quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Rico, toma ilex paraguariensis, mais conhecido como erva-mate, fazendo um chimarrão em cuia trabalhada em prata e, igualmente, em bomba idem; pobre, toma chimarrão em copo, daquele de massa de tomate ou de requeijão cremoso.
Constatação II
A Rádio e-Paraná, anteriormente chamada Rádio Educativa ressuscitou a programação de música clássica que, no governo anterior – como se fosse um trambolho –, havia empurrado para bem tarde, mais precisamente para o horário de dez horas da noite e, nem sempre, tocava o “clássico mais popular” para os simples mortais que não entendem de música, como é o caso deste assim chamado escriba, que apenas se limita ao gostei ou não. Pena que Rumorejando teve de esperar oito longos anos para voltar a ouvir música de primeira linha de qualquer estilo...
Constatação III
Quando o obcecado convencido leu na mídia que uma empresa americana patenteou chiclete de Viagra, fez um muxoxo, cuspiu para o lado e, do alto da sua auto-suficiência, proferiu a seguinte sentença: “Eu já não tolerava ver os jovens mascando chiclete; tampouco os idosos, sem dente, dando a impressão que estavam mascando o dito, mas, agora, vai ser dose ver tanta gente ruminando qual vaca. Ainda bem que eu estou isento desses artificiais misteres. Valha-me Santo Antônio, o casamenteiro, que, provavelmente, vai ter um trabalhão danado”.
Constatação IV
Querendo,
Pretendendo,
Mostrar
Pra mina,
Que pesava
Pouco
Menos de cem,
Mas ultrapassava
Noventa e nove
Quão
Forte
Ele era
E, também
Louco
De “love”,
A fera
Não deu
Sorte
E quase feneceu:
Ao tentar
Levantar
A menina
Nos braços
Que azar!
Já nos primeiros
Passos,
Estourou
A região
Lombar
Além
Duma distonia
Muscular,
Uma afagia,
Com falta de ar,
E uma taquicardia
Quase uma cardiopatia.
O pamonha
– Que vergonha! –
Ficou exangue
Ao constatar
O refluxo
Do sangue
Da cavidade
Cavernosa.
E de querer,
De pretender
Representar,
Na sua atitude,
Mocidade,
Juventude
E que estava
Bem.
Porém,
Tem
Mais:
O artista,
O amigo
Foi obrigado
A consultar
Um Acumpunturista
E tomar
Agulhada
Na bun, digo
Na cacunda.
Aí, acabou
O farol.
E ela,
Nada magrela,
Até então,
Toda dengosa,
Toda alegria,
Jubilosa,
Ansiosa
Quase desfaleceu
Ficou nervosa,
Teve um defluxo,
Uma alergia
E encharcou
O lençol,
O manto,
De tanto
Assoar
O nariz,
Molhado,
Pingado,
“Entorneirado”,
Jorrado,
Como jamais
Quis,
Tão
Desesperada
Ficou.
Coitada!
Coitado!
Constatação V
Aquela vez, quando o Brasil empatou com a Turquia e por isso foi desclassificado na Copa das Confederações, o técnico Parreira falou que foi, até então, o melhor jogo da seleção. Data vênia, como diriam nossos juristas, as palavras do então técnico lembram a história do médico que sai da sala de cirurgia e diz à família do operado: “a operação foi um sucesso, pena que o paciente morreu”.
Constatação VI
Ela vestiu um corselete negro e transparente
Mas assim mesmo ficou expondo sua obesidade
No entanto, o obcecado nem por um instante
Fez caso. Questão de obcecação e de ansiedade.
Constatação VII
Rico vigia; pobre, fiscaliza.
Constatação VIII (De diálogos conjugais, azedos. Vige!)
O marido está preparando um chimarrão na cozinha e a mulher o empurra para preparar o seu – dela – desjejum. Diz o marido:
-“Na minha terra se pede licença”.
Diz a mulher: -“E na minha se agradece a uma gentileza recebida”.
-“Isso, se, eventualmente, alguém da sua terra vencer a inércia para fazer uma gentileza”.
Constatação IX (De diálogos não necessariamente conjugais)
-“Por que você parou de me telefonar?”
-“Porque você não quer mais nada comigo”.
-“Mas a gente não pode ser apenas amigos?”
-“Você sabe que eu não acredito apenas em amizade, depois do que houve entre nós. Eu sempre vou querer ir com você para a cama”.
-“Para quê?”
-“Para a gente continuar brincando de marido e mulher”.
-“E por que você não brinca com a tua própria mulher?
-”Porque ela se esqueceu de como a gente brinca”.
-“Ah bom, quer dizer, ah ruim, quer dizer...”
Constatação X (De um pseudo-soneto).

             Cultura geral

Depois que se separou da mulher
Virou um arremedo de pessoa
Sem motivo algum, sequer,
Se punha a chorar à-toa.

Na verdade, não porque a amasse
É que ela, riquíssima, o sustentava
Ele vivia num ócio com seu repasse
Que cobria seus jogos que tanto amava.

Era pôquer, cacheta, pife-pafe e outros mais
E os ‘amigos’ cochichavam que ele era um pato,
Pois ele jogava mal; só perdia; não ganhava jamais.

Quaisquer jogos que se jogue têm a sua ciência
Incluso o truco e isso é um irrefutável fato.
Quem falou foi um catedrático de muita proficiência.
Constatação XI
Deu na mídia mais precisamente no Estadão: “Cientistas estudam cérebro de médiuns brasileiros durante transe”. Data vênia, como dizem nossos juristas, mas será que não daria para estender o estudo para os titulares do governo que não providenciam condições para o funcionamento de itens como Saúde e Educação? Quem souber se dá ou não, por favor, comentar no blog. Obrigado.
Constatação XII (De uma dúvida crucial).
Se Deus cuida do céu e o Diabo do inferno quem cuida do purgatório? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XIII
Deu na mídia, mais precisamente no site do Estadão: “Um ‘fast food’ em cada esquina: McDonald’s, Bob’s, Subway e Burger King inauguram o maior número de lojas da última década em busca de espaço no mercado brasileiro”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que tal faz parte de um complô para prejudicar o povo brasileiro, através das enfermidades, originárias principalmente da obesidade. Vige!
Constatação XIV
Deu também na mídia, mais precisamente no site da Globo: “Ronaldo mostra gingado e balança até bumbum em aula de dança com bailarinas do Faustão”. Taí uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade. Vige!
Constatação XV (Data vênia, é claro).
Depois de muitos anos do casamento e/ou vida em comum na eventualidade de resolverem se separar, mais ou menos é isso que acontece: Casal rico tem separação judicial; casal classe média alta tem relacionamento morno; casal classe média, média tem coexistência pacífica; casal classe média pobre e casal pobre têm separação e ta acabado.
Constatação XVI (De diálogos entre amantes).
-“Por que você não corta o cabelo e não tira ou, pelo menos, apara essa barba? Você ficaria com cara de bem mais jovem, uns vinte e cinco anos, menos”.
-“Isso não devolveria a minha idade cronológica e o ônus que ela representa com todos os malefícios que a acompanha. Além disso, o cabelo e a barba longos servem para que meus credores não me reconheçam”.
-“Ah bom, quer dizer, ah ruim, quer dizer, ah bom, mesmo”...
Constatação XVII (Quadrinha para ser recitada em Brasília para os deputados e senadores).
Legislar em seu próprio benefício
É coisa de malfeitor, de bandido.
E não há vergonha desse desperdício
Do dinheiro da nação despendido?
Constatação XVIII
A sua auto-estima não só melhorava quando ela recebia elogios, mas também quando ela se auto-acarinhava; se auto-acariciava; se auto bolinava. Vige!
Constatação XIX (De uma dúvida crucial. Vige!)
Será que os estados brasileiros estão em uma disputa para ver qual é o mais violento no Brasil? Quem mata mais? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XX
Deu na mídia, mais precisamente no Estadão: “Fiona Apple anuncia cancelamento de sua turnê pela América Latina por causa de sua cachorra. A informação está em uma carta publicada no Facebook da cantora, em que revela que sua pitbull, Janet, de 13 anos de idade, sofre da Doença de Addison, e está com os dias contados”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando gostaria de conhecer esta cantora. Mais pelo fato de amar a sua cachorra.
Constatação XXI
Também deu na mídia, no Estadão: “BRASÍLIA – O plenário do Senado aprovou na tarde desta terça-feira um projeto que livra os senadores da obrigação de pagarem o Imposto de Renda (IR) não recolhido sobre os salários extras. A proposta confirma um ato da Mesa Diretora de setembro no qual a Casa decidiu custear o imposto devido pelos parlamentares sobre o décimo quarto e décimo quinto salários que receberam entre os anos de 2007 e 2011. Nenhum senador manifestou-se em plenário no momento da votação, que durou cerca de um minuto e foi conduzida pelo presidente do Senado, José Sarney”.
Vige! Esses caras não têm vergonha na cara. Como e que eles não vomitam ao se olharem num espelho?
DÚVIDAS CRUCIAIS, VIA PSEUDO-HAICAIS.
Dúvida I
É muito bombástica
A notícia de que a calcinha
Não será mais elástica?
Dúvida II
É muito destaque
Solar Mozart
No atabaque?
Dúvida III
É ser muito precavido,
Diante dum assalto, ficar
Em posição de sentido?
Dúvida IV
É muita bondade,
Com o chapéu alheio,
Fazer caridade?
Dúvida V
É falta de humanidade
Surrar o meu Paraná
Sem dó nem piedade?
Dúvida VI
É muito ressábio
Não saber se beija
Na língua ou no lábio?
Dúvida VII
Ela ficou lívida
Quando cobraram que
Promessa é dívida?
Dúvida VIII
O dissídio coletivo
É que mantém o
Grevista vivo?
Dúvida IX
Resulta em nada
Levar uma vida
Totalmente apagada?
Dúvida X
Quem espera
Sempre alcança
Castelos na ionosfera?
Dúvida XI
O limite da paciência
É retribuir grosseria
Com benevolência?
Dúvida XII
Havia só cobra no volante
Para dar a arrancada na
Corrida de pulga saltante?
Dúvida XIII
O homem branco não para de conluios,
Há 500 anos, com os governos de plantão
Para tomar as terras dos índios, dos tapuios?
Dúvida XIV
Se a pessoa se sente só, erma
É porque ela não tem o que fazer
E demonstra ser assaz palerma?
Dúvida XV
Será que vai dar para crer
Que US$ 22 milhões o Maluf
Vai realmente devolver?
Dúvida XVI
A sentença do STF sobre o mensalão,
Quando a presidente disse ao jornal ‘El País’
Que acata, ela não faz mais que sua obrigação?
Dúvida XVII
Quem é misantropo
Algum dia ou noite
Poderá ser filantropo?
Dúvida XVIII
Todo candidato que apoio
Não recebe do governo
Ele reage qual um aboio?
Dúvida XIX
Quem troca a especial ração
Do gato pelo do cão e vice-versa
Está, indubitavelmente, sem atenção?
Dúvida XX
Se o jogador de futebol de salão
O craque que desequilibra, o Falcão,
Se aposentar, como é que fica a seleção?

4 comentários:

Marina da Silva disse...

Juca,
Sobre a Constatação XIII eu acredito piamente que estamos sofrendo mais uma etapa de transferência de "indústria" suja para o Brasil, o BBB dos Bric's!
E o mais grave, se as industrias poluidoras detonou uma população localizada no sudeste (SP) da indústria fat food ninguém no território nacional está a salvo! É nóis...FAT e F*! Bj. Marina

Juca disse...

Felizmente eu tenho, pelo menos, um leitor, no caso uma leitora. Obrigado.

Kuzma disse...

Constatação V (Ah, esse nosso vernáculo).
Foi o quarteto de cordas, na quarta, que foi para o quarto ensaiar o quarto movimento das Quatro estações, de Vivaldi, cuja partitura estava escrita no quadro?

Que horas eram? Faltava um quarto para as quatro? Um ficou em pé: estava com dor nos quarto.Esse mesmo, depois andou uma quadra e comprou num açougue um quarto de cordeiro para comemorar seu quarto filho, já no quarto da maternidade.
Isso tudo porque era quarto crescente. Essa Lua.

Juca disse...

Kuzma, mano velho. Bem-vindo, mais uma vez, a sua tradicional colaboração aos rumorejos deste pobre e humilde escriba.
Shana Tova 2013.[]s Juca.