já foi apregoado por aí, a vida é idem, quer dizer, curta...
Constatação XVI
Deu na mídia, mais precisamente no Estadão: “O Brasil avança, mas ainda está no meio do caminho. Problemas de infraestrutura, impostos e educação deixam o País em situação ruim em rankings internacionais de competitividade. Data vênia como diriam
nossos juristas, mas alguém se lembra, ouviu falar ou leu que desde o descobrimento do Brasil em 1500 até os dias de hoje que algum governo tratou de Educação e Saúde em nosso país? Se quem quer que seja tenha a resposta, por favor, comentário no blog. Obrigado.
Constatação XVII
Tampouco a gente deveria não se preocupar com a cenofobia, que, segundo o Aurélio, é “medo patológico de grandes espaços abertos”. Mas ir a campo de futebol ou ficar nos parques, ou visitar o Corcovado ou sair na rua, principalmente à noite, é correr um risco muito grande. Vige!
Constatação XVIII
E já que falamos no assunto, Rumorejando conhece um casal que vive na abstinência do bem bom. Eles sofrem de parasitofobia, que de acordo com o Aurélio, é “medo patológico de parasito, ou de contrair moléstias parasitárias”. Coitados!
Constatação XIX
Rico sofre de Síndrome de Excitação Sexual Persistente (PSAS); pobre, de tara.
Constatação XX (De um pseudo-soneto).

De índices emprestados do social

Meu coração ficou com o IDH,
O Índice de Desenvolvimento Humano
Tão baixo como o meu Paraná
Que até pensei que havia um engano

Mas qual nada! Estava correto
Quando ela me abandonou
Quando perdi seu precário afeto
Efetivamente ele caiu, ele despencou.

O tal índice ficou tão irrisório
Foi um descenso tão profundo
Até pensei que eu provocaria um velório

Mas qual o quê? Acabei me refazendo
Daquele zero assaz rotundo
E meu amor-próprio já não ta tão horrendo...

Constatação XXI
Depois de jogar muito tempo no exterior, mormente na Turquia, onde chegou a ter uma estátua, retornou ao Brasil o jogador paranaense Alex. Este assim chamado escriba sempre teve uma grande admiração por esse craque do futebol, embora com uma única restrição: Ele não ter jogado pelo meu Paraná. Vindo da base do Coritiba, passou logo a titular do time principal. Posteriormente, no Palmeiras e no Cruzeiro. Lá foi campeão por várias vezes, como também no Coritiba. Considero o jogador Alex como pertencente àqueles que desequilibram como Pelé, Garrincha, Didi, Gerson, Zico, Ademir da Guia, Messi, Maradona, Obdulio Varela, Neymar, os Ronaldo’s (Gaúcho, Fenômeno e Cristiano), Zidane, apenas para citar alguns poucos. Creio que o único jogador, em todo o mundo, que fez dois gols olímpicos em uma partida foi Alex. Bem-vindo, mano velho!

DÚVIDAS CRUCIAIS, VIA PSEUDO-HAICAIS.

Dúvida I

Tratava-se dum simulacro
O comportamento do líder 
Religioso com panca de sacro?
Dúvida II
O capitalismo é um embuste
Só quando as empresas
Fazem truste?
Dúvida III
Você também tem medo
Das democracias
De arremedo?
Dúvida IV
Depois de se escutar tanto descalabro
Que se constatou no julgamento do mensalão
Será que aparecerá algum outro corrupto macabro?
Dúvida V
É muita pacatez
Viver no ócio
Todo o mês?
Dúvida VI
Era do cara grã-fino
Que se dizia ser um
Grosso, nada fino?
Dúvida VII
Nem tudo que reluz
É ouro? Salvo ela
Nua e só de capuz?
Dúvida VIII
É muito descaramento
A visita ficar seis horas e haver dito
“Só vim por um momento”?
Dúvida IX
É ser muito ensimesmado
Não dizer, ao menos, um oi
Para a gatona que mora ao lado?
Dúvida X
É muito cerceamento,
Numa eterna inocente ditadura
Restringir até pensamento?
Dúvida XI
A greve do sexo
Do marido ou da mulher
É um ato desconexo?
Dúvida XII
E já que falamos em sexo
Será que é factível
Sem beijinho e amplexo?
Dúvida XIII
É ser muito capaz
Trucar em cima do copas
Com um reles de um az?
Dúvida XIV
É muita patranha
Achar que o meu Paraná
O título arrebanha?
Dúvida XV
A peroração*
Quase sempre
É uma empulhação?
*Peroração = “Pequeno discurso (Aurélio).
Dúvida XVI
É se atrapalhar demais,
Ao despi-la, se enredar
Nos seus atavios* e percais**?
*Atavio = 3 Derivação: por metonímia.
O que serve para ataviar; enfeite, adorno (Houaiss).
**Percal =substantivo masculino
Tecido fino de algodão de trama muito fechada (Houaiss).
Dúvida XVII
“É o cúmulo da mofa”,
Foi o que disse o ofendido,
“Se ainda fosse galhofa...”?
Dúvida XVIII
E já que falamos no assunto
É muita galhofa batucar
No caixão do pobre defunto?
Dúvida XIX
Despertou um baita de um ciúme
Quando ele(a) chegou em casa
Recendendo intrigante perfume?
Dúvida XX (Principalmente dos tempos atuais).
É muita sorte
Quando a bala só resvala
Sem provocar a morte?

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

Constatação I (Passível de mal-entendido).
-“Não coma as novas! Se você comer as novas sem acabar de comer as velhas, como é que fica?”
Constatação II
E como dizia
O gorducho,
Chamado pela guria
De bucho:
“Eu me maltrato
E é um suicídio
Se eu não
Comer
Todo esse prato
De macarrão
Com torresmo
E junto não beber
Um vinho tinto
– E não é pirraça! –
Afinal,
É só
Glicídio,
Só carboidrato
E eu não sinto
Que me faça
Um mal
Infinito.
A gente tem que ter,
De si mesmo,
Compaixão,
E comiseração.
Tenho dito!”
Constatação III (Ah, esse nosso vernáculo).
O relacionamento daquele casal pandorga estava por um fio tão tênue, tão tênue, mas tão tênue que nem dava para soltar com aquele fio uma pandorga.
Constatação IV
O clima em Curitiba está na base do compadrio. Explica-se: O verão visita o inverno. E o inverno retribui durante os dias de verão. Cada um deles leva junto o outono; da primavera quase sempre esquecem. E haja saúde...
Constatação V
Esse negócio de circo abandonar os animais, como vem acontecendo cada vez com maior freqüência, induz que se reivindique, a quem de direito, que se tomem medidas proibindo, em todo o mundo, a filhadapu...ce de apresentar números artísticos que mostrem nossos “irmãos”, dito irracionais, onde se pretende ressaltar também a coragem do domador. No entanto, para domar, submetendo os animais à vontade do domador, são usados métodos de tortura que já deveriam ter sido banidos da face da terra, ainda mais se levando em conta o inegável alcance científico e tecnológico da suposta racionalidade da Humanidade... Esta, por sua vez, através de muitos dos seus componentes, precisaria, de uma vez por todas, tomar algum tipo de vacina que a preservasse de ser fdp...
Constatação VI
Com relação à constatação anterior, também se enquadra nada laudatória para seus familiares para seus familiares os empresários que não investem em filtros antipoluentes, bacias de decantação para tratamento de águas contaminadas, etc., se igualando na nomenclatura, no epíteto, inclusive os banqueiros que não se importam que as pessoas envelheçam nas filas por não colocarem mais caixas e assim por diante. Tenho put...adamente dito, assino em baixo e, se preciso for, reconheço a firma em cartório.
Constatação VII
Rico comercializa na loja de grife; pobre, no brechó.
Constatação VIII (Aurelião)
Não se pode confundir lépido, no sentido de ligeiro, lesto, ágil com tépido no sentido de que tem pouco calor, morno, tíbio, até porque quem tem pressa não só come cru, mas também corre o risco de não deixar a comida cozinhar, assar, fritar e esquentar devidamente (pobre diz devidamente; rico, “comme il faut”).
Constatação IX
Rico vende no crediário; pobre compra à prestação.
Constatação X
A fim de não suscitar desavenças com a minha mulher e a minha sogra e a quem mais possa interessar, declaro que o exemplo que se encontra no Aurelião do significado da palavra “mulherengo” nada tem a ver com este assim chamado escriba. Lá está constando: “O Juca é muito mulherengo, demais. Doente por mulher”. (Nelson Rodrigues, 100 contos escolhidos, A vida como ela é, II, p. 49). Na verdade, já que falamos no assunto, sou, dentre tantas outras minhas inegáveis virtudes, apenas um grandessíssimo* admirador de sexo feminino. Apenas isso, nada mais que isso...
*Sou tão admirador que acho quatro esses no ‘grandessíssimo’ é muito pouco. Deveria ter, pelo menos, seis ou até mesmo oito.
Constatação XI
Deu na mídia, mais precisamente no site do Estadão, por Mariana Congo, do Economia & Negócios: “Enquanto são pressionados pelo governo para reduzir as taxas de juros, os bancos têm elevado suas tarifas. De janeiro para cá, as tarifas máximas cobradas pelos bancos públicos e privados pelos produtos e serviços mais comuns tiveram aumento de até 191% na pessoa física. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas será que a mãe dos banqueiros estão de acordo com o comportamento dos seus filhos? Elas será que não dizem: ‘Não foi para isso que eu eduquei assim meus filhos’. Vige!
Constatação XII (De diálogos conjugais).
-“Se eu morresse amanhã você casaria de novo?”
-“Não. Eu ficaria sozinho”.
-“Por me achar insubstituível?”
-“Não. Pelo medo de achar outra que também se pusesse a me pentelhar”.
-“Ah, bom, quer dizer, ah ruim, quer dizer...”
Constatação XIII
Deu na mídia: “Professor do ensino fundamental no país é um dos mais mal pagos no mundo”. Também deu na mídia: “Deputado e senador no país é um dos mais bem pagos no mundo”. Sem o costumeiro “data vênia”, mas enfaticamente, como diriam poucos dos nossos juristas, Rumorejando acha que deveria ser o contrário e que, consequentemente, o nosso país é insolúvel. Tenho lamentavelmente dito!!!
Constatação XIV
A globalização é a maneira macro de tirar proveito em gente pertencente ao mundo micro.
Constatação XV (De um pseudo-soneto)

                 Democracia?

Nos lugares onde grassa a endêmica fome
Onde não se come ou se come sopa de vento
E/ ou pastel de assobio sem que alguém tome
Uma providência para estancar esse tormento.

Políticos se locupletam com dinheiro alheio
Sem ligar com o que se passa ao seu redor
Pra se eleger mandam pessoas pra escanteio
Sem se preocupar se ocasionam alguma dor.

Dizer que ao morrerem receberão castigo divino
Já que a dos homens funciona precariamente
Soa como uma aleivosia, como algo cretino.

No capitalismo, a Lei da Selva continua a imperar
O socialismo, a utopia, não decolou tão-somente.
Será que a Humanidade não vai algo melhor criar?

Constatação XVI
Rico é adepto do pioneirismo; pobre, é cobaia.
Constatação XVII (De outro pseudo-soneto).

             Modéstia é modéstia

Do alto da sua sapiência, disse o obcecado:
Deveria haver Prêmio Nobel por desempenho
Sem dúvida para mim também seria outorgado
Pela minha abnegação, pelo meu empenho.

Pra mim, a escolha deveria ser por eleição direta
E não como foi no tempo da ditadura cá na terra.
E mesmo eu não sendo vidente, não sendo profeta
Sei das falcatruas, porém cabrito bom não berra.

Me refiro a premiar outras pessoas que não eu
Como soe acontecer em determinados países
Independente se o sujeito for crente ou ateu.

Injustiças há em todos os lugares, em toda parte
Algumas vezes, poucas, elas descambam em crises.
Eu fico na minha: Amar é mister que seja com arte.

Constatação XVIII
Rico tem versão própria; pobre, é mentiroso.
Constatação XIX
Com essa violência, com esses acidentes no trânsito, com esses latrocínios e tudo isso com tanta incidência a gente reforça a tese, muitas vezes contrária a nossa suposição, que a realidade é que nós não somos eternos. Vige!
Constatação XX (De mais um pseudo-soneto. Informo aos meus prezados leitores que para este Rumorejando dou por encerrado o escasso estoque).

                      “E não é preciso dar satisfações...”

Ela dizia que me amava, mas era descortês, ríspida para comigo
Igual ao meu chefe que era grosseiro, mas que dizia ser meu amigo
Comecei a duvidar na sinceridade deles e achei que estava em perigo
E que a intenção deles era se livrar de mim e me mandar prum jazigo.

Logo, logo me dei conta que a minha suspeita não eram infundada
Quando questionei a mulher ela ficou um tanto quanto atrapalhada.
Já o meu chefe parecia estar com medo de cair numa emboscada
Aí não tive dúvida, eu tava sendo traído, tava levando corneada.

O meu chefe só me dava tarefas para ocupar o meu tempo em demasia
E concomitantemente, alegando que ia visitar outro órgão, desaparecia
E somente retornava já no final do nosso expediente, lá pelo fim do dia.

Pedi para um parente, próximo, seguir, algumas tardes, a minha mulher
E recomendei: “Você trate de me informar imediatamente onde ela estiver”
Ele: “Teu chefe e tua mulher atendem uma creche. Não meta nisso a colher”.

Constatação XXI
Deu na mídia, mais precisamente no site do Estadão: “O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) chorou nesta quarta-feira, 10, na tribuna do Senado ao ler a carta em que Miruna Genoino, filha do ex-presidente do PT José Genoino, protesta pela condenação de seu pai e afirma que ele lutará até o fim pela defesa de sua inocência. Ex-deputado, Genoino foi condenado nesta terça por corrupção ativa pela maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal no processo do mensalão. Ele assinou empréstimo do Banco Rural utilizado para abastecer parte do esquema”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas será que o atual deputado José Genoino assinou o empréstimo do Banco Rural, achando que era para construir escolas, creches, hospitais e assim por diante? Quem souber a resposta, etc.
DÚVIDAS CRUCIAIS, VIA PSEUDO-HAICAIS.

Dúvida I

É ser muito polido
Pisar no rabo do cachorro e dizer:
“Puxa! Que rabo comprido”?

Dúvida II

É ser muito cordato
Aceitar qualquer ato
Como um simples fato ?

Dúvida III

É ser muito bem-educado
Deixar a dama passar na frente
E olhar o ‘panorama’ interessado ?

Dúvida IV

É preciso muita pertinácia,
Na esperança que baixem
Os preços na farmácia ?

Dúvida V

É muita lerdeza
Não se tocar que a data
Foi somada na despesa ?

Dúvida VI

É muito destaque
Andar por aí, no calor,
Com cartola e fraque ?

Dúvida VII

A promessa de democracia
Tem que ser como uma venda
À vista, já que não mais se fia ?

Dúvida VIII

Aí sim ele teve um “peripaque”
Quando o médico falou que ele
Jamais precisaria de prozac ?
Dúvida IX
Na gente,
Levar um fora será que é
Que nem dor de dente ?

Dúvida X

As dívidas renegociar
Dá muito
O que falar ?
Dúvida XI
Excesso de ministérios
Representa, como sempre,
Uma profusão de mistérios ?

Dúvida XII

E excesso de secretarias
Representa para os escolhidos
Motivo de muitas alegrias ?

Dúvida XIII

Juro do cheque especial
Chega a 163,9% ao ano e o
Banqueiro não acha anormal ?
Dúvida XIV
É broca
Ficar um ‘véio’
Coroca ?
Dúvida XV
Um grande trunfo
Do governo Dilma
Será o fim do chuncho ?
Dúvida XVI
É muita decadência
Ter problemas
Com a incontinência ?
Dúvida XVII
É muita intransigência
Não abrir mão de ser chamado
De Vossa Magnificência
(Ou de Vossa Excelência ?)
Dúvida XVIII
Somente desnudo,
Em frente ao espelho,
Que vê certa parte o barrigudo ?
Dúvida XIX
E o meu Paraná ?
Será que este ano vai,
De novo, me ‘assustá’ ?

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Não se pode confundir rugido com mugido, até porque, em condições normais de pressão e temperatura, quem solta rugido é o leão e quem solta mugido é a vaca. Isso absolutamente não impede que os humanos soltem rugido e mugido. Tudo depende do grau de importância que cada um se dá, do grau de delicadeza; da intensidade do pisão no seu calo e assim por diante. A recíproca, honestamente, eu confesso que não sei se é verdadeira ou não. Quem souber, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação II
Graças ao meu estro*
Que eu me tornei
Ambidestro
Quando
Te amei,
Te amassei,
Com carinho,
Não só na hora
Do bem-bom,
Mas também agora
Que toco sestro,**
Acompanhando
Um cavaquinho
E um violão.
*Estro ="2 entusiasmo artístico, riqueza de criação, gênio criador" (Houaiss)
**Sestro = Substantivo masculino.
1.Antigo instrumento egípcio de percussão, que consistia num pequeno arco metálico atravessado horizontalmente por pequenas hastes também de metal, as quais, agitadas por meio de um cabo, produziam som agudo e prolongado:
“Crótalos, búzios, tímpanos, badalos, / Sistros ressoam!” (Martins Fontes, Verão, p. 21.)
2.Espécie de marimba com lâminas metálicas.
3.Etnografia. Instrumento musical, usado na América do Sul, entre os índios cadiueus, constituído por uma forquilha entre cujas extremidades é esticada uma corda em que são enfiados discos que se entrechocam quando o instrumento é sacudido. (Aurélio).
Constatação III
Deu na mídia: "Diretoria do FMI sabe pouco de América Latina, não possui diplomacia para lidar com países latinos-americanos, nem sequer experiência para enfrentar as crises financeiras, diz o seu ex-diretor Claudio Loser". Nós, simples pobre mortais de Rumorejando, também sempre achamos, mas nunca ninguém nos prestou a mínima atenção. Talvez, agora. Talvez...
Constatação IV
Foi cavalheiresco,
O beijo ardente,
Romanesco,
Mas arrancou
Um dente
Que provocou
Na amante
Um ar dantesco,
Um mau semblante,
Grotesco,
Agoniado
Que a deixou
Desconsolada
Tão somente.
Coitado!
Coitada !
Constatação V
Deu na mídia: “Mesmo com o elevado superávit primário registrado nos últimos anos, a dívida líquida do setor público vem crescendo correspondente a mais de 50% do Produto Interno Bruto (PIB). Data vênia, como diriam nossos juristas, este assim chamado escriba acha que a dívida, baixando ou não, é impagável. Tenho dito!
Constatação VI
O dólar vem caindo
E eu não sei
E também
A ninguém
Perguntei,
fazendo bulha,
Ou quieto,
Se existe alguma relação
Com inflação
Ou exportação,
Mas o correto
É que o meu dinheiro
Está sumindo
Que nem agulha
No palheiro.
Constatação VII
Tive que fazer estágio
No seu empedrado coração,
Pagando um alto pedágio,
Pois não houve outra opção.
Constatação VIII
Não se pode confundir (de novo, pô ?) jacta com jaca, muito embora quem se jacta de comer uma jaca, daquelas de 10 quilos, sozinho, numa vez só, está correndo o risco de
não poder se jactar nunca mais na sua vida. Idem, idem se a dita cuja cair na sua cabeça. Quanto à recíproca, deixa pra lá.
Constatação IX
Quem deixou de assistir o projeto "O samba e sua nobreza", em que se apresentaram em Curitiba e Florianópolis, os grandes nomes de Velha Guarda da Portela, da Mangueira e de outros tantos nomes lembrados e cantados como Noel Rosa, Carlos Cachaça, Nelson Sargento, Ataulfo Alves, apenas para citar alguns poucos, não sabe nada de nada. Tenho dito!
Constatação X
Deu na Folha de São Paulo: “O PT e o PMDB fizeram um acordo para encerrar a CPI do Cachoeira sem levar à frente investigações que poderiam elucidar o envolvimento de políticos no esquema do empresário Carlinhos Cachoeira”. Comentário de Rumorejando: VIGE!
Constatação XI
Assim como está na hora de eliminar a reversão à esquerda, também está na hora de dar um jeito na irregularidade das calçadas, em Curitiba. Novamente, tenho, agora com tropeções, dito!
Constatação XII
Deu na mídia, mais precisamente no site do Estadão: “Banco Central reduz a 1,6% crescimento do PIB em 2012. Estimativa se aproxima do patamar de 1,5%, que já foi considerado ‘uma piada’ pelo ministro da Fazenda; BC também aumentou projeção de inflação de 4,7% para 5,2%”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando tem receio que até o fim de ano o PIB poderá passar a um número negativo e a inflação atinja um patamar de dois dígitos. Vige!
Constatação XIII
Deu na mídia, mais precisamente no Estadão um vídeo com Leandro Modé: “Governo acerta ao pedir mais clareza dos bancos na cobrança de tarifas. Mas é preciso cuidado com a saúde das instituições”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que as taxas, juros que os bancos cobram já são mais que suficientes para cuidar da saúde das instituições. Quanto à saúde dos correntistas com relação ao que pagam às referidas instituições o senhor Leandro Modé ainda não se pronunciou. Cáspite!
Constatação XIV (De um pseudo-soneto).

     Tragédia pessoal e financeira

Ela deixou meu coração em frangalho
Dos demais pobres órgãos eu nem falo,
Eu não reclamo, eu silencio, eu me calo.
No entanto, eles me deram muito trabalho.

Isso sem comentar, relatar da dívida imensa
Feitas com cartão na nossa conta conjunta
E não recebi resposta a minha pergunta
Por que gastar tanto e não era uma prensa.

O questionamento foi feito em tom natural
Não revelando raiva, angústia ou decepção
Entretanto me causou um distúrbio duodenal.

No fim, tive que recorrer a médicos especialistas
Cujo preço da consulta também era uma aberração
Chegando aos montantes que cobram os analistas...

Constatação XV
Não se pode confundir insolvente com insolente, muito embora, depois do emprestador tentar cobrar uma já antiga dívida, o insolvente reagiu acusando o credor de insolente. A recíproca não é verdadeira, pois há insolente que paga em dia seus débitos, mas poderá vir a ser no caso que o cobrador seja insolente por natureza.
Constatação XVI
E não se pode confundir pústula com postula, muito embora o que se tem visto de candidato pústula que postula um cargo nas eleições, não está escrito em lugar algum. E pior, mormente, quando se vê que assim chamada justiça eleitoral e outras jogando para o eleitor a decisão de votar em “ficha limpa”, que – normalmente sem condições de saber quem o é – não toma providências, mesmo para os casos flagrantes, em impedir que o pústula possa se candidatar. E isso com a propaganda, na televisão, instando que não se deixe de votar e que não se vote em quem tem ‘ficha suja’. Conclusão: Em certos países sempre quando se aprova uma lei se deixa brecha, ou brechas, para que ela possa ser contestada, refutada, malversada e outras ‘ada’ aéticas e imorais. Vige!
Constatação XVII
E, ainda, não se pode confundir sanha* com senha, muito embora quem, em determinadas ocasiões, esquece a sua senha fica com sanha de si mesmo.  
Sanha = substantivo feminino
1 rancor, fúria, ira, desejo de vingança
2 vontade incontrolável (Houaiss).
Constatação XVIII
Rico tem, às vezes, um lapso; pobre, sempre esquece.
Constatação XIX
De repente, não mais que de repente a gente se dá conta a existência de juízes e desembargadores que sua – deles – conduta ilibada é que nem o socialismo: pura utopia...
Constatação XX
Em certos países e, particularmente, no nosso há certo tipo de eleitores: aqueles que votam no menos pior; aqueles outros que votam pensando no quanto pior melhor; aqueles que ainda acreditam em promessas; aqueles que simplesmente anulam o voto; aqueles que anulam o voto,  votando em animais como foi o caso, no passado, do rinoceronte Cacareco e aqueles que votam por votar, mormente para não ter problemas com o Tribunal Eleitoral. Porém a um detalhe comum a todos. Quaisquer que sejam os resultados estarão todos fod, digo, ferrados, salvo àqueles que conseguirão um cargo, carguinho ou cargão. Vige!
Constatação XXI
E como filosofava o obcecado: “Cada sessenta segundos que você passa mal-humorado, angustiado ou mal, é um minuto de alegria que não voltará. A mesma coisa acontece com um evento do bem-bom: Cada um que for adiado estará perdido para sempre”.
Constatação XXII
Depois que houve empate entre candidatos a prefeito da minha Balsa Nova e o cargo é dado para o candidato mais velho, este assim chamado escriba acha que, além do atendimento prioritário nos bancos para, dentre outros, os de idade provecta encontraram mais uma ínfima, escassa e irrisória vantagem...
Constatação XXIII (Quadrinha para ser recitada por quem assim o desejar um tanto quanto confusa).
Resolver uma equação do segundo grau de cabeça
Não é para qualquer cidadão e simples mortal
Mas se você conseguir que isso ocorra, aconteça
Terá que saber bem a tabua de logaritmo decimal.
DÚVIDAS CRUCIAIS VIA PSEUDO HAICAIS
 
Dúvida I
O bemol e o sustenido
Daquele músico
Parecia mais um balido ?
Dúvida II
De tão esquálido
Não deu para ver
Como ele estava pálido ?
Dúvida III
É muita sisudez
Não responder a uma
Pergunta em Javanês ?
Dúvida IV
É muita insinuação
Ficar enaltecendo,
Todo tempo, o bem-bom ?
Dúvida V
Só o comprimido
Pra pressão alta e sogra
É que baixa a libido ?
Dúvida VI
Você também acha
Que, agora, o Brasil
Não vai e não racha ?
Dúvida VII
É uma decisão política
Ela me lançar: “Afinal,
Você vai ou fica” ?
Dúvida VIII
Quem colhe uma rosa
No jardim do seu coração
Fica todo prosa “?
Dúvida IX
É um grande pleito
Querer levá-la
Para o leito ?
Dúvida X
Fizeram um carnaval
Quando a 9ª de Beethoven
Virou Patrimônio Mundial ?
Dúvida XI
É muita leviandade
Surrar o meu Paraná
Sem dó nem piedade ?
Dúvida XIIDiante de tantas pagas
Restaram no inferno,
Pouquíssimas vagas ?
Dúvida XIII
Da invicta, foi o atrevido
Que arrancou um beijo
Com um baita estalido ?
Dúvida XIV
Foi o fandango
Que disse para a milonga
Vamos dançar um tango ?
Dúvida XV
Aí, disse a milonga:
Tango eu não sei dançar
Mas você não dança conga ?
Dúvida XVI
Não seja tongo
Você não acha conga
É só para mocorongo ?
Dúvida XVII
Se não houvesse o indefectível segundo turno
Você ficaria mais jubiloso, exultante, alegre
E, consequentemente, não ficaria tão soturno ?
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br