quarta-feira, 16 de abril de 2014

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Você com essa lindura
E com outros que tais
Faz ressaltar ainda mais
A minha “ataviada” feiura.
Constatação II
Se o deputado federal André Vargas deve ou não renunciar é de interesse dos candidatos à próxima eleição, mormente os do Partido dos Trabalhadores (sic). Afora isso, a sua atitude, seja ela qual for, é de transcendental importância para o futuro da Humanidade. Isso sem falar do aspecto ético, legal e moral. Vige!
Constatação III
A ternura,
Demonstrada,
Revelada
Por um candidato,
Ao abraçar
E beijar
Uma criança,
Na época de eleição,
É uma destemperança,
Uma defraudação,
Uma impostura.
Mas tem “pato”
Que teima em acreditar
Na sinceridade
Dessa demonstração
De afetividade.
Constatação IV
Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: “Valesca Popozuda não está mais contente com o tamanho avantajado do seu bumbum. Nos bastidores, o que se comenta é que a loura já está disposta a diminuir ou retirar as próteses de silicone. Valesca tem 550 ml em cada nádega”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando ficou muito feliz com a notícia por esta ser de transcendental importância para o futuro da Humanidade...
Constatação V
Rumorejando, no dia 30 de março, próximo passado publicou a seguinte constatação: “Rumorejando nunca entendeu qual a razão que as manifestações racistas contra os afrodescendentes nunca foram punidas com a Lei Afonso Arinos, prendendo o infrator ou infratores nas torcidas de futebol. E tampouco entendeu a razão que a punição vai para o time ao qual o torcedor faz parte que, não tem culpa alguma se o torcedor é um débil mental, ou um imbecil, ou um marginal. As punições ao time são também se um torcedor atira algo no campo. Se alguém puder me explicar o porquê que é o time que é punido, por favor, comentários no blog. Obrigado”.
Agora que dois torcedores do Paraná ofenderam um jogador que foi expulso de campo o time está ameaçado pelo STJD de punições severas. Não é por ser torcedor do Paraná que Rumorejando publicou em 30 de março, data bem anterior a atitude ignóbil dos dois torcedores, é por ser válido e surpreendente que não se aplica a mencionada Lei Afonso Arinos nos torcedores, pondo-os em prisão. Será que a CBF não se dá conta de que os times não são culpados pelo comportamento de torcedores?
Constatação VI
Não se pode confundir aliado com aliviado, até porque ninguém fica aliviado se, por exemplo, um aliado, seja lá do que for, seja submetido a uma prisão, a um castigo e naturalmente se ela, em quaisquer circunstâncias, for considerada injusta.
Constatação VII
Por falta de opção,
No Dia do Beijo,
Beijei a própria mão.
Constatação VIII (De um pseudo-soneto).

De filantropias,
Ainda que trágicas.

Para apimentar
A nossa insossa relação
Até um mero roupão
Ela deixou de usar.

Aí piorou sobremaneira a situação:
Seus provectos noventa e dois anos
Me exigiram esforços sobre-humanos
E não foram indispensáveis e boa solução.

Para não criar constrangimento
E não pifar em nenhum momento,
O remédio, a solução foi apagar a luz.

Me sacrifiquei e por falta de melhor opção
Para não ser um cara de criar nela decepção
Fui obrigado a tomar cachaça com mentruz.

Constatação IX
Não se pode confundir agrega com a grega, não só porque foneticamente o primeiro é com e aberto e o segundo com e fechado, mas porque não tem nada a ver. Mas, por outro lado (qual lado?), nada impede que a grega, uma professora, por exemplo, no seu país ensine cultura aos seus alunos. Isso agrega conhecimento, coisa que, em certos países, o ensino está relegado a um plano secundário, se não terciário ou quaternário. E a televisão não agrega bons exemplos para a grega, para a brasileira, para até a conchinchinesa população. Para ninguém, enfim. A recíproca, para esses casos helênico-educativos, ou não, até pode ser verdadeira. Dependem das prioridades dos dirigentes das nações, donos de estações de televisão, pesquisa de opinião pública, patrocinadores, etc.
Constatação X
Deu, certa vez, na mídia de autoria de Ricardo Brandt: “Tucanos preparam plano para seduzir mais pobres”. “Intenção do PSDB é popularizar discurso, aumentar militância e divulgar seus programas sociais, de olho nos setores que hoje dão apoio a Lula”. “O PSDB quer deixar para trás o estigma de partido das elites”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que, quaisquer partidos, em qualquer lugar, para seduzir quem quer que seja é só fazer um bom e sério governo. Quem souber aonde isso é possível, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XI
Com o craque,
Dialoga
Vestido, o cartola,
De fraque.
Constatação XII (Teoria da Relatividade para principiantes).
Mais vale ser campeão na primeirona do que último colocado na segundona.
Constatação XIII
Não se pode confundir Bossa Nova com Balsa Nova – sendo que essa simpática cidade, onde este assim chamado escriba morou, quando ainda era distrito da não menos da simpática Campo Largo, já se chamou João Eugenio –, muito embora nada impeça que os moradores de Balsa Nova sejam adeptos da Bossa Nova. A recíproca, se não é, deveria ser verdadeira, pois sendo adepto ou não da Bossa Nova, dificilmente alguém resiste aos encantos deste pequeno grande município.
Constatação XIV
O obcecado,
Safardana*,
Contador de lorota,
Convencido,
Metido
A janota,
A bacana
Petulante,
Pedante,
Fugiu,
Chispando,
Se quebrando
Do motel.
Da cama
Com dossel.
A mulher,
Despistando
Que estava exasperada
Decepcionada,
Desapontada,
Saiu
Com o conhecido,
Tão batido,
Assaz proclamado:
“Esquece.
Não esquenta,
Nem tenta
Novamente.
Isso acontece.
E é comum
Para qualquer
Um.
Basta ser vivente”.
Coitado!
Coitada!

*Safardana = n substantivo masculino.
Indivíduo sem escrúpulos; safado, canalha, pulha (Houaiss).
Constatação XV (De uma quadrinha para ser recitada alhures).
Votar em qualquer um, a esmo
Nos chamados representantes do povo
“Por serem todos iguais, mesmo”
É pedir para se ferrar de novo.
Constatação XVI (De uma quadrinha para ser recitada em nosso sofrido país).
A eleição tá chegando depressa
E os candidatos se preparando
Para dizer mentira e promessa
Com muito trouxa acreditando.
Constatação XVII (De uma quadrinha para ser recitada durante o Campeonato do Mundo).
Se eu torcer para o time brasileiro
E o Brasil levantar o campeonato
Por um lado me sentirei altaneiro
Por outro, ajudará todo candidato.
Constatação XVIII (Quadrinha para ser recitada nas proximidades do Congresso).
Respeitosos senhores congressistas
Que ocupam raras vezes a tribuna
Enquanto somos reles malabaristas
V. Excias amealham uma fortuna.
Constatação XIX (Via pseudo-haicai).
Comeu um “Jesus me chama”
Ali no boteco da esquina.
Quando arrotou, saiu uma flama.

RICOS & POBRES
Constatação I
Rico coopta; classe média faz apostolado; pobre é convocado na marra.
Constatação II
Rico é movido pela paixão; pobre, por obrigação.
Constatação III
Rico é estratégico; pobre, é oportunista.
Constatação IV
Rico é voltado para altos investimentos; pobre, é trambiqueiro.
Constatação V
Rico investe para criar empregos; pobre, só pensa na sua – dele – aposentadoria.
Constatação VI
Rico tem libido; pobre, apelo da carne (carne?)
Constatação VII
Técnico rico treina time grande; técnico pobre treina o meu Paraná.
Constatação VIII
Rico é hematófago, pobre é sanguessuga.
Constatação IX
Rico tem opinião própria; pobre é turrão.
Constatação X
Rico alardeia; pobre, se exibe.

Coisas que precisam ser inventadas, com urgência urgentíssima.
-Deputados e senadores que não legislem em causa própria.
-Pessoas desconhecidas que não liguem, a cobrar ou não, na madrugada.
-Políticos que cumpram com a palavra empenhada durante a sua – deles – propaganda     
política.
-Países ricos que não façam reuniões para deliberarem inocuidades, na base do “deixa      tudo como está para ver como é que fica”, ou, em outras palavras, “os países pobres, com suas respectivas populações carentes, que se lixem”.
Gente séria, nos países, mormente os ricos, que imponham uma taxa sobre operações financeiras, como a sugerida pelo Prêmio Nobel de Economia, James Tobin.
Político quando flagrado em falcatruas não diga que está sendo atacado por um “massacre midiático”, ou coisas desse jaez.
-Países que não invadam outros países, não os colonizem, porque sim e tá acabado, sob       quaisquer
pretextos.                                                                         
-O sistema capitalista deixe de descambar para a selvajaria.
-A Belíndia (Os ricos que podem viver como na Bélgica + a pobreza, caracterizada pela grande maioria da população da Índia), epíteto criado pelo economista Edmar Bacha, deixe de existir, ao se referir ao Brasil, a fim de resgatar milhões de brasileiros que estão excluídos da dignidade humana, para incluí-los num processo de cidadania, através de uma correção, da distorção da riqueza, e que não seja substituída por outra do tipo Noríti (Noruega+Haíti).
-Líderes de partidos que não afirmem a deslavada mentira já sabida por todos que não pedem cargos para dar apoio ao governo e que os seus interesses são apenas para ajudar a nação.
-Líderes de governos federal, estadual e municipal que terminem as obras iniciadas por seus antecessores sejam de que partido forem, a fim de que o investimento já efetuado não seja perdido.
-Aparelhos de saúde que foram importados sejam imediatamente liberados e postos em uso, evidentemente para quem depende deles para auxiliar a cura de doenças.
-O ‘dá cá toma lá’, apenas para casos de resolução de problemas afetos à Educação, Saúde, Segurança, principalmente e para demais itens de infraestrutura, sem o benefício de empresas envolvidas para evitar, por exemplo, a compra de remédios pelo governo extremamente muito maior pelo custo do mercado.
-Destravamento da burocracia em todos os setores que impedem a formação de empresas.
-Fiscalização automática de bancos, cartões de crédito, empreiteiras, comunicação, eletricidade, saneamento básico, hospitais por comissões onde participem os Conselhos como de Medicina, Odontologia, Engenharia, Direito, Economia, da Sociedade Civil, enfim e assim por diante.

Site: www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: