quarta-feira, 20 de maio de 2015

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Tive muito trabalho
Pra dar na gata, um malho
Ela disse que só se excitava
Quando ela mastigava
Dois ou três dentes de alho.
Seria isso algum ato falho?
Ou ela quis me fazer de paspalho?
Ou que eu fosse um reles rebotalho
E eu que queria rolar até no assoalho!
Mas, veja, hein! Não pra jogar baralho...
Constatação II (“Poeminha”, dedicado aos que sofrem por serem impedidos, por alguma razão, de dar vazão as suas vontades).

Devaneio

Lacônicas,
Metafóricas,
Parabólicas,
Hiperbólicas,
Mais esféricas
Do que cônicas,
Estáticas,
Nada cinemáticas
Com caras impassíveis,
Repreensíveis,
Cadavéricas,
Ictéricas                                                                                  
Quanto as minhas investidas
Elas continuaram vestidas.
Eis que uma delas
Se desnuda
E ainda quase muda
Em explosões tectônicas,
Histéricas
Põe-se a bailar
Danças desarmônicas.
As outras donzelas
Seguem-lhe o exemplo
E eu contemplo
Tal descompasso
Com ar de respeito,
Ainda que com ar devasso,
Tanta “poupança”,
Tanto seio,
Que balança
Na frenética dança.
Aí, assim,
Assaz excitado,
Tento afagar,
Acariciar.
E elas:
“Não. É só pra olhar”.
Coitado.
De mim!
Constatação III
Levando uma excelência,
Meu tataravô
Labutava
Na boleia
Duma diligência;
Transportando a roça,
Meu bisavô
Trabalhava
Na boleia
De uma carroça;
Descarregando feijão;
Meu avô
Mourejava
Na boleia
De um caminhão;
Fazendo frete,
Meu pai
Se esfalfava
Na boleia
Duma caminhonete;
Eu, tentando, com exaustão,
E a me ralar,
Em vão,
Pra embarcar
Na boleia
Do coração
Daquela azaléia:
A doce Dulcinéia.
Constatação IV
Não se pode confundir belindre, que o dicionário Houaiss dá como “n substantivo feminino. Rubrica: ludologia. Regionalismo: Portugal (dialetismo). 1. Bolinha de vidro ou pedrinha redonda e lisa usada num jogo infantil; bola de gude; 2. Derivação: por metonímia: Jogo praticado com essas bolinhas, com melindre, até porque certo septuagenário, quase octogenário tem melindre em voltar a jogar belindre, por correr o risco de ser considerado ridículo, além de que possa ser taxado de estar na terceira infância, quando, na realidade, seria por saudosismo, nostalgia, por crer que não se deve perder a meninice e/ou coisas desse jaez. A recíproca não é necessariamente verdadeira. Pode-se não estar com melindre em convidar uma gata para, apenas, jogar belindre num campo aberto, mas fechado para olhos indiscretos, na eventualidade do jogo de ser modo tal de quem perder, ao invés de pagar com bolinha, ir tirando a roupa...
Constatação V (De uma quadrinha para ser recitada por esse mundo afora, preferencialmente, onde se entende o nosso idioma).
Acionei meu computador
Pra falar e ver o meu amor
Vi na tela, com muita dor,
Alguém lhe oferecendo uma flor.*
*Peço desculpas ao prezado leitor de, mais uma vez, rimar flor com amor. Só que, no presente caso, aconteceu a rima, também, com outras palavras em “or”, o que, data vênia, como dizem nossos juristas, atenua, dissipa, dissimula, ameniza, abranda, suaviza o irresistível, irrefreável, insopitável pecado, sacrilégio, heresia de tal versejada. Assim, mais uma vez, perdão leitores.
Constatação VI  
Deu certa vez na mídia: “Um em cada três deputados federais tem algum tipo de pendência na Justiça e no Tribunal de Contas, divulgou uma ONG”. Mais uma vez, o que é imperdoável, a mídia esqueceu-se de acrescentar viva “nóis”. E, também, quem são tais deputados...
Constatação VII
Deu na mídia: “Comentarista australiano elogia 'traseiro' de Venus Williams”. Taí mais uma notícia de transcendental importância para o futuro da Humanidade.
Constatação VIII (De uma dúvida crucial).
Quando o joão-de-barro faz o seu ninho num poste elétrico será que é pra ficar mais fácil puxar a eletricidade pra dentro da sua casa?
Constatação IX
A vantagem de ter meu Paraná e meu Botafogo na segundona é que quem acompanha tal campeonato terá a felicidade de ver o clássico dos clássicos...
Constatação X
Gastrite, bronquite artrite
Tudo isso é tolerável.
O que é perturbável
É certa falta de apetite...
Constatação XI
Quando o septuagenário, quase octogenário, obviamente ex-sexagenário, ex-quinquagenário, ex-quadragenário, ex-trintenário, ex-vintaneiro, ex-adolescente, ex-infante, etc. leu na mídia que uma pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco constatou que existe um alto índice de depressão em idosos naquele estado do nordeste, lucubrou lá com os seus botões, suspensórios* e fechos éclair: “Ainda bem que eu moro no Paraná”...
*Idoso rico usa suspensórios; idoso pobre amarra as calças com barbante.
Constatação XII
Muito afoito
Atacou,
Com sofreguidão,
Oito
Pacotes
De biscoito
E três potes
De geleia.
Sobreveio uma apneia,
Além duma indigestão
Aí, o abusado,
O desventurado,
O malfadado,
Empacotou.
Coitado!
Constatação XIII
Quando o obcecado leu na mídia o comportamento da cantora Britney Spears e da atriz ‘socialite’ Paris Hilton comentou: “Puxa que gente obcecada. Só pensam naquilo”...
Constatação XIV (Não se pode confundir nata com nada).
O sonho de nata estava tão sem nata que a menina sugeriu ao confeiteiro chamá-lo de sonho de nada.
Constatação XV (Ah, esse nosso vernáculo).
Pessoas de alto nível não discutem em nível alto.
Constatação XVI
Retificação: Pessoas de nível alto não discutem. Dialogam.
Constatação XVII
Quando o pessoal do IBGE, no preenchimento de dados estatísticos, perguntou para o obcecado sobre o relacionamento com a sua mulher ele, de pronto, respondeu com um ar despreocupado de quem está sempre à vontade: “Fiz e jamais deixo de fazer o meu dever de casa. Aliás, sempre estou de plantão”.
Constatação XVIII (Pseudo-soneto dedicado a mim mesmo, sofredor de doença incuravelmente colossal).

               Infortúnio

Certa gata não tem direito de estar
Bem mais elevada do bem e do mal
Pelo fato dela incrementar e aumentar
A taxa do meu pobre metabolismo basal.

Ela me faz eu me sentir marginal
Quando, na academia, eu tento melhorar
O bíceps, o tríceps, num esforço braçal,
Que me deixa quase sem poder respirar.

E eu no afã de querê-la impressionar,
Ainda fiz um interminável abdominal,
Que me valeu nova dose pra me esfalfar.

E, mais, depois de vê-la desfilando no carnaval
Tive um duplo baita problema cardiovascular
Porque ela “nem te ligo” a este pobre mortal.

Constatação XIX
O cara grosso que, em cada duas palavras, enuncia, profere, emite três grosserias, evidentemente, ele não sabe o que quer dizer um concerto grosso. E claro, ele se acha um cara fino e educado. Vige!
Constatação XX
Quando o pinguço leu que o governo lançou um pacote com relação ao uso de bebidas alcoólicas, perguntou, com a voz engrolada, se no pacote o governo havia colocado, junto, uma garrafa de pinga.
Constatação XXI (De uma dúvida crucial).
O MSC – Movimento Sem Calcinha foi fundado por mulheres esquecidas?
Constatação XXII
O governo alegou que sem a aprovação do CPMF fatalmente haveria cortes na Saúde. Alguém se lembra de que na época da primeira vigência dessa “contribuição provisória” o atendimento da Saúde fosse bom? Quer dizer que sem a CPMF vai piorar ainda mais? E isso ainda é possível? Quem achar que é, por favor, alguns comentários no blog, preferencialmente, explicando os motivos por que acha e, se quiser, por que não acha. Não vale dizer: “porque sim” ou “porque não e tá acabado”. Pela atenção, obrigado.
Constatação XXIII (E já que falamos no assunto, um pseudo-soneto que aborda, em continuação, a corrupção).

           Viva “nóis”.

Então naquela oportunidade,
Foi o desígnio dos governantes
Que a CPMF, por falta de honestidade,
Sumisse, pelo ralo, há todos os instantes.

Atualmente tem sido a Petrobrás
Que entrou na pauta dos meliantes
E quem é delator, acusador e falaz
Recobrará a liberdade pouco mais antes.

Se o dinheiro afanado será devolvido
E uma grande incógnita desta nação
Por ora, o imposto de renda ficou ardido.

Também o preço da energia elétrica foi alterada
Em um percentual que representa eletrocussão.
E, claro, a renda do brasileiro ficou desmantelada.

Constatação XXIV
Volta e meia os usuários de motocicletas, caminhões, ônibus e automóveis são alertados para se dirigirem às concessionárias para que, gratuitamente, seja feita alguma correção na mecânica, detectado por defeito de fabricação e/ou montagem. A este chamamento é dado o nome inglês de recall. Se observamos o desempenho dos 3 Poderes da República, onde se constata a incompetência, a desonestidade e a truculência chega-se fácil, fácil a conclusão que o tal recall deveria ser ampliado para certos elementos do governo...
Constatação XXV (De um pedido).
De resto,
Quanto ao mais,
Não diga jamais
Que eu não presto.
Constatação XXVI
Em certos países, nunca tantos e tanto tempo sofreram da síndrome da corrupção?
Constatação XXVII (Quadrinha, conseguindo não rimar amor com dor ou com flor).
Construí uma bela casa
Para morar com meu amor
Eis que ela criou asa
Me deixando um dissabor.
Constatação XXVIII (Quadrinha para demonstrar o quanto eu sou comportado).
Não discuto futebol
Nem política e religião
Não sou de fazer farol
Nem de dar safanão.
Constatação XXIX (Quadrinha para demonstrar o quanto eu sou suscetível).
Não sou um cara devasso.
Pago minhas conta em dia,
Mas tudo isso que eu faço
Somente me dá uma alergia.
Constatação XXX (Quadrinha para demonstrar o quanto eu sou sem sorte).
Tentei ganhar na quina ou na loteria
Mas não peguei nem o mesmo dinheiro
Estava totalmente errado como eu fazia:
Alguém me patrocinar sem ser meu parceiro.

RICOS & POBRES.
Constatação I
Rico segue o dístico: ordem e progresso; pobre, arruaça e retrocesso.
Constatação II
Rico faz lobby; pobre, greve.
Constatação III
Rico é desinibido; pobre é metido.
Constatação IV
Rico pesquisa; pobre, escarafuncha.
Constatação V
Rico tem divergências; pobre, bronca.
Constatação VI
Rico faz reuniões sociais; pobre, conluio.
Constatação VII
Rico movimenta a economia; pobre, não tem como...
Constatação VIII
Rico frequenta a academia de ginástica; pobre, não precisa...
Constatação IX
Rico participa de elevado bolão da megassena com os demais ricos; pobre, aposta apenas em seis números.
Constatação X
Rico vai ao teatro; pobre, cuida do carro.


Nenhum comentário: