quarta-feira, 15 de abril de 2015

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Com o desempenho, em nosso país, de juízes e desembargadores que tem sido dado a ver, o Estado de Direito vai para a cucuia, para o beleléu e nós ficamos órfãos. Aí, só nos resta apelar para o bispo e/ou para as forças e leis do Além. Vige!
Constatação II (De uma dúvida crucialíssima).
Sob a ótica do obcecado e da própria famosa que aparece com roupa transparente, ela “mostra demais”, como apregoa o site da Globo? Não seria ainda de menos? Comentários no blog. Obrigado.
Constatação III
Sugestão á Globo: Ao invés de os BBB´s da vida porque não retornar os programas que a pessoa vai mostrando conhecimento por determinado assunto e, à medida que vai respondendo certo às perguntas, o valor do prêmio vai aumentando, Seria uma maneira de os telespectadores aprenderem algo interessante. Afinal, o que acontece debaixo dos edredons, também da vida, o brasileiro considera que não tem mais nada a aprender por ser catedrático no assunto (mesmo não sendo)...
Constatação IV
Os comentaristas esportivos não deveriam dizer que determinado jogador não fez nada durante toda a partida se ele conseguir ser expulso depois de receber dois cartões amarelos, ou um vermelho, por uma falta violenta.
Constatação V
Não se pode confundir decúbito, que o dicionário Aurélio dá, entre outros, como “posição de quem está deitado” com íncubo, que o mesmo dicionário dá como “que se deita sobre algo”, muito embora tanto uma como outra palavra se refira a posição de deitar. A diferença é que nem sempre quem está na posição de deitado pode estar sobre algo ou não...
Constatação VI
Inácio Martins, cidade encantadora que este assim chamado escriba teve oportunidade de conhecer quando trabalhava no Banco de Desenvolvimento do Paraná S.A. – BADEP é uma cidade que, através do BBB 15, entrou na mídia. Tem cerca de 10.000 habitantes, razão suficiente para se morar lá e também por seu encanto. Tenho dito!
Constatação VII (“Poesia” para ser recitada em Cumbica, Congonhas, Galeão, Santos Dumont, Afonso Penna, Salgado Filho, Confins e alhures...).
Chegou
Cansado,
Com dor,
Se sentindo um paspalho,
De uma viagem
Ao exterior.
Esteve, a trabalho,
Em Manilha,
Próximo a uma ilha
E no Laos,
Enfrentou,
Com enjoos,
O caos
Do aeroporto
A perda da bagagem
A suspensão dos voos.
Que tormento!
Que barra!
Que algazarra!
Quase apanhou
Por um triz,
De um truculento,
Da natureza, um aborto,
Quando reclamou
Que o fdp furou
A fila
E balbuciou:
“Nada se compara
Ao meu país”.
E, infeliz,
Extenuado,
Put, digo aporrinhado,
Esfalfado,
Desmaiou
Aí, despencou,
E no chão se esborrachou.
Coitado!
Constatação VIII (E já que falamos no assunto...)
Não se pode confundir greve com grave, muito embora a greve dos controladores de voo, de funcionários de hospitais, da polícia e tantos outros é muito grave, pois coloca em risco a vida de um sem-número de pessoas. A dos lixeiros também é o caos. A recíproca não é necessariamente verdadeira. Há muita greve por melhoria salarial, melhores condições de trabalho, etc. sem que coloque em risco a vida de pessoas, salvo a greve de fome e a de sexo, evidentemente.
Constatação IX
Há muito perdi a fé na Humanidade e não adiantou procurar na sessão de Achados e Perdidos...
Constatação X (De uma dúvida crucial).
Foi um simulacro,
Uma incoerência,
Um arremedo,
Um despautério,
Nada sacro,
O bruxedo,
A feitiçaria
A bruxaria
De mudar,
Cambiar
O critério
Para melhorar
A fisionomia,
A aparência,
Da Economia.
E a matéria,
De novo,
Da condição
De miséria
Do Zé-povo,
De alguém
Chamado povão,
Alguém me diria
Também
É magia?
Constatação XI
Quando,
Ele mal entrando,
Nem acabou
De chegar
No doce lar
Escutou,
À queima-roupa,
Da cara-metade,
Que a ninguém poupa,
Essa não boutade*,
Que o deixou
Aterrorizado:
“Quero, urgentemente,
Renovar
Meu guarda-roupa,
Tão-somente”.
Coitado!
*Boutade = “Tirada espirituosa ou engraçada” (Houaiss).
Constatação XII
A crise na economia não tem nada a ver com a divina comédia por não ser nem divina e nem comédia. Está mais para uma profana tragédia. E assim, em certos países, pode-se extrapolar a profana tragédia para outras incomensuráveis coisas e fatos...
Constatação XIII
Deu na mídia: “Casais obesos têm mais dificuldades para gerar filhos”. Será que é por que a barriga não deixa chegar lá? Lá aonde mesmo, cara pálida?
Constatação XIV
Deu na mídia: “Pilotos estrangeiros são alertados de risco de voar no Brasil”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que, de acordo com outras divulgações da mídia, o risco se estende também a caminhar pelas ruas desertas ou não,
Durante à noite ou de dia, dentro das casas, chácaras, sítios, apartamentos, condomínios fechados e assim por diante...
Constatação XV
Não se pode confundir açodado, que o dicionário Aurélio dá como “apressado, diligente” com adoçado que o mesmo dicionário dá como “1. Tornado doce; açucarado”. “2. Suavizado, atenuado”. Ambos os adjetivos se complementam desde que, por exemplo, seja sob a ótica do mundo das formigas.  Nada a ver com formigão que, embora os dicionários Houaiss e Aurélio não se reportem, em alguns lugares do nosso país quer dizer mulherengo. De nada, pela didática explicação...
Constatação XVI
O prólogo é que o mundo é dos ricos. E o epílogo, sem tirar nem pôr, é exatamente igual ao prólogo.
Constatação XVII
Deu na mídia: “Abriu na Holanda um centro de reabilitação, sendo a primeira clínica de "desintoxicação" para viciados em videogame na Europa”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas será que não daria para abrir, também, um centro de reabilitação para maus deputados, senadores e governantes?
Constatação XVIII (De uma quadrinha para ser recitada em festa de fim de ano na escola).
Fui brincar de bola de gude e peteca
Com a minha vizinha que mora ao lado
O apelido dela, no bairro, é soneca.
Durante o jogo ela caiu num sono pesado.
Constatação XIX
Não se pode confundir insistir com desistir, até porque o obcecado defende a tese que não se deve deixar jamais de insistir ao invés de desistir em uma eventual negativa. A recíproca não é verdadeira. Basta ver que os governantes continuam na deles mais de 500 anos, deixando os governados largados a sua própria sorte, fazendo o cara desistir de reivindicar melhoria na Educação, Segurança e Saúde, apenas para citar esses três exemplos e não mais insistir em receber as atenções governamentais.
Constatação XX
Deu na mídia: “O ator Daniel Craig é o homem mais bem vestido do Reino Unido”. Taí uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.
Constatação XXI
Deu na mídia: “José Saramago, prêmio Nobel de Literatura, já falecido, disse que ler é hábito de uma minoria”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando, baseado nas estatísticas do IBGE, acha que o número de analfabetos e os que não entendem o que leem, em nosso país, também não é desprezível. Pena!
Constatação XXII
Deu na mídia: “Economia peruana cresce muito, mas pobreza cai pouco”. A mídia esqueceu, como sempre de acrescentar viva “nóis”, quer dizer, viva os peruanos.
Constatação XXIII
Deu na mídia: “A Batwoman vai assumir a condição de lésbica nas histórias em quadrinhos”. Taí mais uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade...
Constatação XXIV
E também deu na mídia: “Victoria Beckham, mulher do jogador David Beckham, disse a Larry King que não está grávida”. Taí uma terceira notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.
Constatação XXV (“Poesia” para ser recitada, por quem quiser, é claro, sendo ou não pelos inimigos políticos do PSDB e do PT. Também do PSOL caso contrário seria também o caso do roto estar falando do esfarrapado).
O PT e o tucanato
Diz que não é elite,
Mas, ambos, não se comportam
Como um beato.
Têm uma paixonite
Violenta pelo Poder
E se reportam
Aos demais
Como se fossem dono
De um baronato,
Sentado num trono
E de pertencer
Aos imortais.
Constatação XXVI
Data vênia, como diriam nossos juristas, mas o “western spaghetti”, o faroeste do cinema italiano, como, por exemplo, “Era uma vez no Oeste?” e “O Dólar Furado”, era bem melhor do que os faroestes americanos, os assim chamados reis dos filmes de mocinho e bandido. Tenho humildemente dito.
Constatação XXVII
Deu na mídia: “Obama diz a Dilma que ligará se quiser saber algo do Brasil”. Segundo os entendidos isso representou, ainda que não explícito, um pedido de desculpas do presidente da maior potência do Planeta ao nosso país, depois que ficou comprovado pelo ex-colaborador da NSA Edward Snowden, em 2013, que os Estados Unidos espionavam o Brasil. Data vênia, como diria nossos juristas, mas Rumorejando que podem existir outras interpretações: Àquela que te dizem que “depois a gente te liga” e nunca o faz; que mesmo que o presidente americano ligue, seja lá para o que quiser saber, a Presidente (a) e os respectivos ministros não saberão dar a informação. A teocracia e a burocracia se for instada a responder, tampouco poderá fazê-lo.; o presidente americano não tem que meter onariz em nosso país, salvo quando apresentou a desculpa que os E. U. estava monitorando o movimento de terroristas no Brasil o que foi confirmado pela nossa Abin.

RICOS & POBRES
Constatação I
Milionário tergiversa; rico da explicação bizarra; classe média, média engabela; classe média baixa tapeia; pobre, enrola. Político e governante só falam a verdade. Nada mais que a verdade... Vige!
Constatação II
Rico tem pensamentos nobres; pobre, tem pensamentos conspurcáveis.
Constatação III
Rico é orador, é tribuno; pobre, fala pelos cotovelos.
Constatação IV
Obcecado, rico, tem leitmotiv*; obcecado pobre, é tarado.
*Leitmotiv = “assunto, ideia, preocupação que vem à baila com insistência” (Houaiss).
Constatação V
Rico tem expectativa; pobre, ansiedade.
Constatação VI
Rico é importante; pobre, irrelevante.
Constatação VII
Rico tem boa índole; pobre, é mau-caráter.
Constatação VIII
Rico reclama da vida; pobre, também.
Constatação IX
Rico participa de uma “joint venture”; pobre, de associação de bairro.
Constatação X
Rico conquista o mulherio; pobre, o novo salário mínimo.


Nenhum comentário: