quarta-feira, 6 de julho de 2016

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I (Subsídio para a canção de quem está sendo preso por causa dos Lava Jatos da vida).
Pra nós o Brasil
Não está sendo gentil.
Está mesmo sendo hostil.
Nossa! Você não viu?
Constatação II
Não se pode confundir ademã, que o dicionário Aurélio dá como:
“Substantivo.
1. Movimentos (principalmente das mãos) para exprimir ideias; gestos, trejeitos;
2. Gestos afetados, amaneirados; trejeitos” com alemã, muito embora se encontre, assim como de outros países, pessoas de origem alemã que se exprimem também com as mãos.
Constatação III
Ele chegou todo anacatártico.
Parecia ter vindo de longe
Do polo ártico,
Ou antártico
E não tinha cara de monge.
Pra mulher tentou explicar
Mas no porre, nem pode falar.
Aí ficou estático,
 Macambuzio, calado.
E ela: “Desengasgue
De uma vez,
Antes que eu te rasgue
Com uma torquês,
Se você logo não desembuchar”.
Coitado!
Coitado?
Constatação IV
Como Rumorejando já teve oportunidade de comunicar aos seus leitores, sábado, às seis horas da manhã, na rádio e-Paranã (Educativa) o meu amigo Beto Guiz continua apresentando o seu programa Certa Vez. Inteligente, informativo das coisas e fatos dos municípios do Paraná também desmistifica aqueles que dizem não gostar de música sertaneja e folclórica.
Constatação V
Andei como um andarilho
Em busca de paz e felicidade
Até rasguei,
Das calças, o fundilho.
E só me deparei
Com disparidade.
Constatação VI
Pelo que tem sido dado a ver, a constatar nem a megassena atinge os valores de milhões que os corruptos mordiam os corruptores nas “negociações” e “facadas”. Vige!
ConstataçãoVII (E como poetava o obcecado, recitando algures I):
“Fiquei contrafeito
Com aquele seu jeito
De ela me olhar,
Sem me desnudar”.
Constatação VIII (De diálogos um tanto quanto estapafúrdios).
-“Ela tem voz de minhoca?”
-“Como voz de minhoca? Mesmo que tenha a gente não escuta”.
-“É verdade. Mas a voz dela é tão fraca, tão fina, tão baixa que, para mim, na mesma hora, me vem essa ideia”.
-“Ah bom, quer dizer, ah ruim, quer dizer...”
Constatação IX
Prometeu à mulher de levá-la ao cinema.
Acabou esquecendo e foi jogar baralho.
Depois teve que bolar um estratagema
Pra escapar da bronca e de levar um malho.
Constatação X
E como comentava com os colegas aquele (a) estudante de matemática: “Depois de caminhar em círculos concêntricos, isto é, concentrado (a) fui tentar resolver de cabeça uma raiz cúbica e uma quadrada e me dei conta que estava, redondamente, enganado”.
Constatação XI (Quadrinha para ser recitada algures III).
Em noite de lua cheia,
Ou mesmo de lua nova,
A inspiração permeia
Pra criar nova trova.
Constatação XII
No tempo que eu entregava móveis, da saudosa A Decoradora, localizada na Rua Barão do Rio Branco, 136, em frente à rádio PRB-2, cá em Curitiba, alguma vez ou outra, vinha uma muito bem-vinda gorjeta.
Hoje em dia, eu nunca deixo de dar gorjeta ao garoto que ajuda carregar as compras na feira livre, o entregador de gás; para quem, “coercitivamente”, cuida do carro, então, nem falar. Eu absolutamente não quero que eles pensem de mim o que eu pensava daqueles que não tinham, a meu ver, o saudável hábito de se “manifestar”...
Constatação XIII (Quadrinha para ser recitada algures IV).
Nunca me importo com que os outros pensem.
Só me interessa o meu conforto, o meu bem-estar.
E se algumas farpas as pessoas me lancem,
Estou às tintas com o que eles vão achar.
Constatação XIV
Recado para o senador Lindbergh Farias que afirmou que Pinochet era da China: A “Folha de São Paulo” do dia 8 de novembro de 1998 publicou matéria do jornalista Otávio Dias na qual relata que “as violações dos direitos humanos durante a ditadura militar de Augusto Pinochet (1973-1990) levaram psiquiatras e psicólogos chilenos a desenvolver uma nova “ciência”: a “torturologia” ou “torturoterapia”. (...) Segundo a psiquiatra Eliana Horvitz “a necessidade de desenvolvermos a torturologia é um retrocesso vergonhoso para nossa profissão”. Trata-se das técnicas para identificar sequelas físicas e psicológicas de vitimas diretas e indiretas da repressão, assim como o tratamento adequado. “Buscamos informações sobre como foram tratadas as vítimas dos campos de concentração nazistas, mas encontramos muito pouca literatura”, afirmou a psiquiatra Eliana Horvitz. Creio – data vênia, como diriam nossos juristas – que não deve existir terapia para quem foi torturado de alguma forma em sua vida. De toda maneira, não é preciso buscar literatura – que efetivamente existe –, basta assistir o filme onde sobreviventes do Holocausto prestaram seus depoimentos para o cineasta Steve Spielberg, feito em todo o mundo, inclusive aqui em Curitiba.
Ainda sobre Pinochet escreveu o escritor Luis Sepulveda: “(...) Em 1987, o então ministro do Trabalho alemão, Norbert Blühmm visitou o Chile e se viu obrigado a saudar Pinochet. O tirano o recebeu com uma de suas típicas bestialidades, lhe dizendo: “A história alemã falseou muito. Nos campos de concentração não morreram seis milhões de judeus. Foram somente quatro”. O ministro alemão ajustou suas lentes e respondeu: “Somente uma vitima haveria bastado para uma condenação universal” (...)
Constatação XV (Quadrinha para ser recitada algures V).
Ela estava tão cansada, com tanto sono,
Que até parecia estar sonambulando.
E eu me sentindo totalmente no abandono.
Para acompanhá-la, carneiros fiquei contando.
Constatação XVI (De uma dúvida crucial).
Ideias embotadas da gatona são aquelas que estão espremidas qual uma bota de tamanho menor que o do seu pezinho?
Constatação XVII (De outra dúvida crucial também para ser recitada algures VI).
Será que esses corruptos, desprezíveis,
Ao ser presos, voltando em voo internacional.
Eles se mantém imperturbáveis, impassíveis
Pra não chamar a atenção do pessoal?
Constatação XVIII
E já que falamos no assunto, nunca se viu tanto colarinho branco delatando para escapar da cadeia. Com toda a certeza, acabou a assim chamada mamata de enriquecer corrompendo, já que eles sempre viveram impunes com a conivência das autoridades constituídas. Vige!
Constatação XIX (De nova dúvida crucial ainda para ser recitada algures VII).
Quando a mulher viajou de férias com as crianças,
Ele se sentiu, por um lado, liberto, mas um pouco solitário.
“Vou jogar um truco ou ter algumas outras bem-aventuranças.
Acho que nem uma das coisas. Muito antes pelo contrário”.
Constatação XX (Teoria da Relatividade para principiantes).
É muito melhor, ou menos pior ter diante de si uma poluição visual do que uma poluição auditiva. Da poluição visual, você poderá desviar os olhos; da auditiva, fica mais difícil tapar os ouvidos.
Constatação XXI (De nova quadrinha para ser recitada algures VIII).
O meu estimado Paraná
Ficou, por uma noite,
No G4. O que é que há?
Não é importante o pernoite?
Constatação XXII
Quando o obcecado convencido leu no site da Globo que uma musa famosa relatou que já havia recebido proposta de R$ 20 mil por uma noite de sexo, comentou: “Eu também poderia pedir tal quantia e até mais para as gatas que me abordam, mas eu sou um cara muito filantropo e faço caridade por vocação”...
Constatação XXIII (Mais uma quadrinha para ser recitada algures IX).
Ela resolveu fazer recauchutagem geral
E ficou com aparência de bem mais nova.
Pena que o esquema não abrangeu o cerebral,
Que nesse item a maioria dos médicos reprova.
Constatação XXIV
Com essa moda de cabelos longos, uma das diferenças entre um jogador de futebol e uma jogadora do mesmo esporte pode-se determinar pela maneira de ficar na barreira. Os jogadores protegem os “países baixos”; as mulheres, os “países altos”. Elementar!
Constatação XXV (Pseudo-quadrinha para ser recitada algures X, com análise combinatória).
Há pessoas com quem a gente simpatiza e elas simpatizam com a gente.
Há pessoas com quem a gente antipatiza e elas antipatizam com a gente.
Há pessoas com quem a gente simpatiza antipaticamente. Recíproca verdadeira.
Há pessoas com quem gente antipatiza simpaticamente. Recíproca verdadeira.
Constatação XXVI
Purê de batata – preferencialmente da qualidade ‘binge’ – é o néctar dos deuses salgado. O dos doces, Rumorejando deixa a critério dos gaúchos, mineiros, nordestinos, goianos e os demais para definir. De nada! 
Constatação XXVII (Dúvida crucial de quadrinha para ser recitada algures XI).
O político torpe, vil, canalha,
Que faz parte duma escumalha,
Vive só para si o já, o agora.
Será que vai a igreja e ora?
Constatação XXVIII
O meu amigo Barucho é torcedor do Atlético; seu falecido pai era torcedor do Coritiba. Eles tinham uma casa de comércio na Rua Barão do Rio Branco, não distante de onde este assim chamado escriba trabalhava. Deram o nome da loja de Casa Ferroviário que era a terceira grande força do futebol cá da terra. O Ferroviário, que foi, dentre outros, o campeão no Centenário da Emancipação Política do nosso Estado pela ação do tempo e dos homens é hoje o meu Paraná.
Constatação XXIX (Quadrinha para ser recitada algures XII).
Com esses afastamentos seguidos de autoridades
Parece até que está em voga o efeito dominó.
É na Câmara e também no Senado por iniquidades
E cá entre nós, bem feito. Eles não merecem dó.
Constatação XXX
La Suisse, l’or et les morts, de autoria de Jean Ziegler, lançamento em português pela Editora Record, retrata o que os banqueiros suíços foram, são e, provavelmente, sempre serão: um bando de filhos daquilo. Tenho dito!
Constatação XXXI (Quadrinha para ser recitada algures XIII).
Resoluta, saiu batendo a porta.
O marido correu atrás e falou:
“Não faça assim, se não o caixilho entorta.
O do nosso quarto você bateu e ele empenou”.
Constatação XXXII
A gente entra em sintonia com as pessoas que pensam e têm valores semelhantes aos da gente. Data vênia, como dizem os nossos juristas, mas Rumorejando acha que é por tal razão que existe o corporativismo, mormente o dos políticos. Dificilmente eles condenam os seus – deles – pares que cometem – e como cometem – falcatruas. O grande mérito da delação premiada é que ela atenua o corporativismo porque todo mundo quer se safar das grades. Vige!


Nenhum comentário: