quarta-feira, 2 de julho de 2014

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Deu na mídia: ‘Argentina fica à beira de calote depois de pedido negado'.
País requisitou aos EUA mais tempo para quitar dívida que soma, ao menos, US$ 500 milhões em juros Argentina, depois de anunciar que não pagaria a próxima parcela da sua – dela – dívida aos credores, mudou de ideia e efetuou, conforme a mídia publicou, “para evitar calote, US$ 832 milhões”. Ministro diz que depósitos foram feitos para permitir que o país mantenha 'diálogo' em 'boa-fé'. Com todo respeito que os nossos Hermanos merecem, mas Rumorejando acha – data vênia, é claro – que ela não fez mais que obrigação. Esse negócio de empurrar com a barriga uma dívida pode dar calo na dita cuja. Vige!
Constatação II
Com essa reação da natureza com relação à agressão que ela tem sido tratada, Rumorejando, que acredita em seres de outros mundos, os quais poderão ser afetados nos seus, torce para que eles intervenham cá na Terra para que a agressão cesse. Dessa maneira, os assim chamados terráqueos serão obrigados a entender que eles não podem fazer o que bem entenderem e consequente filhadapu...mente que eles não poderão mais ser os reis da cocada de quaisquer cores.
Constatação III
E como dizia aquele conquistador ao convidar as gatas para subirem no seu carro novo: Venha fazer companhia para este cavalheiro rodante, admirador de Dom Quixote de La Mancha, que se denominava o cavalheiro andante com o seu cavalo Rocinante e seu ajudante Sancho Pança.
Constatação IV
E como elucubrava o músico obcecado numa peroração altamente didática: “O carinho, às vezes, desemboca na carícia e esta na introdução da bolina, logo o carinho pode vir a ser o prelúdio da bolina e seus sublimes caprichos num sol maior”.
Constatação V
Quem tem Messi não precisa recorrer a... Messias (Perdão, leitores).
Constatação VI
ACORDA BRASIL!
Primeiro a Seleção.
Depois, sem ser asnil*
Toda população
Por último para a eleição.
*Asnil = n adjetivo
2. Derivação: sentido figurado.
Desprovido de inteligência; estúpido, asnático (Houaiss).
Constatação VII
Quando a gente corta o cabelo e apara a barba, os amigos dizem que a gente remoçou pelo menos 20 anos. Até aí, tudo bem. No entanto, cronologicamente a gente não muda. Inclusive naquilo que mais nos interessa...
Constatação VIII
Nos campeonatos regionais, eu torço pelo meu time, o Paraná.
Se houvesse um campeonato de seleções estaduais como havia no passado, eu torceria pelo meu estado, o Paraná.
Nos campeonatos sul-americanos, Pan Americano ou Mundial, eu torço pelo meu país, o Brasil.
Se houvesse um campeonato interplanetário, eu torceria pelos terráqueos.
Se houvesse um campeonato intergaláctico, eu torceria pela Via Láctea.
Se houvesse um campeonato de constelações, eu torceria por Sagitário.
Enquanto não se cria os três últimos campeonatos, eu vou torcendo – e sofrendo – pelo meu Paraná e pelo meu Brasil.
Constatação IX
Os críticos,
Face o comportamento,
A todo o momento,
Dos políticos
Só podem fazer
Um sombrio prognóstico,
Como diagnóstico,
De o nosso eterno sofrer...
Constatação X (De uma dúvida não necessariamente crucial).
A democracia
Só funciona
Para uma aristocracia
Espertalhona,
Mandona
Próxima à tirania?
Constatação XI (Para ser perguntado em programas do tipo perguntas e respostas, ou responda se puder, etc.).
Você também,
Com olhar analítico,
Sente um desdém
Por todo político?
Constatação XII (Teoria da relatividade para principiantes).
É muito melhor sofrer de transtorno obsessivo-compulsivo, que faz a pessoa querer colocar em certa ordem as coisas, como o caso doex-jogador David Beckham, da seleção inglesa e do Real Madrid, do que governar como se governa em nosso país. E já que falamos no assunto, quando se vê o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, falando mal do atual governo, não vem, na mesma hora, a máxima: “o roto tá falando mal do esfarrapado”?
Constatação XIII (De uma pergunta, em forma de quadrinha para ser recitada na rampa do Palácio do Planalto).
Excelentíssima senhora Presidente.
Se a senhora visse, de fora, o desempenho.
Do seu governo, a senhora ficaria contente
E conseguiria não franzir o cenho?
Constatação XIV (De diálogos conjugais, passíveis de mal-entendidos).
Disse a mulher: “Por que você deixou entrar a cachorra, se ela não havia ainda feito, lá fora, tudo o que ela deveria ter feito?”
Respondeu o marido: “Porque ela ficou me olhando e sacudindo o rabo e você sabe que eu não resisto a um rabo eloquente e expressivo”.
Constatação XV (Dúvida crucial. Colaboração do meu Amigo Bernardo C. Litzinger, meu veterano da Faculdade).
Patrimônio de político é latrimônio?
Constatação XVI
Deu certa vez na mídia: “Governo chileno anuncia compra de armamentos o que gerou preocupação entre seus vizinhos Peru e Bolívia”. O custo das aquisições ultrapassa a bagatela (o grifo é de Rumorejando) de 1,5 bilhão de dólares. Um comentarista político, que pediu para ficar no anonimato, fez a seguinte observação: “Os países colonialistas sempre adotaram a política de dividir para governar. Na América Latina, não foi diferente. Agora, não é mais preciso recorrer a tais expedientes. Os próprios países, através dos seus inócuos gastos, se encarregam de alimentar as convulsões sociais, se enfraquecendo, pelo desvio de recursos em investimentos produtivos para compra de armamentos. Subdesenvolvimento facilita a dependência econômica para os países ricos”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que o analista político esqueceu-se de dizer viva “nóis”, quer dizer, os governantes chilenos...
Constatação XVII (De uma dúvida crucial não só deste assim chamado escriba).
E quem não conseguiu voto algum, como é que explica? Cometários no blog.. Obrigado.
Constatação XVIII
Deu certa vez na mídia, mais precisamente no dia 05 de abril de 2006: “Envelhecimento da população freará crescimento econômico. Apesar da previsão, esse desaquecimento não chegará a debilitar os mercados financeiros”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que, por outro lado (qual lado?), o envelhecimento, mesmo não debilitando os mercados financeiros, debilitará as pessoas; que, em certos países, onde as prioridades são mensalões, previdência especial para deputados, independente de suas idades, e outros privilégios para muito poucos, refletirá na maioria dos aposentados do INSS. E é bom que se rememore: Viva “nóis”.
Constatação XIX
Ele ficou com o coração empedernido
Com o sobrolho franzido,
Com o semblante sofrido,
Com o amor-próprio ferido,
Na boca e na alma um gosto ardido,
Como se tivesse levado um pé-de-ouvido,
Chegou a ter pesadelo, o sono interrompido,
Amanhecendo com o corpo todo dolorido.
Não que ele não tivesse sido
Devidamente prevenido.
Também pudera!
Aturava a sogra, uma fera.
Uma bruxa, uma megera,
Que junto com a filha viera
E que o chamava de rastaquera,
De Imperador da paquera
Só porque, num dia de primavera,
Flagrou ele abraçando a Vera,
A vizinha de profusão de curvas nada austera.
A quem todo mundo se referia: “Ai, quem me dera!”
A sogra fez um pu, digo, baita alarido
Nada que lembrasse, nem parecido
Com um dó ou fá sustenido.
Xingou-o, na hora, de cafajeste, de bandido,
“Quero te ver preso, ou numa forca suspendido
Você ta pela família do belzebu possuído
E baixe já, imediatamente, da vizinha, o vestido
Seu hipócrita, seu mentiroso, seu fingido
Que vive elogiando o meu cozido
E dizendo que eu ainda sou um bom partido”.
Ele alegou que tudo aquilo não fazia sentido,
Que tudo não era mais que um mal-entendido
E que pela filha dela era muito querido
E que de outras mulheres sempre havia fugido
E que amava a mulher com quem havia casado
E que ele não merecia ver o sol quadrado,
Tampouco ser pela sogra do coração destratado,
Enxovalhado, vilipendiado, depreciado,
Tão injustamente atacado, detestado.
Coitado!
Constatação XX
Este assim chamado escriba tem ressaltado, atualmente, a qualidade das películas dos filmes de dois países: o nosso e o argentino. No entanto, o cinema brasileiro continua sem resolver o problema de som com todo o desenvolvimento da tecnologia. O problema já existia nas chanchadas da Atlântida, que Rumorejando considerava e considera, também, imperdíveis. Pena!
Constatação XXI
O pertinaz, o obcecado, internauta,
Por não conseguir convencer pra levar
A gata pro motel resolveu (re)formatar
O seu velho argumento, a batida pauta.
Constatação XXII
E como dizia aquele descorçoado eleitor: “Pizzas...Pizzas...Pizzas..., parodiando o mestre Dorival Caymmi, que na canção antológica, entre tantas, de sua autoria, “Das Rosas” quando diz “Rosas...Rosas...Rosas”.
Constatação XXIII
Segundo um analista político paulista, numa determinada época, com o resultado das eleições para deputado federal em São Paulo, quando certo candidato recebeu uma das maiores votações naquele estado, “correu-se o risco do deputado eleito se considerar o rei da cocada preta, digo, cor-de-rosa”...
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico é frenético; pobre, é atabalhoado.
Constatação II
Rico malha ou faz lipoaspiração para emagrecer; pobre não precisa.
Constatação III
Rico tem estratégia; pobre é golpista.
Constatação IV
Rico vai tentar a sorte em Las Vegas; pobre, vende rifa.
Constatação V
Rico assiste aos jogos da Copa numa tela gigante; pobre, assiste em preto e branco no televisor do vizinho.
Constatação VI
Estado rico assiste os jogos da Alemanha, Holanda, França e Argentina, este com Messi e tudo, ao vivo e em cores; estado pobre, assiste os jogos do Irã, Nigéria e Espanha.
Constatação VII
Rico assiste o jogo dos cobras; pobre, sofre assistindo os jogos do Brasil contra a Croácia, México, Camarões e Chile.
Constatação VIII
Rico desenvolve o cérebro com os estímulos da escola particular; pobre, nas escolas municipais e estaduais.
Constatação IX
Rico quando condenado por falcatrua recebe permissão para trabalhar fora da prisão; pobre, é atirado numa cela com capacidade limitada, no meio da companhia de duas ou três vezes de demais pessoas condenadas.
Constatação X
Rico participa de reuniões culturais; pobre, de reuniões, condenadas pela polícia e pela Justiça.

Site: www.rimasprimas.com.br

Nenhum comentário: