quarta-feira, 20 de março de 2013

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
E como dizia a filha para a mãe: “Eu não sei a razão porque você vive criticando o meu comportamento, me chamando a atenção com respeito aos meus namorados, me fazendo, a todo instante, reprimendas sobre a minha maneira de me vestir se é você mesma que vive repetindo que a maçã não cai longe da árvore, ou quem sai aos seus não degenera e que filha de peixe, peixinho é”.
Constatação II (Dos modernos e violentos tempos atuais).
Os adolescentes quando saem dizem para os pais: “Não sei a que horas eu vou voltar”. Os demais dizem para os cônjuges: “Não sei se vou voltar”. E viva a Segurança!
Constatação III
Aviso aos que me mandam certos tipos de propaganda: Eu não estou interessado em aumentar o tamanho de qualquer órgão do meu corpo. Favor não insistir. A única coisa que me interessaria é melhorar a minha saúde, meu comportamento e, se possível, a minha escassa renda do INSS. Obrigado pela atenção.
Constatação IV
Aqui vai a minha homenagem à poetisa Helena Kolody ao transcrever, do seu livro Sinfonia da vida e que também constam no seu livro Ontem Agora. Este livro, ela dedicou à jornalista e escritora Regina Benitez, minha colega de escola primária. Lamentavelmente, as duas já falecidas. E a poesia, naturalmente, se referiu para alguém, para ela, Helena, muito especial.
        Nós (1966)
Fomos duas árvores castas.
Não misturamos as raízes.
Apenas enlaçamos
Os ramos
E sonhamos juntos.
Constatação V (E já que falamos no assunto).
Deu, certa vez, na mídia: “O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi assaltado na Avenida Rubem Berta, em São Paulo. Um motoqueiro abordou o carro onde estava o ministro e levou o seu relógio. Segundo seus assessores, o ministro Marco Aurélio está inconformado com o assalto”. Data vênia, como diriam nossos juristas, inclusive, naturalmente, ministros do STF, Rumorejando, com todo o respeito, acha assaz recomendável que ministros, ou simples mortais, irem se conformando com fatos desse jaez e ainda piores, tendo em vista já estarem, de há muito, incorporados ao cotidiano, sem que ninguém faça algo para, juntamente com a Educação e Saúde se voltar as suas necessidades de uma positiva interferência. Vige!
Constatação VI
Deu na mídia: “Cerca de 400 mil candidatos disputaram, no ano passado, cargos de prefeito e vereador em 5.567 municípios brasileiros. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que, se o voto não fosse obrigatório em nosso país, haveria mais candidatos do que eleitores...
Constatação VII (De uma dúvida assaz crucial).
É muita decrepitude,
Ou senectude,
Ter a insana atitude,
Que, aliás, não denota virtude,
Tal vicissitude,
Estar na plenitude
Dos anos da juventude,
E tratar, amiúde,
Da feitura do próprio ataúde,
Mesmo gozando boa saúde?
Constatação VIII
Rico defende, com paixão, seus pontos de vista; pobre, é teimoso.
Constatação IX
Não sei por que se fala tão mal do carnaval curitibano. Mas alguém se recorda de algum carnaval, na assim chamada cidade sorriso, que não tenha chovido e, eventualmente, acrescido do frio em pleno verão de fevereiro? Quem se recordar, nos últimos 200 anos, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação X
A pedofilia é ecumênica.
Constatação XI
O beijo
No rosto
Da leiteira
Tinha gosto
De queijo
Com macaxeira;
Já, nos lábios
Tinha o sabor
Doce da flor
Como os sábios,
Os grandes escritores
E os doutores
Do assunto,
No conjunto,
Escrevem
E descrevem
O doce amor.
Constatação XII
Rico faz grandes jogadas financeiras; pobre, é trambiqueiro.
Constatação XIII (De outra dúvida não tanto crucial)
Quem rouba um templo religioso é um sério candidato a um passaporte para o inferno sem precisar tirar, depois, na entrada, as impressões digitais? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XIV
Vai o caminhante
Pela estrada afora.
Em nenhum instante
Pensa que alguém
Pode ter dito amém
Quando ele foi embora.
Constatação XV (De nova dúvida crucial).
Fazer pirueta
Para conseguir
Uma nota preta
Sem anuir
Com mutreta
E sem agir
Como proxeneta
Poderá advir
Somente de gorjeta?
Constatação XVI
Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que o Brasil precisa achar pelo menos três meio-campistas para a Copa do Mundo de 2014. Ronaldinho Gaúcho, Kaká e Ganso, até hoje, não mais apresentaram o futebol que se espera deles ou quando apresentam não há regularidade na seqüência das partidas. E, ainda, deve-se levar em conta que a seleção brasileira, quando foi campeã, tinha mais de um jogador que desequilibrava tipo Pelé, Garrincha. Por ora, temos o menino Neymar que, ultimamente, não tem repetido suas grandes atuações. Afora ele, talvez Lucas. Tenho, como mais um técnico da seleção brasileira, dentre centena de milhões, dito.
Constatação XVII (Teoria da Relatividade para principiantes = Ah, esse nosso vernáculo).
É muito melhor cantar vitória antes do tempo do que contar derrota depois.
Constatação XVIII
As pessoas estão assistindo, não mais passiva e continuadamente, o que vem acontecendo nos Três Poderes da República, mormente no Executivo e no Legislativo. A mídia tem publicado sistematicamente casos de falcatruas, nepotismo, lavagem de dinheiro, favorecer com o dinheiro público familiares, corporativismo, impunidade e por aí afora. Senão, vejamos:

Estadão: “Renan Calheiros (PMDB-AL) e sua família injetaram R$ 300 mil em dinheiro vivo em uma empresa imobiliária que funcionou por cerca de um ano. O parlamentar, eleito presidente do Senado em fevereiro prometendo total transparência em sua gestão, não quis comentar a operação. Na crise em 2007, relatório do Conselho de Ética, com base nas declarações de Imposto de Renda e laudos da Polícia Federal, atestava a incompatibilidade da evolução patrimonial do senador e indícios de patrimônio descoberto.

Estadão: “Apesar das denúncias que levaram à abertura de investigação pelo Ministério Público Federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) foi eleito o novo presidente da Câmara dos Deputados, em votação secreta (O grifo é de Rumorejando que questiona “secreta”. Cadê a tão apregoada prometida transparência?) e vai presidir a Casa no biênio 2013-2014. O presidente da Câmara é o segundo na linha sucessória da Presidência da República, atrás apenas do vice-presidente. Assim como o recém-eleito presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), Alves tem sido alvo de várias denúncias de irregularidades, às quais ele atribuiu ao "jogo pré-eleitoral". Ele deve ser julgado no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, sob a acusação de improbidade administrativa”.

Estadão: “Recém-eleito para presidir a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, o pastor Marco Feliciano (PSC-SC) já é alvo de um manifesto pela sua destituição com 280 mil apoiadores. A mobilização do grupo tem o objetivo de fazer com que o pastor abandone a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara Federal". "É uma falta de nexo ver uma pessoa como Marco Feliciano no poder de uma comissão de direitos humanos, negando amparo às minorias e demonstrando publicamente ser homofóbico, racista e preconceituoso de forma geral, comentou uma jovem apoiadora da destituição, baseada em provas existentes da sua – dele – conduta.

Google: Paulo Salim Maluf. “Político é acusado de corrupção passiva, tentativas de intimidação de testemunhas, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, peculato (desvio ou apropriação de dinheiro público) e sonegação fiscal. O Ministério Público ajuizou recentemente uma ação civil pública contra Paulo Maluf e familiares, par que devolvam, à São Paulo mais de R$ 300 milhões. Tal teria sido remetido ilegalmente por Maluf ao exterior e usado para compras de ações da Eucatex, após indícios de superfaturamentos em obras públicas”.

Como os nossos prezados leitores podem constatar não se pode falar em falta de coerência dos nossos representantes, os nossos pais da pátria, em princípio, democraticamente eleitos pelos seus pares e pelo assim chamado povo. Vige!
Constatação XIX
Não se pode confundir aclamar com acalmar, muito embora quem se aglomerava na Praça de São Pedro, no Vaticano e, embora já tivesse saído a fumaça branca, não conseguia se acalmar enquanto não saiu o nome do escolhido a fim de poder aclamar Sua Santidade.
A recíproca pode ou não ser verdadeira. Aliás essa assertiva é assaz esclarecedora...

DÚVIDAS CRUCIAIS, VIA PSEUDO-HAICAIS.
Dúvida I
Toda briga
Conjugal sempre
Acaba em fadiga?
Dúvida II
Ou até pode acontecer
Que os litigantes acabem
Na cama pra espairecer?
Dúvida III
“Pra que decorar a tabuada”,
Foi o que disse o Bil Gates,
“Se nunca me serviu pra nada”?
Dúvida IV
A Olimpíada do Rio de Janeiro
Se for ganha pelo Brasil
Vai te deixar altaneiro?
Dúvida V
Nos tempos atuais
Ser dono de cartório de
Protestos é bom demais?
Dúvida VI
O governo não deve esquecer
Que pega mal não criar empregos,
Mas, apenas, prometer?
Dúvida VII
Emagrecer, comendo.
Pra acreditar,
Só vendo?
Dúvida VIII
Será que foi o derradeiro, o extremo, o último
O caso do Sr. Waldomiro Diniz com um bicheiro
Ou foi o antepenúltimo do antepenúltimo?
Dúvida IX (E já que falamos no assunto...)
‘Morder’ um bicheiro
É sinal que o cara tem
Vocação para meeiro?
Dúvida X
“Com atenção, escute-o”,
Ela costuma recomendar,
“Quando falar o cara de glúteo”?
Dúvida XI
É o caçula que não mais atura
Essa mal contada história
Dos direitos da progenitura?
Dúvida XII
Será que o torneio da morte,
Pra ver quem vai pra segundona,
Não depende da indelével sorte?
Dúvida XIII
As referências bancárias
E comerciais dum cadastro
Não têm um ar de mortuárias?
Dúvida XIV
Depois do último carnaval
Será que o país já voltou
Ao seu ritmo normal?
Dúvida XV
Mas, afinal,
O que quer dizer
Ritmo normal?
Dúvida XVI
Devem-se louvar certas atitudes
De quem, apenas, apregoa,
A excelência das virtudes?
Dúvida XVII
Representantes do povo,
Mantendo trabalho
Escravo. De novo?
Dúvida XVIII
Se o seu computador só recebe propaganda
É sinal que a economia por essa banda
Está meio parada e com dificuldade anda?

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
Site: www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: